conecte-se conosco

Esportes

Promoção de ingressos faz Coritiba lucrar com bilheterias na Série B

Publicado

O Coritiba deve confirmar na semana que vem a continuidade da promoção de ingressos que fez sucesso neste começo da Série B do Campeonato Brasileiro. O clube ainda não confirmou qual será o valor do pacote de ingressos para os três próximos jogos, contra São Bento, Vila Nova e Botafogo-SP, mas diversos fatores fizeram a diretoria manter os preços especiais dos bilhetes para a sequência da segunda divisão. Além do apoio do torcedor, que lotou o Couto Pereira nos quatro jogos em casa pela competição, o Coxa certamente terá um lucro maior na continuidade da temporada.

Desde que decidiu adotar a promoção de ingressos, o Coritiba não apenas passou a estar no top-3 de médias de público, entre as séries A e B do Campeonato Brasileiro, mas também engordou seus cofres. Nos jogos contra Londrina, Cuiabá e Paraná Clube, quando vendeu o pacote ao valor de R$ 15 para as três partidas, o Alviverde teve um lucro de R$ 560 mil.

Os números foram tirados do borderô divulgado no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A renda bruta desses duelos foi quase o dobro desse valor. No entanto, diversas taxas precisam ser pagas e o percentual do que precisa ser pago é feito de acordo com o valor do ingresso unitário de R$ 10, que é o mínimo exigido em competições organizadas pela entidade máxima do futebol brasileiro.

Leia mais:  Vitória marca dois gols em cinco minutos e avança à 3ª Fase da Copa do Brasil

Só que grande parte do público que lotou o Couto Pereira nas três partidas aderiu ao pacote promocional e pagou apenas R$ 5 por jogo. Mas nas três oportunidades, alguns ingressos acabaram sobrando e foram vendidos unitariamente por um valor maior nas vésperas dos confrontos.

Se comparado aos números dos jogos que fez no Alto da Glória pelo Campeonato Paranaense, por exemplo, o Coxa tem muito o que comemorar com a promoção de ingressos. Não apenas pelo torcedor ter comprado a ideia e ter voltado a lotar o Couto, mas por conta do esvaziamento do seu estádio na disputa do Estadual nos primeiros quatro meses do ano.

Nos oito jogos que fez dentro de casa no Paranaense, somente em um deles o clube teve lucro, na final do primeiro turno – a Taça Barcímio Sicupira -, diante do Toledo, quando apenas 7.683 torcedores pagaram para ver o Coxa perder nos pênaltis para o Porco. O lucro foi de apenas R$ 54.239,75. Já na Série B, o Verdão faturou R$ 142 mil contra o Paraná, R$ 199 mil diante do Londrina e R$ 217 mil no embate contra o Cuiabá.

Leia mais:  Palmeiras realiza treino tático e encerra preparação para duelo com CRB-AL

Nos outros sete jogos, o Coritiba teve prejuízo quando jogou no Couto Pereira. Além do fraco desempenho no Campeonato Paranaense, os preços adotados foram da categoria C, ou seja, o ingresso para os setores populares do estádio (Arquibancada e Mauá) custavam R$ 50. Assim, além de ter sua casa vazia, com uma média de público de apenas 4.464 torcedores, o Alviverde colecionou prejuízo aos seus cofres.

Além do lucro com bilheteria, ter o Couto Pereira lotado traz outros benefícios financeiros. Com quase 40 mil torcedores por partida, o clube contabilizou um lucro considerável com vendas de bebidas, comidas e também dos seus produtos oficiais. Isto porque a loja oficial fica anexa ao estádio e fica localizada em um ponto com grande circulação de torcedores.

Assim, na semana que vem, a diretoria deve anunciar um novo pacote de ingressos com valores promocionais. Uma ala no Coritiba é favorável à manutenção do valor de R$ 15 por três partidas. Se isso acontecer, o Coxa seguirá com o Couto Pereira lotado e com boas perspectivas de lucro para a sequência da temporada.

Por Redação Tibuna Paraná/ Luiz Ferraz

Comentários Facebook

Esportes

São Paulo empata com o Cuiabá pelo Brasileirão

Publicado


No primeiro confronto entre os clubes na história, o São Paulo empatou com o Cuiabá em 2 a 2 nesta quarta-feira (23), no Morumbi, em duelo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro de 2021.00

Os gols são-paulinos foram marcados por Benitez e Gabriel Sara, ambos no primeiro tempo. Com o resultado, o Tricolor ainda não conseguiu vencer na competição nacional deste ano e, agora, detém três pontos.

No próximo domingo (27), às 20h30, na Arena Castelão, o São Paulo enfrentará o Ceará na sequência do torneio.

Para encarar os mato-grossenses, o time não contou com Miranda (estiramento no músculo posterior da coxa esquerda), William (trauma no joelho direito), Luan (transição para o campo após edema na região posterior da coxa esquerda), Hernanes (aprimora forma física após contratura muscular no tronco) e Luciano (estiramento no músculo posterior da coxa esquerda), além de Arboleda (Seleção do Equador), Reinaldo e Igor Vinícius (suspensos).

Assim, o técnico Hernán Crespo escalou a equipe com Tiago Volpi; Diego Costa, Bruno Alves e Léo; Orejuela, Liziero, Gabriel Sara, Benitez e Welington; Rigoni e Eder.

  Botafogo até que tentou mas perdeu de 3 a 1 para o Grêmio

Leia mais:  Vitória marca dois gols em cinco minutos e avança à 3ª Fase da Copa do Brasil

O primeiro tempo foi agitado e teve quatro gols. Aos 17 minutos, em grande linda jogada ofensiva, o Tricolor abriu o placar: Orejuela recebeu pela direita e tocou para Rigoni, que deixou Benítez na cara do gol para abrir o placar! 1 a 0!

O São Paulo largou na frente, mas sofreu a virada: aos 23, com Rafael Gava, e aos 38, com Elton, os visitantes balançaram as redes.

No entanto, sem desanimar, o time são-paulino reagiu e deixou tudo igual antes mesmo do intervalo: aos 42 minutos, Sara, que já tinha carimbado o travessão no início do jogo, testou com categoria após cruzamento de Rigoni e empatou. 2 a 2.

Na volta para a etapa complementar, o treinador argentino promoveu a entrada de Dani Alves na vaga de Orejuela – recuperado de lesão, o camisa 10 retornou após nove jogos e estreou no Brasileirão desta temporada.

Mais tarde, Vitor Bueno, Pablo, Talles Costa e Rojas herdaram as vagas de Eder, Rigoni, Welington e Rojas. Mesmo com mais opções ofensivas, o São Paulo não conseguiu furar o bloqueio adversário, e o confronto terminou empatado: 2 a 2.

  Lateral esquerdo Romário é novo reforço do Coritiba

Leia mais:  No Palmeiras desde a infância, Giovani realiza sonho e lembra encontro com Dudu

SÃO PAULO 2 x 2 CUIABÁ

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 23/06/2021 (quarta-feira)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)
Quarto Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Analista de Campo: Marcio Verri Brandão (SP)
Árbitro de Vídeo: Heber Roberto Lopes (SC)
AVAR: Thiaggo Americano Labes (SC)
Observador de VAR: José Antônio Chaves Franco Filho (RS)

Gols: Benítez, 17/1; Rafael Gava, 22/1; Elton, 38/1; Sara, 42/1
Cartões amarelos: Welington, 21/1; João Lucas, 1/2

SPFC: Volpi; Diego Costa, Bruno Alves e Léo; Orejuela (Daniel Alves, intervalo), Liziero, Sara (Rojas, 40/2), Benitez e Welington (Pablo, 31/2); Rigoni (Talles, 31/2) e Eder (Vitor Bueno, 19/2). Técnico: Hernán Crespo.

CUI: Walter; João Lucas, Marllon, Paulão e Lucas Hernández (Anderson Conceição, 32/2); Yuri (Auremir, 10/2), Rafael Gava, Pepê (Pepê, 32/2) e Clayson (Osman, 23/2); Jonathan Cafu e Elton (Jenison, 23/2). Técnico: Luiz Fernando Iubel.

fonte: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/campeonato-brasileiro/2021/6/23/sao-paulo-empata-com-o-cuiaba-pelo-brasileirao

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana