conecte-se conosco

Esportes

Paraná Clube já usou 34 jogadores nesta temporada

Publicado

Tribuna Paraná

Uma ‘rotina’ do Paraná Clube está se repetindo em 2019. Até a última terça-feira (11), quando o Tricolor venceu o Operário pela Série B do Campeonato Brasileiro, foram utilizados 34 jogadores em 21 partidas desta temporada. O número comprova a reformulação que foi feita no elenco durante o ano, o que fica mais explícito quando se compara o time da estreia no Campeonato Paranaense com o da partida da terça – coincidentemente, ambas contra o Fantasma.

Em 20 de janeiro, o time de Ponta Grossa derrotou o Paraná por 1×0, gol de Dione. Treinada por Dado Cavalcanti, a equipe tricolor atuou com Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Fernando Timbó e Juninho; Luiz Otávio, Kadu e Higor Leite (Alesson); Andrey (Rodolfo), Keslley (Rodrigo Carioca) e Jenison.

Pela Série B, já com o comando de Matheus Costa, o Tricolor teve Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Juninho; Luiz Otávio, Luan (Jhonny Lucas) e Matheus Anjos (Ramon); João Pedro (Fernando Timbó), Jenison e Bruno Rodrigues.Apenas cinco jogadores se repetiram entre as duas escalações: o goleiro Thiago Rodrigues, o lateral-direito Éder Sciola, o zagueiro Eduardo Bauermann, o volante Luiz Otávio e o centroavante Jenison – além de Fernando Timbó, que começou em janeiro e entrou no finalzinho na terça. Destes, os três últimos tiveram momentos na reserva durante o ano, enquanto Thiago e Sciola estiveram a temporada inteira como titulares.

Leia mais:  Jogando em São Januário, Vasco vence o Guarani pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

Entre os 34 jogadores que atuaram pelo Paraná, cinco já foram embora. Andrey está jogando no sub-23 do Internacional, Jeferson Lima foi devolvido ao mesmo Inter, Higor Leite foi para o Londrina e Maicosuel foi dispensado. Outros, como Kadu, Keslley e Jhemerson, estão jogando no time de aspirantes. Marlyson se recupera de uma cirurgia. E o goleiro Filipe foi liberado sem ter atuado uma vez sequer.

Anos anteriores

Com reformulações e dispensas no decorrer das temporadas, o Paraná se habituou a usar um grande número de atletas a cada ano. Em 2018, foram 59 jogadores. Em 2017, ano do acesso à primeira divisão, foram 50, o mesmo número de 2016.

Confira a lista completa dos jogadores que atuaram pelo Tricolor neste ano:

21 jogos – Jenison (atacante)
19 jogos – Éder Sciola (lateral) e Rodolfo (zagueiro)
18 jogos – Alesson (meia)
17 jogos – Thiago Rodrigues (goleiro)
16 jogos – Guilherme Santos (lateral) e Luiz Otávio (volante)
14 jogos – Fernando Neto (meia)
12 jogos – Eduardo Bauermann (zagueiro), Itaqui (volante) e Higor Leite (meia)
10 jogos – Andrey (atacante)
9 jogos – Fernando Timbó (zagueiro) e Caio Rangel (atacante)
8 jogos – Matheus Anjos (meia) e Ramón (atacante)
7 jogos – Juninho (lateral), Keslley (atacante) e Rodrigo Carioca (atacante)
6 jogos – João Pedro (meia) e Maicosuel (meia)
5 jogos – Jeferson Lima (volante)
4 jogos – Leandro Almeida (zagueiro), Alisson (goleiro), Bruno Rodrigues (atacante), Sueliton (lateral) e Jhemerson (meia)
3 jogos – Luan (volante), Jean Lucas (meia) e Jhonny Lucas (volante)
2 jogos – Kadu (volante), Alejandro Márques (volante) e Marlyson (atacante)
1 jogo – Gabriel Pires (meia)

Leia mais:  Contratação: Atacante Hélio Borges reforça o Ceará até o fim de 2021

Comentários Facebook

Esportes

Furacão ganha do Cuiabá e respira fora do Z4

Publicado


Foi com emoção e muita raça! Em um duelo direto pelo Brasileirão, o Athletico venceu o Cuiabá por 1 a 0, nesta sexta-feira (3), e deu um salto na classificação. Pedro Rocha marcou o gol da vitória rubro-negra.

O resultado deixa o Furacão com 45 pontos, cinco à frente da zona de rebaixamento e a quatro do G8. O Rubro-Negro volta a campo já na próxima segunda-feira (6), contra o Palmeiras, novamente no Caldeirão.

O Jogo

O Furacão buscou o gol desde o apito inicial. Foram quatro boas chances nos primeiros minutos. Terans recebeu na entrada da área e chutou por cima do gol. Erick cabeceou com perigo e arriscou de longe. E Nikão mandou na rede pelo lado de fora.

A pressão prosseguiu com Léo Cittadini, que fez o goleiro do Cuiabá trabalhar, e Abner, que desviou para fora um cruzamento de Nikão.

O Cuiabá teve sua primeira boa chance aos 30′, em uma cabeçada de Jenison. Mas Santos estava lá para fazer grande defesa e mandar para escanteio.

Ainda na primeira etapa, o Athletico esteve perto de marcar em uma cabeçada de Pedro Henrique e em mais um chute de fora da área de Nikão. E depois do intervalo, seguiu levando perigo, em finalizações de Erick e Nikão.

  Fluminense leva gol de pênalti no fim e é superado pelo Grêmio

Leia mais:  Jogando em São Januário, Vasco vence o Guarani pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

Até que aos 12′ minutos veio o gol da vitória. Nikão recebeu na ponta direita e cruzou na pequena área. O passe procurava pela cabeça de Bissoli, mas o goleiro Walter saiu de soco e conseguiu desviar. Só que a bola ficou com Pedro Rocha, que encheu o pé. Bola na rede e o Furacão em vantagem!

A partir daí, o jogo ficou mais truncado, com poucas chances para os dois lados. O Cuiabá tentou correr atrás do empate, mas esbarrou na marcação do Athletico, que soube administrar o resultado até o apito final.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×0 Cuiabá
Campeonato Brasileiro 2021: 35ª rodada
Data: 03/11/2021 [sexta-feira]
Horário: 19h
Local: Estádio Joaquim Américo

Público pagante: 17.523
Público total: 18.795
Renda: R$ 328.470,00

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Éder Alexandre (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Quarto árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Athletico Paranaense: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nico Hernández (Guilherme Bissoli, no intervalo); Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Fernando Canesin, aos 26′ do 2º tempo) e Abner; Nikão, Pedro Rocha (José Ivaldo, aos 35′ do 2º tempo) e David Terans (Pedrinho, aos 35′ do 2º tempo)
Técnico: Alberto Valentim
Gol: Pedro Rocha, aos 12′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Nico Hernández, Fernando Canesin, David Terans e José Ivaldo

  Internacional leva a melhor com placar de 2 a 1 em clássico contra o Grêmio

Leia mais:  Flamengo encerra preparação para enfrentar o Bragantino, pelo Brasileiro

Cuiabá: Walter; João Lucas, Marllon (Uillian Correia, aos 40′ do 2º tempo), Paulão e Uendel; Camilo, Rafael Gava (Yuri, aos 21′ do 2º tempo) e Pepê (Yejus Cabrera, aos 17′ do 2º tempo); Felipe Marques, Max (Clayson, aos 17′ do 2º tempo) e Jenison (Elton, aos 17′ do 2º tempo)
Técnico: Jorginho
Cartões amarelos: Walter, Marllon, João Lucas, Rafael Gava, Clayson e Elton
Cartão vermelho: Clayson, aos 49′ do segundo tempo

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

fonte: https://www.athletico.com.br/resumo_do_jogo/finca-o-pe-na-vitoria-furacao/

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana