conecte-se conosco

Esportes

Na estreia, Atlético PR fica no empate sem gol

Publicado


Um ponto fora de casa na estreia na CONMEBOL Libertadores.

O Athletico dominou o Caracas, nesta terça-feira (5), na Venezuela, mas não conseguiu balançar as redes do Estádio Olímpico da UCV. O empate em 0 a 0 abriu a disputa do Grupo B. The Strongest e Libertad completam a rodada na quinta-feira (7), na Bolívia.

A próxima partida do Furacão na competição continental está marcada para a quinta-feira da semana que vem (14). O adversário será o The Strongest, às 19h, no Caldeirão.

Antes, o Rubro-Negro fará outra estreia na temporada, agora pelo Brasileirão. No domingo (10), o time athleticano encara o São Paulo, no Morumbi.

O Jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Athletico teve o controle da partida desde o começo e as chances de gol não demoraram para aparecer. A primeira finalização foi do estreante Orejuela, aos 3′, dando trabalho ao goleiro do Caracas.

O Furacão seguiu atacando. Pela esquerda, Tomás Cuello era uma ameaça constante à defesa do time da casa. Aos 4′, ele acionou Pablo, que rolou para Terans bater em cima do goleiro. Logo depois, em mais uma tabela com Pablo, cruzou com perigo e zaga afastou.

O ataque rubro-negro ia envolvendo o sistema defensivo do adversário. Aos 12′, Pablo tocou de calcanhar para Marcelo e o goleiro Baroja fez mais uma defesa. No rebote, Cuello chutou travado.

  António Oliveira: A carreira como jogador, as experiências pelo mundo e o futuro no Furacão

Leia mais:  Judocas de Umuarama ficam em 3º lugar no Campeonato Paranaense de Judô

O Caracas só se arriscava nos contra-ataques, mas encontrava Bento sempre atento na meta rubro-negra. E o Furacão também passou a arriscar chutes de longa distância, com Terans e Marcelo.

Ainda na primeira etapa, o Athletico chegou em mais duas boas jogadas. Primeiro, Cuello cruzou na pequena área e a zaga cortou. Terans pegou a sobra e bateu firme, mas Baroja espalmou de novo. Em seguida, Lucas Halter tocou para Pablo, que acertou um lindo passe para Terans. O uruguaio chegou chutando de primeira e mandou para fora.

O segundo tempo seguiu na mesma toada, com o Athletico pressionando o adversário. Em cruzamento de Orejuela, Marcelo bateu na rede pelo lado de fora. E em uma cobrança de falta na entrada da área, Terans bateu com categoria e Baroja salvou mais uma vez.

O goleiro do Caracas foi se transformando no grande nome da partida. Aos 17′ e aos 33′ ele defendeu dois bons chutes de Christian de fora da área. Entre eles, o Athletico também chegou com Terans, em um chute que a zaga travou no último instante.

  Equipe do Athletico PR trabalham aspectos ofensivos

Leia mais:  Paraná Clube não pensa em trazer mais reforços pra Série B

Terans voltou a finalizar com perigo após um cruzamento de Vitor Bueno. E no último lance da partida, Bento garantiu o ponto para o Athletico ao defender um chute de Akinyoola, no último contra-ataque da equipe local.

Ficha técnica: Caracas 0x0 Athletico Paranaense
CONMEBOL Libertadores 2022: Grupo B – 1ª rodada
Data: 05/04/2022
Horário: 19h15 (Brasília)
Local: Estádio Olímpico da UCV, em Caracas (Venezuela)

Árbitro: Andrés Rojas (Colômbia)
Assistentes: Sebastián Vela (Colômbia) e David Fuentes (Colômbia)
Quarto árbitro: Michael Espinoza (Peru)

Caracas: Baroja; Fereira, Rivero, Quijada e Notaroberto; Castillo e Suárez; Bonsu (Rodríguez, aos 36′ do 2º tempo), Ramírez (González, aos 25′ do 2º tempo) e Guarirapa (Ovando, aos 40′ do 2º tempo); Akinyoola
Técnico: Francesco Stifano
Cartão amarelo: Notaroberto

Athletico Paranaense: Bento; Orejuela (Khellven, aos 24′ do 2º tempo), Pedro Henrique, Lucas Halter e Abner; Christian (Rômulo, aos 39′ do 2º tempo), Hugo Moura e David Terans; Marcelo Cirino, Pablo (Marlos, aos 15′ do 2º tempo) e Tomás Cuello (Vitor Bueno, aos 24′ do 2º tempo)
Técnico: Alberto Valentim
Cartão amarelo: Hugo Moura

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

Comentários Facebook

Esportes

Inter larga em desvantagem nas oitavas da CONMEBOL Sul-Americana

Publicado

Fora de casa, o Colorado foi superado pelo Colo-Colo-CHI, nesta noite de terça-feira (28/06), na partida de ida das oitavas de final da CONMEBOL Sul-Americana. Lucero e Solari marcaram os gols da vitória de 2 a 0 do time da casa, que fez valer o fator local para largar em vantagem no embate eliminatório.

+ Confira a galeria de fotos da partida;

O Inter voltará a campo no próximo sábado (02/07), às 19h, pelo Brasileirão. Fora de casa, o time de Mano Menezes enfrentará o Ceará em duelo da 14ª rodada do Nacional. Já o confronto de volta contra os chilenos está marcado para a terça-feira que vem (05/07), no Beira-Rio, às 21h30. Contamos com teu apoio na luta pela classificação!

Apoio da torcida será fundamental na semana que vem/Foto: Ricardo Duarte

Começo movimentado

Os chilenos demonstraram sua simpatia pelos escapes em velocidade ainda no primeiro minuto, quando Solari recebeu com espaço na área colorada e finalizou por baixo. Sem rebote, Daniel defendeu. Pouco depois, quem interceptou chegadas rivais pela direita foi Mercado, preciso para travar Lucero aos quatro e aos seis.

Daniel voltou a trabalhar aos sete, diante de cabeceio de Pávez. O rival teve espaço para finalizar, mas não desviou com força. Servido por Heitor, Johnny respondeu segundos mais tarde, quando seu canhotaço morreu nos braços de Cortés. O escape do volante incendiou o Inter, que quase abriu a conta aos nove. Acionado por Alan, Pedro Henrique mandou uma bomba que passou de Cortés, mas explodiu no poste.

Pedro Henrique quase abriu o placar no começo de jogo/Foto: Ricardo Duarte

Postergando o movimentado início de confronto, Lucero abriu o placar aos 12 e quase ampliou nos minutos 16 e 17. Frente ao bom momento do adversário, o Inter tratou, primeiro, de equilibrar a posse de bola. Depois, voltou a assustar com Alan, que apareceu nas costas de Alemão, recebeu o pivô do centroavante e só não empatou por corte decisivo da marcação rival. Já atrás, Mercado seguiu com desarmes importantes para conter o ímpeto local.


Erros de passe, polêmica de arbitragem

Se o primeiro tempo foi inaugurado com jogo bastante aberto, o recomeço de partida correu muito mais truncado, e o roteiro favoreceu o Colo-Colo, que marcou o seu aos nove. Após grande confusão na intermediária de ataque mandante, Solari invadiu a área vermelha e finalizou rasteiro para anotar o segundo chileno.

Leia mais:  Judocas de Umuarama ficam em 3º lugar no Campeonato Paranaense de Judô
Segundo tempo foi bastante truncado/Foto: Ricardo Duarte

Daí em diante, os erros de passe roubaram os holofotes do embate, que tinha o 2 a 0 encaminhado como resultado final até os 43, instante em que Estêvão descontou para o Inter. Inicialmente confirmado, o lance foi anulado após longa consulta do árbitro ao VAR. Na próxima terça-feira (05/07), o Clube do Povo contará com o apoio de sua torcida para reverter a desvantagem e buscar a classificação às quartas da América.


Primeiro tempo

1min – Solari recebe de Leo Gil e chuta por baixo. Daniel encaixa.

6min – Falcon, de cabeça, serve Pávez, que tem espaço em frente ao gol vermelho. Sem força, porém, ele manda nos braços de Daniel.

7min – Valeu, Johnny! Da entrada da área, volante arrisca de perna canhota. Goleiro encaixa.

9min – NA TRAAAAAAAAAAAAAVE! Alan Patrick estica jogo para Pedro Henrique, que domina na quina esquerda da grande área, corta para dentro e solta a bomba. Ela passa do goleiro, mas explode no poste chileno.

12min – Lucero recebe de Costa e abre o placar para os donos da casa.

16min – Pela direita da área colorada, Solari finaliza cruzado e rasteiro. A bola passa em frente a Daniel e fica longa para Lucero, saindo pela linha de fundo. Árbitro indicou escanteio.

16min – Amarelo para Gabriel.

17min – Após escanteio cobrado na primeira trave, Lucero fica com a posse na esquerda da pequena área do Inter e tenta de bicicleta. Mandou para fora.

27min – Com dores, Renê deixa o campo. Entra Moisés.

30min – TIIIIIIIIIRA A ZAGA! Alemão ganha da marcação no corpo e deixa para Alan Patrick, que invade a área e arrisca de perna direita. No limite, rival consegue o corte.

33min – Costa, pela esquerda, chega até as cercanias da pequena área colorada e tenta de canhota. Forte, ela sai em tiro de meta.

Leia mais:  Fluminense derrota o Junior Barranquilla-COL

41min – MERCAAAAADO! Costa cruza bola muito perigosa da esquerda, e zagueiro colorado aparece no momento decisivo para afastar.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

47min – Intervalo em Santiago.


Segundo tempo

0min – Inter volta com Moledo em campo. Heitor deixa o campo.

1min – Pedro Henrique recebe na ponta-esquerda, finta em cima do marcador e cruza bola fechada. Goleiro encaixa.

9min – Solari amplia para os donos da casa.

16min – Fuentes recebe o cartão.

17min – Duas trocas no Inter: David e Mauricio substituem Alan Patrick e Gabriel.

18min – Colo-Colo assusta no contra-ataque. Lançado, Gil chuta com desvio em Mercado, e a bola sai em escanteio.

24min – Lucero impede contra-ataque do Inter. Falta e amarelo apresentados.

28min – Fuentes sai de maca e é substituído por Pizarro.

31min – Estêvão completa as trocas no Clube do Povo. Pedro Henrique deixa o campo.

35min – De voleio, Gil quase marca o terceiro do Cacique.

40min – UHH! De fora da área, Mauricio arrisca de perna canhota. Levou perigo, mas saiu ao lado.

42min – Estêvão desconta para o Inter.

47min – Após longa consulta ao VAR, árbitro anula o gol colorado. Indicou infração na origem da jogada.

47min – Por reclamação, Mauricio leva o amarelo.

48min – Gutiérrez vem a campo no lugar de Solari.

49min – Mais cinco.

54min – Partida encerrada.


Ficha técnica:

Colo-Colo (2): Cortés; Opazo, Falcon, Zaldivia e Suazo; Fuentes (Pizarro), Leonardo Gil e Pavez; Solari (Gutiérrez), Lucero e Costa. Técnico: Gustavo Quinteros.

Internacional (0): Daniel; Heitor (Rodrigo Moledo), Mercado, Vitão e Renê (Moisés); Gabriel (Mauricio), Johnny, Edenilson, Alan Patrick (David) e Pedro Henrique (Estêvão); Alemão. Técnico: Mano Menezes.

Gols: Lucero, aos 12’/1ºT, e Solari, aos 9’/2ºT (C).

Cartões amarelos: Fuentes e Lucero (C). Gabriel e Mauricio (I).

Arbitragem: Patricio Loustau, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Facundo Rodrigues. Quarto árbitro: Fernando Echenique. VAR: German Delfino.

Estádio: Monumental David Arellano-CHI.

fonte: https://internacional.com.br/noticias/cronica-colo-colo-chi-x-internacional-oitavas-de-final-conmebol-sul-americana

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana