conecte-se conosco

Norte Pioneiro

RITTI ESTÁ SOZINHO EM CELA ESPECIAL; MOTIVAÇÃO FOI BRIGA COM EX-MULHER

Publicado

NPdiário

O titular do Cartório de Títulos e Protestos de Santo Antônio da Platina, José Ritti Filho (fotos), de 52 anos, foi preso na noite desta sexta-feira, dia 14, em Santo Antônio da Platina, onde foi candidato a prefeito pelo PDT em 2016.

O pai dele, José Ritti, e a mãe Eni Ritti, foram prefeitos respectivamente de 1988 a 91 e de 1992 a 96.
José Arthur foi deputado estadual aos 22 anos com pouco mais de 13 mil votos e cumpriu o mandato de 1990 a 1994.

O mandado de prisão, segundo apurou o npdiario, veio de Londrina, assinado pela juíza Ana Becker, da Unidade Regionalizada de Plantão Judiciário, baseada na Lei Maria da Penha, por brigas físicas frequentes, ameaças de homicídio e outras acusações feitas pela ex-mulher, a advogada Léia Ritti, com a qual tem dois filhos. Há troca de acusações entre ambos.

Ritti está sozinho numa cela especial e seu advogado estava viajando devendo chegar em Santo Antônio da Platina neste final de semana.

Leia mais:  CONFERÊNCIA DE SEGURANÇA NUTRICIONAL EM QUATIGUÁ

O caso aparece como grave para ele pois não é prisão temporária, regulamentada pela Lei 7.960/89 e que tem prazo de duração de cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, ocorrendo durante a fase de investigação do inquérito policial. Em tese, “mais fácil” de conseguir a liberdade.
Ritti está encarcerado em prisão preventiva,  quando é tido como imprescindível o cerceamento da liberdade para as investigações do inquérito policial e por outras situações como quando houver razões de autoria ou participação do indiciado nos crimes imputados.

A prisão preventiva consta no terceiro capítulo do Código de Processo Penal, não tem prazo pré-definido paraliberdade e normalmente é solicitada para proteger o inquérito ou processo, a ordem pública ou econômica ou a aplicação da lei. Segundo pesquisas jurídicas, o objetivo é que, uma vez encontrado indício do crime, a prisão preventiva evite que o réu continue a atuar fora da lei. Também serve para evitar que o mesmo atrapalhe o andamento do processo, por meio de ameaças a testemunhas ou destruição de provas, e impossibilite sua fuga, ao garantir que a pena imposta pela sentença seja cumprida.

Leia mais:  COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA IDOSO: UNIFIL FAZ AÇÃO EM ASILO

Comentários Facebook

Norte Pioneiro

Cartão Comida Boa’ está sendo entregue para mais de 3.700 beneficiados em Bandeirantes

Publicado

Através das secretarias municipais de Ação Social e da Educação e Cultura, a Prefeitura de Bandeirantes passou a entregar desde quinta-feira (14) passada os mais de 3.700 cartões aos beneficiados do programa estadual ‘Comida Boa’. O sistema de distribuição está sendo realizado conforme mês de nascimento do cidadão. No dia 14, as pessoas que nasceram nos meses de janeiro a abril retiraram os cartões. No dia 15 (sexta-feira), foi a vez dos nascidos entre os meses de maio a agosto. E no dia 18 (próxima segunda-feira) são as pessoas cujo nascimento entre os meses de setembro a dezembro. Aqueles que não conseguirem retirar os cartões nos referidos dias, uma nova data deverá ser estudada e marcada para realizar a entrega.

Segundo a secretária de Ação Social, Maria de Fátima Rego Oliveira, o auxílio emergencial prevê o repasse de até três parcelas mensais de R$ 50 para compra exclusiva de alimentos para famílias do CadÚnico (Cadastro Único) que estão enfrentando dificuldades financeiras por conta da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). “A pedido do nosso prefeito Lino Martins, uma força tarefa foi organizada para atender a demanda”, comentou. A Secretaria da Educação e Cultura também está trabalhando no apoio e suporte na rede de atendimento à população beneficiada para a distribuição dos mais de 3.700 cartões. “É preciso apresentar RG ou documento com foto e também o CPF. O cartão Comida Boa funcionará como um voucher, por meio de QR Code, por isso existe a necessidade da apresentação dos documentos”, enfatizou Valquíria.

Leia mais:  SIQUEIRA CAMPOS COMANDA PÓDIO NO TÊNIS DE MESA

As secretárias de Ação Social e da Educação reforçaram às pessoas para procurarem as localidades mais próximas das suas residências ou àquelas com menor fluxo de transeuntes. “É um período que não pode haver aglomerações, se isso ocorrer, vamos ter que interromper o atendimento. E R$ 50 é um valor importante, é valor de uma cesta básica. Mas também temos a responsabilidade com a saúde e com a vida para evitar a propagação do Coronavirus”, alertaram.

O horário de atendimento acontece das 08h às 11h e das 13h às 17h.
Os locais de atendimento são: CMEI Dr Bezerra de Menezes, CMEI Paulo Meneghel; CREAS Jardim Yara; Escolas Municipais: Maria de Lourdes Guedes Mendes, Maria Inês Speer Faria, Prefeito Moacyr Castanho, Santa Terezinha, Yukiti Matida; Igreja Comunidade Pão da Vida; e Praça Brasil/Japão.

O cartão do programa ‘Comida Boa’ é para ser utilizado na compra exclusiva de alimentos em supermercados, mercadinhos, padarias, açougues, entre outros estabelecimentos do gênero cadastrados no site cartaocomidaboa.pr.governo.br.

Em Bandeirantes, até o momento estão cadastrados: Mercearia do Serginho, Ueda Supermercados, Cidade Canção, Mercado Guaíra, Mercado Frama, Vale Supermercado, Molinis Supermercados, Mega10, Mercado Paraíso, Mercado União, Panificadora Shekinah, Supermercado Superbom, Supermercado e Padaria da Vovó, Mercado São Francisco.

Leia mais:  PM PRENDE IRMÃOS APÓS TIROS EM SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana