conecte-se conosco

Geral

Petrobras e estatal chinesa fazem parceria para investir no Comperj

Publicado

Parceria vai permitir o refino de óleo pesado produzido nos campos de Marlim, Voador, Marlim Leste e Marlim Sul - Divulgação/Petrobras

A Petrobras e a China National Petroleum Corporation (CNPC) assinaram carta de intenções para definir os ativos que deverão integrar a parceria estratégica das empresas para a conclusão da refinaria do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, e a participação da estatal chinesa em quatro campos petrolíferos na Bacia de Campos.

A parceria permitirá a utilização do Comperj para refinar óleo pesado produzido nos campos de Marlim, Voador, Marlim Leste e Marlim Sul.

Para a Petrobras, o acordo é importante não só para concluir a refinaria do Comperj, que foram interrompidas em 2015, com 80% concluídos, como para garantir novos investimentos e revitalizar os campos petrolíferos em questão.

Para a CNPC, a estratégia servirá para que a estatal chinesa tenha acesso a um projeto integrado com refino no Brasil.

As duas empresas são parceiras na área de Libra, primeiro contrato pelo regime de partilha de produção, localizada no pré-sal da Bacia de Santos, desde 2013. No ano passado, um consórcio formado pela Petrobras (operadora, com 40%), CNPC com 20% e pela British Petroleum (BP) com 40% de participação foi o vencedor para o bloco Peroba, um dos mais disputados do leilão.

Leia mais:  Pedro Taques é acionado judicialmente por usar cargo para promoção pessoal

A atual parceria foi firmada em julho de 2017, com a assinatura de um memorando de entendimento. As empresas estão trabalhando juntas para detalhar a parceria.

Fonte: Agencia Brasil

Comentários Facebook

Geral

PF desarticula quadrilha que roubava funcionários dos Correios na Grande Curitiba

Publicado

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta a segunda fase da operação Mascarados, que tem como o objetivo de desarticular grupo suspeito de efetuar seis roubos contra funcionários dos Correios no ano de 2020, em Curitiba e Colombo, no Paraná. Os fatos criminosos ocorreram no mês de dezembro, quando um grande volume de mercadorias SEDEX são distribuídas pelos Correios, em razão das compras de natal.

Conforme foi identificado na investigação policial, os criminosos utilizaram arma de fogo para praticar o crime, abordando o carteiro e roubando o veículo de distribuição. A subtração dos objetos postais do veículo ocorria de forma rápida em um ponto ainda próximo ao local dos fatos, ocorrendo o transbordo para um veículo dos suspeitos. A divisão dos objetos roubados era realizada em uma das residências dos investigados, no município de Colombo/PR.

A prisão no dia de hoje ocorreu no município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O preso será indiciado pelo crime de receptação e roubo qualificado, cuja pena pode chegar a 15 anos de reclusão.

Leia mais:  5 IDEIAS PARA USAR SUA BLUSA TRANSPARENTE

O mandado judicial foi expedido 9ª Vara da Justiça Federa em Curitiba/PR.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana