conecte-se conosco

Esportes

Coritiba tem sequência de jogos mais ‘tranquilos’

Publicado

Com praticamente uma semana para trabalhar visando a retomada da Série B do Campeonato Brasileiro, dia 9, diante do Criciúma, em Santa Catarina, o Coritiba terá uma sequência de jogos contra times que estão na parte debaixo da classificação da competição nacional. Mas enfrentar essas equipes que não estão bem colocadas não é sinônimo de facilidade. O Verdão, fora do G4, mas próximo da parte de cima da tabela, sabe da importância de conseguir bons resultados para coloca-lo na briga direta pelas primeiras colocações.

Além do Criciúma, que está na 14ª colocação, o Coritiba terá pela frente dois jogos em casa contra São Bento e Vila Nova, que ocupam atualmente a 12ª e a 16ª posições, respectivamente, e outro embate diante do Operário, em Ponta Grossa, que é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. No entanto, segundo o técnico Umberto Louzer, a primeira meta é vencer o Tigre, em Santa Catarina, emplacar duas vitórias seguidas fora e se posicionar novamente perto ou até dentro do G4.

“Temos primeiro o Criciúma e vamos para lá para fazer um grande jogo e buscar mais um resultado favorável de três pontos. Em dois jogos fora de casa com seis pontos, você recuperaria os pontos perdidos dentro de casa. Depois, temos uma sequência de duas partidas em casa e, confirmando os dois resultados diante da nossa torcida, colocaria o clube dentro do G4, que é o objetivo principal. Vamos focar no Criciúma, canalizar a energia para fazer um grande jogo e conseguir a vitória que é de suma importância para nós nessa retomada”, afirmou Louzer.

Leia mais:  Condé prepara equipe do Sampaio Corrêa para último jogo da temporada 2020

Atualmente com 12 pontos conquistados e na 9ª colocação na classificação da Série B, o Coritiba já definiu uma meta de pontos para essa sequência de jogos contra times que estão, por ora, lutando na parte debaixo da tabela. No entanto, o técnico Umberto Louzer prefere se apegar ao trabalho feito nesta intertemporada e projeta duelos complicados pela frente para o Coxa.

“A gente tem conversado internamente. Nós da comissão com o Rodrigo (Pastana ­ executivo de futebol), o presidente e o G5, determinando uma pontuação. Estamos trabalhando sim, mas não vamos nos apegar aos números, a tabela, ao posicionamento dos adversários. Vamos acreditar naquilo que temos feito nas sessões de treinamentos e encarar cada adversário com muita seriedade. Quem está embaixo, está trabalhando para sair dessa situação e é isso que temos que canalizar nossas forças”, emendou o treinador.

A verdade é que o Coritiba deve voltar dessa parada para a Copa América ainda mais pressionado. Além de ter o acesso à primeira divisão como obrigação nessa temporada, o Coxa vai enfrentar times que estão na parte debaixo da classificação. Pressão que o zagueiro Walisson Maia, depois de uma passagem sem sucesso pelo Vitória no ano passado, conhece bem.

Leia mais:  Paraná Clube testa novidades no jogo-treino contra o Cerro Porteño

“O Coritiba tem uma camisa muito forte, muito pesada. Todos os atletas que vestirem essa camisas precisam estar preparados para essa pressão. O grupo é muito bom, o time tem qualidade e o ambiente é muito bom. Então, todos estão muito confiantes e tenho certeza que, ao final do ano, vamos conquistar a vaga na Série A”, arrematou o defensor alviverde.

 

Por Redação Tribuna Paraná-Luiz Ferraz

Comentários Facebook

Esportes

Mário lembra importância do apoio dos Tricolores em ano de Libertadores

Publicado


Na sexta-feira (9), a FluTV acompanhou o sorteio dos grupos da Libertadores 2021. Além de River Plate (ARG) e Independiente Santa Fe (COL), o Time de Guerreiros terá pela frente o vencedor do duelo entre Bolívar (BOL) e Junior Barranquilla (COL).

Durante edição especial do Boteco Brahma Tricolor, exibida no YouTube, o presidente Mário Bittencourt explicou a busca por reforços para 2021.

“Em breve, ao longo da semana, tendemos a trazer os reforços de que precisamos para compor o time para disputar a Libertadores. E não só a Libertadores. Temos ainda a Copa do Brasil, que é uma competição fundamental, o Campeonato Brasileiro e o Campeonato Carioca. Temos quatro competições a disputar. Estamos montando um bom plantel e um bom trabalho para 2021”.

Ao fim de sua participação no programa, Mário lembrou a importância do apoio dos Tricolores e reforçou o discurso pela associação ao clube. Ele ainda expressou sua confiança no trabalho realizado pela comissão técnica de Roger Machado no comando da equipe.

  Fluminense e Coritiba se enfrentam no Campeonato Brasileiro de Aspirantes

Leia mais:  Grêmio é superado pelo Red Bull Bragantino e encerra Brasileiro na sétima posição

“Que estejamos juntos na Libertadores, na associação em massa do nosso torcedor, para que façamos uma grande temporada, com o trabalho de reconstrução da instituição. Vocês são fundamentais para que possamos levar o Fluminense ao lugar que ele merece: entre os grandes do futebol brasileiro, no topo do futebol brasileiro e sul-americano. Tenho certeza de que vamos representar bem o nosso clube. Nossa comissão técnica faz um grande trabalho com o grupo de jogadores”.


Fotos: arquivo//Lucas Merçon – Fluminense F.C.

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana