conecte-se conosco

Região Oeste

MP denuncia três pessoas por desvio de dinheiro de ingressos da Fartal 2016

Publicado

Por RPC Foz do Iguaçu

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou três pessoas por desvio de dinheiro de ingressos da Feira de Artesanato e Alimentos (Fartal) realizada em 2016, em Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná.

Na edição do evento, o ingresso cobrado custava R$ 3, Conforme a Fundação Cultural, em 2016, foram arrecadados cerca de R$ 90 mil com a venda das entradas no evento, mas, deste montante, R$ 24,1 mil nunca foram repassados à conta do município.

De acordo com a denúncia do MP, documentos apresentados pela Fundação Cultural comprovaram a diferença no caixa.

Além disso, a promotoria afirma que, nos depoimentos dos envolvidos, não foi apresentada nenhuma justificativa aceitável para a diferença entre o dinheiro arrecadado e o montante recebido pelos caixas municipais.

Foram denunciadas por apropriação de bem público a auxiliar contábil, Délia Gonçalves, a ex-diretora da Fundação Cultural, Rosli de Souza da Rocha e a ex-diretora financeira Marcia Elisa Capoani.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou três pessoas por desvio de dinheiro de ingressos da Feira de Artesanato e Alimentos (Fartal) realizada em 2016, em Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná.

Leia mais:  Contrabandistas de cigarro usam fumaça para despistar policiais

Na edição do evento, o ingresso cobrado custava R$ 3, Conforme a Fundação Cultural, em 2016, foram arrecadados cerca de R$ 90 mil com a venda das entradas no evento, mas, deste montante, R$ 24,1 mil nunca foram repassados à conta do município.

De acordo com a denúncia do MP, documentos apresentados pela Fundação Cultural comprovaram a diferença no caixa.

Além disso, a promotoria afirma que, nos depoimentos dos envolvidos, não foi apresentada nenhuma justificativa aceitável para a diferença entre o dinheiro arrecadado e o montante recebido pelos caixas municipais.

Foram denunciadas por apropriação de bem público a auxiliar contábil, Délia Gonçalves, a ex-diretora da Fundação Cultural, Rosli de Souza da Rocha e a ex-diretora financeira Marcia Elisa Capoani.

Uma ação civil também foi ajuizada contra elas por improbidade administrativa, que é quando um agente público age de forma desonesta e desleal no cumprimento das funções.

A ex-diretora financeira Marcia Capoani afirmou que não tinha acesso ao dinheiro do evento.

Rosli de Souza da Rocha disse disse que já deu explicações ao Ministério Público de que não houve inconsistência nas contas.

Leia mais:  Incêndio destrói barracão de materiais recicláveis em Toledo

Délia Gonçalves informou que prestou esclarecimentos ao MP sobre o caso e disse que ainda não tomou conhecimento da denúncia.

Comentários Facebook

Região Oeste

Prefeitura e Câmara debatem início das atividades do programa Foz Conhecendo Foz

Publicado

O Executivo e o Legislativo municipal debateram a efetivação do programa Foz Conhecendo Foz, uma ação estratégica que visa fortalecer o turismo, gerar renda e emprego para centenas de trabalhadores afetados pela pandemia da Covid-19.

A reunião foi realizada na tarde de quarta-feira, 6 de janeiro, com a presença do vice-prefeito, Delegado Francisco Sampaio e da vereadora Anice Gazzaoui, presidente da Comissão de Turismo da Câmara e idealizadora do programa.

Também participaram da reunião o Secretário de Turismo, Paulo Angeli; a diretora de gabinete, Elaine Anderli; o presidente da LIGUIA (Liga Independente dos Guias de Turismo de Foz do Iguaçu), Carlos Alberto; o presidente da COOTRAFOZ, Vitalino Capeletto; e o presidente do SINPROVET (Sindicato dos Motoristas de Vans Escolares) Eudes Maurício Guiotto.

“Definimos alguns encaminhamentos de como será a parte operacional. O Programa terá início no dia 16 de janeiro às 09h da manhã com o primeiro start. Houve o cadastramento e com essas definições o programa entrará em operação”, explicou a vereadora.

“Essa iniciativa da Câmara, acatada pelo prefeito Chico Brasileiro, vai ajudar estes profissionais que tanto sofreram com a pandemia. Nosso objetivo é auxiliar essas pessoas, gerando emprego e renda e contribuindo com a retomada do turismo”, afirmou o vice-prefeito, Francisco Sampaio.

Leia mais:  Acidente envolvendo carro da Polícia Rodoviária Estadual deixa uma mulher morta e dois feridos

Inscrições

As inscrições para os profissionais seguem abertas e podem ser feitas na sede da Prefeitura, na Praça Getúlio Vargas, nº 280, Centro, no horário das 8h30 às 14h. Até o momento 116 profissionais do transporte escolar e 167 guias de turismo estão cadastrados.

O programa tem o objetivo de proporcionar, exclusivamente aos moradores de Foz do Iguaçu, visita aos atrativos turísticos. A ideia é contemplar quase mil profissionais do turismo e do transporte escolar que farão os passeios com a população local. A ação conta com auxílio da Secretaria Municipal de Turismo, responsável pela implantação do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana