conecte-se conosco

Geral

“Não conseguirão nos calar” afirma Taques sobre decisão do TRE

Publicado

Governador segue dialogando com eleitores nas redes

O governador Pedro Taques (PSDB) usou suas redes sociais para se manifestar sobre a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), determinando retirada de quatro vídeos da sua página no Facebook, por serem classificados como de cunho eleitoral.

pedro taques

 Governador segue dialogando com eleitores nas redes

A ação proposta pelo Partido da República (PR), alega que Taques retirou as publicações institucionais do site do Governo, produzidas às custas do erário, mas divulgou o conteúdo em rede social disponíveis para o público acessar.

O governador rebateu afirmando que os adversários não conseguirão calar sua voz.

“Eles não conseguirão nos calar. Ao invés de se preocuparem em criar e manter canais de diálogo e participação, a exemplo do que eu faço ininterruptamente desde que virei político no ano de 2010, pré-candidatos ao Governo do Estado trabalham para me calar. Mas, repito: eles não conseguirão”, diz trecho da publicação.

O tucano admite, na publicação, um grande número de visualizações em um dos vídeos, mas alega que isso é fruto do trabalho feito durante toda a gestão usando as mídias para propagar informações e melhorar o trabalho.

Leia mais:  Gracyanne Barbosa diz estar proibida de engravidar: “cláusula de contrato”

“Estão corretos ao citar que tenho 2,9 mil visualizações em uma única postagem no Face e que minha página tem mais de 160 mil curtidas. Mas não mencionam que, se hoje sou o político com mais seguidores em Mato Grosso, é porque utilizo as redes sociais como uma ferramenta de trabalho, de inclusão e aprimoramento das nossas ações”, informa a postagem.

Nessa linha, Taques aproveitou para cutucar os adversários, sem citar nomes, uma vez que começaram a usar ou retornaram para as redes sociais recentemente.

“Acredito que a atividade política se faz todos os dias e assim eu me comporto na internet. Não apaguei meu perfil ou abandonei meus seguidores logo depois da eleição. Dou a minha cara a tapa todos os dias, abordando os bons e os momentos delicados, sempre com transparência”, divulgou.

 

Fonte: Hiper Notícias – DANNA BELLE

Comentários Facebook

Geral

Eleições 2022: Ratinho Junior anuncia primeiras mudanças no secretariado

Publicado

Arquivo/Rodrigo Félix Leal/AEn

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), anunciou nesta quarta-feira (12) as primeiras mudanças no secretariado de olho nas Eleições de 2022. As trocas serão efetivadas na próxima segunda-feira (17).

O atual secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD), deixará o cargo para retomar o mandato como deputado estadual. Ele deve se lançar candidato à reeleição, ou concorrer à Câmara dos Deputados ou Senado Federal.

O posto dele será ocupado pelo atual secretário João Carlos Ortega, que chefiava a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. A pasta agora será conduzida pelo ex-prefeito de Pato Branco Augustinho Zucchi (Podemos).

Outra mudança é na Chefia de Gabinete, que passará a ser conduzida pelo ex-presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) Darlan Scalco (PSDB). O atual chefe, Daniel Villas Bôas, assume a Superintendência de Relações Institucionais.

Sem mencionar as Eleições 2022, o governador Ratinho Junior afirmou que o objetivo das mudanças é reforçar o atendimento aos municípios e fortalecer o diálogo com o terceiro setor, o empresariado e com os outros órgãos.

Leia mais:  A crise social do mundo do trabalho

“Tenho plena confiança em cada pessoa que assume esses cargos. Fizeram excelentes trabalhos em seus postos anteriores”, disse ele, por meio da Agência Estadual de Notícias.

Outras mudanças são esperadas nas próximas semanas. O prazo limite para que os futuros candidatos às Eleições 2022 se afastem de cargos públicos é dia 1º de abril, seis meses antes do pleito.

Na lista de futuros candidatos estão os também secretários estaduais Ney Leprevost (Justiça e Família), Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) e Beto Preto (Saúde).

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana