conecte-se conosco

Agro Paranaense

Brasil exporta volume recorde de café verde na safra 2018/19

Publicado

Por Reuters

Agricultores brasileiros embarcaram um recorde de 37,12 milhões de sacas de 60 kg de café verde no ano-safra de 2018/19, encerrado em junho, 38,1% a mais que na safra anterior, com oferta ampla, impulsionada pela maior produção da história.

De acordo com relatório divulgado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) nesta segunda-feira (8), as exportações de café verde em junho totalizaram 2,58 milhões de sacas, ou 13,6% a mais que em igual período do ano passado.

Os embarques de café arábica representaram a maior parte das exportações em junho, com 2,19 milhões de sacas, 10% a mais que em junho de 2018, mas as exportações do robusta, de 385 mil sacas, registraram a maior taxa de crescimento, figurando 35% acima do mesmo mês de 2018, disse o órgão industrial.

“Conseguimos ampliar a parcela de mercado tanto em mercados tradicionais, como a Europa, quanto em novos mercados na Ásia”, afirmou Nelson Carvalhaes, presidente da Cecafé. Ele disse que o Brasil encerrou a safra 2018/19 com quase 38% do comércio mundial de café.

Leia mais:  Paraná caminha para ser o segundo estado livre de aftosa sem vacinação

Safra 2019/20

Manter o nível das exportações no novo ano-safra vai ser um desafio para o Brasil, uma vez que a produção será menor devido ao fato de o ciclo produtivo bienal do arábica enfrentar um ano de baixa, segundo Carvalhaes.

Comentários Facebook

Agro Paranaense

Governo lança edital para compra de R$ 20 milhões em alimentos da agricultura familiar no Paraná

Publicado

Um edital para compra de R$ 20 milhões em alimentos da agricultura familiar no Paraná foi lançado na quarta-feira (22) pelo governo estadual. O limite será de até R$ 20 mil por agricultor em um ano, informou o governo.

A chamada pública de credenciamento do programa Compra Direta Paraná usará recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

Os alimentos, segundo o governo, serão destinados para restaurantes populares, cozinhas comunitárias, banco de alimentos e hospitais filantrópicos, entre outros.

Conforme o governo, os Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) poderão disponibilizar os alimentos na forma de cestas básicas diretamente à população vulnerável.

Preços e prazos

O governo informou que o preço de referência para aquisição é o estabelecido pelo Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura, sem necessidade de disputa pelo menor valor.

Para alimentos orgânicos haverá acréscimo de até 30%. As propostas podem ser apresentadas até às 17h de 27 de abril, e a divulgação dos fornecedores vencedores em cada um dos municípios será feita em 30 de abril, com um dia de prazo de recursos.

Leia mais:  Exportações de carne suína pelo Porto de Paranaguá crescem 58%

Na sequência, o projeto final de venda deverá ser assinado pelo presidente da organização e protocolado no núcleo regional correspondente até 5 de maio, para providências de contratação. O início da entrega dos produtos está previsto para ocorrer a partir de 18 de maio.

Sistema de compra direta

A Secretaria da Agricultura e a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) desenvolveram o Sistema Compra Direta Paraná, que possibilita a operacionalização de uma única chamada pública para aquisição de mais de 70 itens e atendimento a todas as entidades beneficiárias.

Segundo o governo, na plataforma será possível registrar todas as etapas do processo, que inclui cadastro dos agricultores, apresentação das propostas de fornecimento por associações e cooperativas da agricultura familiar, classificação das organizações, habilitação e controle da execução de cada um dos contratos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana