conecte-se conosco

Esportes

Coritiba vive clima tenso às vésperas de jogo decisivo

Publicado

Tribuna Paraná-Luiz Ferraz

Resultados ruins, atuações irregulares e um ambiente que não é dos melhores. O Coritiba tem enfrentado seu momento mais delicado na temporada neste início da Série B do Campeonato Brasileiro. Sem conseguir uma sequência de boas apresentações até agora, o time vai entrar em campo pressionado amanhã, às 19h15, para enfrentar o São Bento, no Couto Pereira. Um novo tropeço diante do desconfiado torcedor alviverde pode trazer mudanças mais contundentes no clube para a sequência da temporada. Cada vez mais contestado, o técnico Umberto Louzer passará por mais uma prova de fogo.

Assim, todo esse clima de pressão que estará entorno do duelo contra o São Bento terá que ser bem absorvido e controlado pela equipe. É isso que espera o meia Thiago Lopes. Revelado na base do clube, o jogador conhece bem esse clima dos últimos anos e espera que o Coritiba possa voltar a vencer na Série B diante do seu torcedor.

“A pressão vai ser constante, ainda mais em um clube grande que não está em uma boa situação na tabela. Precisamos dar uma resposta imediata e com resultado. As vezes temos o desempenho bom, mas o resultado não é. A gente precisa do resultado e esperamos isso na terça-feira. Temos que saber lidar com a pressão, saber jogar o jogo, melhorar aquilo que a gente errou, amadurecer, crescer e conseguir o resultado positivo”, pontuou o armador alviverde.

Leia mais:  Goleiro do Vasco elogia trabalho de Luxa e mira duelo decisivo contra o Bahia

Se não bastasse a fase ruim em campo e a dificuldade de conseguir ter uma atuação mais regular durante os 90 minutos, o ambiente interno não é dos melhores. No final de semana, o executivo de futebol, Rodrigo Pastana, chegou a demitir o roupeiro Diego Alves. O funcionário, que tem anos de dedicação ao clube, é benquisto por todos e a sua saída causou um desconforto entre jogadores e outros colaboradores do clube.

O Coritiba não vai se pronunciar sobre o episódio alegando que se trata de um assunto administrativo. Então, não se sabe se a demissão do roupeiro foi revertida ou não. O certo é que esse acontecimento as vésperas de um duelo importante diante do São Bento prova a tensão dentro do clube e a falta de sintonia entre diretoria, especialmente Rodrigo Pastana, responsável pelo departamento de futebol, e outros membros da direção e funcionários.

Entre os jogadores e a comissão técnica, o clima de cobrança aumentou. Chegou a hora de falar menos e ter mais atitude, a começar pelo duelo contra o São Bento. “Após os jogos temos uma reunião com o treinador e todos os pontos de vista são analisados. A gente precisa dar uma resposta imediata e não ficar só nisso, não ficar só na cobrança interna. É colocar a cobrança em campo para produzir mais e fazer jogos melhores. Com os resultados, vem a tranquilidade para apresentar um futebol melhor. Essa cobrança é natural da diretoria e da torcida e temos que dar a resposta imediata em campo”, concluiu Thiago Lopes.

Leia mais:  Palmeiras é derrotado na final da Recopa pelo Defensa y Justicia

Comentários Facebook

Esportes

Vasco fecha preparação para duelo contra o Madureira

Publicado


O CT do Almirante, na Cidade de Deus, recebeu na tarde desta sexta-feira (07/05) o último treinamento do Vasco da Gama antes do jogo de volta da semifinal da Taça Rio. A atividade foi marcada por um trabalho tático e um animado recreativo. Em São Januário, neste sábado (08), às 16h, o Gigante da Colina encara o Madureira precisando de uma vitória para se garantir na final da competição, que é tratada como elemento importante na preparação da equipe cruzmaltina para os torneios nacionais.

Diante do Tricolor Suburbano, o treinador Marcelo Cabo seguirá o planejamento traçado após o término da fase de classificação do Campeonato Carioca e irá utilizar a equipe principal, conforme anunciado no final de semana passado, após o jogo em Conselheiro Galvão. Utilizado pela última vez no clássico contra o Flamengo, o meio-campo Marquinhos Gabriel retorna ao grupo de relacionados. O mesmo vale para Gabriel Pec e Matías Galarza, que tiveram um período de recesso recentemente.

Assim como em partidas anteriores, o planejamento traçado pelo Departamento de Futebol, Departamento de Saúde e Performance e Comissão Técnica será cumprido. Os atletas Ulisses, Riquelme, Bruno Gomes e Léo Jabá serão preservados. Quem também está fora da lista de convocados é Romulo. Embora já esteja clinicamente bem após ser diagnosticado com um edema na coxa esquerda depois do jogo de ida da semifinal, o atleta segue plano elaborado na sua chegada, e esse já incluía sua ausência na partida deste sábado (08/05).

  Laranjeira se diz preparado para agarrar oportunidades no Vasco

Leia mais:  América treina firme para próxima batalha pelo Mineiro

O zagueiro Ernando, por sua vez, atravessa um processo de recondicionamento aeróbico, pois se concentrou nas últimas semanas na realização de trabalhos indoor para a construção de uma base física visando a sequência da temporada. Vale lembrar que o defensor acelerou sua estreia para participar das fases iniciais da Copa do Brasil e não passou por um período de descanso após o término do Brasileirão, onde atuou em quase todos os jogos do Bahia, seu antigo clube.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana