conecte-se conosco

Esportes

Palmeiras supera ituano em casa e avança à semi do paulista

Publicado


O Palmeiras recebeu a equipe do Ituano na noite desta quarta-feira (23), no Allianz Parque, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, e derrotou seu adversário pelo placar de 2 a 0: gols de Raphael Veiga, de pênalti, logo no primeiro minuto de jogo, e de Rony, aos 9 da etapa final. Com isso, o Alviverde alcançou a etapa semifinal do Paulista pelo nono ano seguido.

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

Agora o Verdão aguarda os jogos restantes das quartas de final para conhecer seu adversário na próxima fase eliminatória (será o dono da quarta melhor campanha do torneio após o fechamento das quartas – neste caso, podendo ser o Bragantino ou o Guarani, caso este elimine o Corinthians na quinta-feira).

Campeão da edição de 2020, sobre o Corinthians, e vice na edição passada, o Palmeiras, desde 2014, chegou – no mínimo – nas semifinais da competição estadual. Em 2014, duelou a semi com o Ituano (campeão daquela edição); em 2015, chegou à final e enfrentou o Santos (foi vice nos pênaltis); em 2016, enfrentou novamente o Santos, mas desta vez na semifinal e saiu nos pênaltis; em 2017, encarou a Ponte Preta na semifinal; em 2018, foi finalista e enfrentou o Corinthians; e em 2019 se despediu na semifinal contra o São Paulo, nos penais.

Vale lembrar que a campanha do Palmeiras até aqui vem sendo irretocável neste Estadual. Após fechar a 12ª e última rodada da fase de grupos com empate contra o Bragantino, fora de casa (1 a 1), o Palmeiras somou 30 pontos e encerrou sua participação nesta etapa do certame como o novo recordista em número de pontos alcançados por um time na primeira fase do Paulista desde que possui este formato (2017 em diante). Até então, a pontuação máxima de uma equipe na fase preliminar havia sido de 27.

Além da melhor campanha em pontos (30), o Maior Campeão do Brasil encerrou a primeira fase do Paulista 2022 como detentor de outros recordes: detém o maior número de vitórias (nove), a defesa menos vazada (três gols sofridos) e o melhor saldo de gols da competição (14).

Aliás, o fato de ter consumado a melhor defesa da fase de grupos na edição de 2022 (três gols sofridos) fez com que o Palmeiras atingisse este feito em cinco das últimas seis edições, pois, desde 2017, apenas em 2021 o Verdão não encerrou a primeira fase como dono da melhor defesa considerando os 12 primeiros jogos da fase de grupos, na qual todas as equipes possuem o mesmo número de partidas.

  Palmeiras se reapresenta com treino coletivo após vitória na estreia do Paulista

Leia mais:  #AmémAmémAmém – Com três de Róger Guedes, Corinthians vence Avaí por 3 a 0 pelo Brasileirão 2022

E não é só no Paulistão. Na temporada, de forma geral, o Maior Campeão do Brasil está invicto: 11 vitórias e quatro empates – as partidas da Copa do Mundo de Clubes da FIFA 2021 não entram na conta, pois eram referentes à temporada passada. Nos últimos 22 jogos, houve apenas uma derrota, além de 15 vitórias e seis empates.

Contra o Ituano, especificamente, o Verdão chegou a sua quarta vitória seguida pela primeira vez desde 2006 (na ocasião, entre 1998 e 2006, o Palmeiras venceu cinco seguidas contra o Rubro-Negro). Aquelas cinco vitórias, inclusive, são o recorde de triunfos seguidos do confronto, ao lado de outra série imposta pelo Alviverde entre 1992 e 1994 (já o máximo de vezes que o Ituano superou o Maior Campeão do Brasil de forma seguida foram duas vitórias, em duas ocasiões: 1985 a 1990 e 2006 a 2007).

Na casa do Palmeiras, independentemente do formato que o atual Allianz Parque (inaugurado em 2014) já possuiu outrora, esta foi a décima vez que o Verdão recebeu o Ituano e está invicto! Nos dez duelos, foram nove vitórias e um empate (marcou 20 gols e sofreu apenas oito no local).

Destes dez jogos disputados, oito foram no antigo formato “Jardim Suspenso”, enquanto apenas dois foram disputados na atual configuração que a arena possui (o desta noite e um outro, pelo Paulista de 2019, vitória do Verdão por 3 a 2). Todos os jogos em que o Palmeiras recebeu o Ituano em seu estádio foram válidos pelo Estadual.

De quebra, o Palmeiras reforçou os números avassaladores que vem acumulando em sua casa na temporada 2022, que já são os melhores em termos de aproveitamento: 100%. O Verdão venceu os oito jogos que disputou na arena neste ano, marcou 13 gols e sofreu apenas um!

O segundo melhor aproveitamento de pontos em uma temporada na arena é de 74%, em 2017 (20 vitórias e cinco empates em 29 jogos); já o segundo melhor percentual de vitórias pertence às temporadas de 2017 e de 2019, empatadas (69% – 2017 registrou 20 triunfos dos 29 disputados e 2019, 18 vitórias de 26 jogos).

Já a segunda menor média de gols sofridos é de 0,46 gol sofrido por jogo, em 2019 (12 gols sofridos nas 26 partidas que disputou) – a média atual é de 0,12 (um gol sofrido em oito partidas). E, por fim, a segunda menor quantidade de gols sofridos pelo Palmeiras na arena, em números absolutos em uma mesma temporada, foi de três bolas na rede, em 2014 (entretanto, o Verdão disputou apenas duas partidas naquele ano na arena, que aliás, foi a temporada inaugural do novo Allianz Parque).

  Luxemburgo analisa 1 a 1 com Grêmio e já mira duelo pela Libertadores: ‘Jogo importante’

Leia mais:  Coritiba pouco mudou e diretoria segue motivada mesmo com início irregular

Individualmente, destaque para Dudu, que chegou à sua vitória de número 200 pelo Verdão. Marca só atingida por outros 23 nomes em 107 anos da história da agremiação palestrina. Dudu possui uma série de outros recordes no Verdão, como a de ser o recordista de partidas no Allianz Parque (inaugurado em 2014), palco do duelo desta noite, com 149 jogos, o que mais venceu (106 vitórias), o que mais fez gols (36) e o que mais assistências concedeu no local (37).

O destaque individual não ficou por conta só de Dudu. Dentro de campo, impossível deixar de destacar a estrela de Raphael Veiga, que reforçou ainda mais a estatística de jamais ter desperdiçado uma penalidade pelo Verdão. Agora, são 21 ao todo (19 em tempo regulamentar e dois em decisão por penais). Neste século, inclusive, com seus 19 gols de pênalti em tempo regulamentar, ele já é o número um dentre os que mais balançaram as redes desta forma durante os 90 minutos, seguido de Edmundo, com 14 (ou seja, considerando apenas a segunda passagem do Animal – Século XXI).

E desde 1990, período em que o Departamento de História do Palmeiras contabiliza e tem controle desta estatística, estes 19 tentos de penal em tempo regulamentar o colocam como o terceiro maior goleador de pênalti da história do clube, ao lado de Edmundo (a quem igualou hoje), e atrás só de Chiqui Arce, com 28, e Evair, com 32.

De quebra, Veiga chegou à expressiva marca de 50 gols pelo Verdão. Na lista do top 100 de jogadores com mais gols na história do clube, agora ele ocupa a 59ª posição, igualando o craque Djalminha no posto.

E não foram só os jogadores. Acostumado a vencer, Abel Ferreira disputou 24ª partida decisiva no Verdão, chegando a 17 vitórias em jogos de mata-mata (ou seja, avanço de fase ou título), contra apenas sete vezes em que foi derrotado (ficando com o vice, quarto lugar ou pelo caminho).

PALMEIRAS: Marcelo Lomba; Murilo, Jailson e Piquerez; Marcos Rocha, Danilo (Breno Lopes 39’/2ºT), Zé Rafael e Gustavo Scarpa (Wesley, 29’/2ºT); Dudu (Gabriel Veron 36’/2ºT), Raphael Veiga (Atuesta, 29’/2ºT) e Rony (Rafael Navarro, 36’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

Cartão amarelo (SEP): Breno Lopes

GOLS: Raphael Veiga (pênalti) aos 2 mi do 1ºT (1-0); e Rony aos 9 min do 2ºT (2-0).

fonte: https://www.palmeiras.com.br/noticias/palmeiras-supera-ituano-em-casa-e-avanca-a-semi-do-paulista-pela-9a-vez-seguida/

Comentários Facebook

Esportes

Inter larga em desvantagem nas oitavas da CONMEBOL Sul-Americana

Publicado

Fora de casa, o Colorado foi superado pelo Colo-Colo-CHI, nesta noite de terça-feira (28/06), na partida de ida das oitavas de final da CONMEBOL Sul-Americana. Lucero e Solari marcaram os gols da vitória de 2 a 0 do time da casa, que fez valer o fator local para largar em vantagem no embate eliminatório.

+ Confira a galeria de fotos da partida;

O Inter voltará a campo no próximo sábado (02/07), às 19h, pelo Brasileirão. Fora de casa, o time de Mano Menezes enfrentará o Ceará em duelo da 14ª rodada do Nacional. Já o confronto de volta contra os chilenos está marcado para a terça-feira que vem (05/07), no Beira-Rio, às 21h30. Contamos com teu apoio na luta pela classificação!

Apoio da torcida será fundamental na semana que vem/Foto: Ricardo Duarte

Começo movimentado

Os chilenos demonstraram sua simpatia pelos escapes em velocidade ainda no primeiro minuto, quando Solari recebeu com espaço na área colorada e finalizou por baixo. Sem rebote, Daniel defendeu. Pouco depois, quem interceptou chegadas rivais pela direita foi Mercado, preciso para travar Lucero aos quatro e aos seis.

Daniel voltou a trabalhar aos sete, diante de cabeceio de Pávez. O rival teve espaço para finalizar, mas não desviou com força. Servido por Heitor, Johnny respondeu segundos mais tarde, quando seu canhotaço morreu nos braços de Cortés. O escape do volante incendiou o Inter, que quase abriu a conta aos nove. Acionado por Alan, Pedro Henrique mandou uma bomba que passou de Cortés, mas explodiu no poste.

Pedro Henrique quase abriu o placar no começo de jogo/Foto: Ricardo Duarte

Postergando o movimentado início de confronto, Lucero abriu o placar aos 12 e quase ampliou nos minutos 16 e 17. Frente ao bom momento do adversário, o Inter tratou, primeiro, de equilibrar a posse de bola. Depois, voltou a assustar com Alan, que apareceu nas costas de Alemão, recebeu o pivô do centroavante e só não empatou por corte decisivo da marcação rival. Já atrás, Mercado seguiu com desarmes importantes para conter o ímpeto local.


Erros de passe, polêmica de arbitragem

Se o primeiro tempo foi inaugurado com jogo bastante aberto, o recomeço de partida correu muito mais truncado, e o roteiro favoreceu o Colo-Colo, que marcou o seu aos nove. Após grande confusão na intermediária de ataque mandante, Solari invadiu a área vermelha e finalizou rasteiro para anotar o segundo chileno.

Leia mais:  Coritiba pouco mudou e diretoria segue motivada mesmo com início irregular
Segundo tempo foi bastante truncado/Foto: Ricardo Duarte

Daí em diante, os erros de passe roubaram os holofotes do embate, que tinha o 2 a 0 encaminhado como resultado final até os 43, instante em que Estêvão descontou para o Inter. Inicialmente confirmado, o lance foi anulado após longa consulta do árbitro ao VAR. Na próxima terça-feira (05/07), o Clube do Povo contará com o apoio de sua torcida para reverter a desvantagem e buscar a classificação às quartas da América.


Primeiro tempo

1min – Solari recebe de Leo Gil e chuta por baixo. Daniel encaixa.

6min – Falcon, de cabeça, serve Pávez, que tem espaço em frente ao gol vermelho. Sem força, porém, ele manda nos braços de Daniel.

7min – Valeu, Johnny! Da entrada da área, volante arrisca de perna canhota. Goleiro encaixa.

9min – NA TRAAAAAAAAAAAAAVE! Alan Patrick estica jogo para Pedro Henrique, que domina na quina esquerda da grande área, corta para dentro e solta a bomba. Ela passa do goleiro, mas explode no poste chileno.

12min – Lucero recebe de Costa e abre o placar para os donos da casa.

16min – Pela direita da área colorada, Solari finaliza cruzado e rasteiro. A bola passa em frente a Daniel e fica longa para Lucero, saindo pela linha de fundo. Árbitro indicou escanteio.

16min – Amarelo para Gabriel.

17min – Após escanteio cobrado na primeira trave, Lucero fica com a posse na esquerda da pequena área do Inter e tenta de bicicleta. Mandou para fora.

27min – Com dores, Renê deixa o campo. Entra Moisés.

30min – TIIIIIIIIIRA A ZAGA! Alemão ganha da marcação no corpo e deixa para Alan Patrick, que invade a área e arrisca de perna direita. No limite, rival consegue o corte.

33min – Costa, pela esquerda, chega até as cercanias da pequena área colorada e tenta de canhota. Forte, ela sai em tiro de meta.

Leia mais:  #AmémAmémAmém – Com três de Róger Guedes, Corinthians vence Avaí por 3 a 0 pelo Brasileirão 2022

41min – MERCAAAAADO! Costa cruza bola muito perigosa da esquerda, e zagueiro colorado aparece no momento decisivo para afastar.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

47min – Intervalo em Santiago.


Segundo tempo

0min – Inter volta com Moledo em campo. Heitor deixa o campo.

1min – Pedro Henrique recebe na ponta-esquerda, finta em cima do marcador e cruza bola fechada. Goleiro encaixa.

9min – Solari amplia para os donos da casa.

16min – Fuentes recebe o cartão.

17min – Duas trocas no Inter: David e Mauricio substituem Alan Patrick e Gabriel.

18min – Colo-Colo assusta no contra-ataque. Lançado, Gil chuta com desvio em Mercado, e a bola sai em escanteio.

24min – Lucero impede contra-ataque do Inter. Falta e amarelo apresentados.

28min – Fuentes sai de maca e é substituído por Pizarro.

31min – Estêvão completa as trocas no Clube do Povo. Pedro Henrique deixa o campo.

35min – De voleio, Gil quase marca o terceiro do Cacique.

40min – UHH! De fora da área, Mauricio arrisca de perna canhota. Levou perigo, mas saiu ao lado.

42min – Estêvão desconta para o Inter.

47min – Após longa consulta ao VAR, árbitro anula o gol colorado. Indicou infração na origem da jogada.

47min – Por reclamação, Mauricio leva o amarelo.

48min – Gutiérrez vem a campo no lugar de Solari.

49min – Mais cinco.

54min – Partida encerrada.


Ficha técnica:

Colo-Colo (2): Cortés; Opazo, Falcon, Zaldivia e Suazo; Fuentes (Pizarro), Leonardo Gil e Pavez; Solari (Gutiérrez), Lucero e Costa. Técnico: Gustavo Quinteros.

Internacional (0): Daniel; Heitor (Rodrigo Moledo), Mercado, Vitão e Renê (Moisés); Gabriel (Mauricio), Johnny, Edenilson, Alan Patrick (David) e Pedro Henrique (Estêvão); Alemão. Técnico: Mano Menezes.

Gols: Lucero, aos 12’/1ºT, e Solari, aos 9’/2ºT (C).

Cartões amarelos: Fuentes e Lucero (C). Gabriel e Mauricio (I).

Arbitragem: Patricio Loustau, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Facundo Rodrigues. Quarto árbitro: Fernando Echenique. VAR: German Delfino.

Estádio: Monumental David Arellano-CHI.

fonte: https://internacional.com.br/noticias/cronica-colo-colo-chi-x-internacional-oitavas-de-final-conmebol-sul-americana

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana