conecte-se conosco

Esportes

Athletico se reapresenta no CT do Caju pra se preparar pra maratona mais decisiva

Publicado

Por Ricardo Brejinski-Tribuna Paraná

Após dez dias de folga, o elenco principal do Athletico volta aos treinamentos nesta segunda-feira (24) e terá 16 dias de ‘intertemporada’ para se preparar para uma nova maratona de jogos que terá pela frente. Se no final do primeiro semestre foram 15 jogos em 51 dias, agora a sequência será ainda mais pesada, com duelos mais decisivos e viagens mais longas.

Logo pela frente, o Furacão irá encarar o Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, com o primeiro jogo já no dia 10 de julho, e a volta no dia 17. Em seguida, pega o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Libertadores, nos dias 24 e 31. Mal volta da Argentina, o Rubro-Negro terá que atravessar o mundo para ir para o Japão disputar a final da J.League YBC Levain Cup/Conmebol Sudamericana, a antiga Copa Suruga, contra o Shonan Bellmare. Tudo isto com três partidas do Campeonato Brasileiro pelo caminho, contra Internacional, CSA e Cruzeiro.

“É uma maratona, não só pela primeira parte, com jogos a cada dois, três dias, mas temos também enfrentamento com times do mais alto gabarito, como Boca Juniors, Flamengo, Inter, Cruzeiro, um CSA com uma viagem desgastante. Todos jogos definitivos para Libertadores e Copa do Brasil. Então temos que estar voando baixo para conseguir estes resultados importantes”, disse o técnico Tiago Nunes.

Tiago Nunes sabe que segundo semestre será intenso e quer aproveitar bem estes dias no CT. Foto: Felipe Alves

Tiago Nunes sabe que segundo semestre será intenso e quer aproveitar bem estes dias no CT. Foto: Felipe Alves

Se avançar nos torneios mata-mata, o Athletico não terá descanso até o final do ano, com dois jogos por semana até dezembro, quando termina a temporada. Se chegar a todas as decisões, ao longo de todo o ano a equipe pode entrar em campo 63 vezes. Por isso, a preparação nestes próximos dias será fundamental.

Leia mais:  Santos: Veja fotos de momentos marcantes do goleiro desde a chegada ao Athletico

Embora o elenco principal tenha iniciado a pré-temporada mais tarde em relação aos demais clubes – uma vez que optou por um grupo alternativo no Campeonato Paranaense -, e tenha estreado em 2019 apenas em março, a sequência de confrontos desde o final de abril foi desgastante. Tanto que o treinador precisou poupar alguns atletas no Brasileirão.

No total, já foram 19 jogos, em um intervalo de dois meses e meio. Só que a partir de julho, estas mesmas 19 partidas podem ser realizadas em apenas dois meses, caso se classifique tanto na Copa do Brasil quanto na Libertadores. Por isso, estes primeiros dias de volta aos treinos serão fundamentais.

“A gente se reapresenta, fica uma semana em concentração dentro do CT, para que possamos fazer um trabalho de foco para o jogo contra o Flamengo. Vamos tentar fazer dois amistosos neste período, para dar ritmo de jogo”, acrescentou o comandante atleticano.

Um destes amistosos já está marcado. No próximo sábado (29), o Furacão encara o Cerro Porteño, que também está classificado para as oitavas de final da Libertadores. Um outro jogo deve acontecer no meio da semana que vem, para que o time também não fique sobrecarregado pra pegar o Flamengo na sequência.

Leia mais:  Botafogo SP perde do Mirassol pelo Campeonato Paulista

Ou seja, um período para que a equipe possa aproveitar não só para descansar, mas também para corrigir erros, aprimorar algumas jogadas e, principalmente, melhore a performance fora de casa para, enfim, viajar e voltar com os três pontos na bagagem.

“Temos que evoluir, vencer fora de casa. O torcedor não tem mais paciência para isso de que jogamos bem e não ganhamos. Temos que ser competitivos fora de casa, para não ficarmos nesse meio de tabela”, completou Nunes.

Comentários Facebook

Esportes

Vasco fecha preparação para duelo contra o Madureira

Publicado


O CT do Almirante, na Cidade de Deus, recebeu na tarde desta sexta-feira (07/05) o último treinamento do Vasco da Gama antes do jogo de volta da semifinal da Taça Rio. A atividade foi marcada por um trabalho tático e um animado recreativo. Em São Januário, neste sábado (08), às 16h, o Gigante da Colina encara o Madureira precisando de uma vitória para se garantir na final da competição, que é tratada como elemento importante na preparação da equipe cruzmaltina para os torneios nacionais.

Diante do Tricolor Suburbano, o treinador Marcelo Cabo seguirá o planejamento traçado após o término da fase de classificação do Campeonato Carioca e irá utilizar a equipe principal, conforme anunciado no final de semana passado, após o jogo em Conselheiro Galvão. Utilizado pela última vez no clássico contra o Flamengo, o meio-campo Marquinhos Gabriel retorna ao grupo de relacionados. O mesmo vale para Gabriel Pec e Matías Galarza, que tiveram um período de recesso recentemente.

Assim como em partidas anteriores, o planejamento traçado pelo Departamento de Futebol, Departamento de Saúde e Performance e Comissão Técnica será cumprido. Os atletas Ulisses, Riquelme, Bruno Gomes e Léo Jabá serão preservados. Quem também está fora da lista de convocados é Romulo. Embora já esteja clinicamente bem após ser diagnosticado com um edema na coxa esquerda depois do jogo de ida da semifinal, o atleta segue plano elaborado na sua chegada, e esse já incluía sua ausência na partida deste sábado (08/05).

  Laranjeira se diz preparado para agarrar oportunidades no Vasco

Leia mais:  Brasil de Pelotas empata sem gols em clássico do Campeonato Gaúcho

O zagueiro Ernando, por sua vez, atravessa um processo de recondicionamento aeróbico, pois se concentrou nas últimas semanas na realização de trabalhos indoor para a construção de uma base física visando a sequência da temporada. Vale lembrar que o defensor acelerou sua estreia para participar das fases iniciais da Copa do Brasil e não passou por um período de descanso após o término do Brasileirão, onde atuou em quase todos os jogos do Bahia, seu antigo clube.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana