conecte-se conosco

Esportes

Coritiba joga mal e perde para o Criciúma com gol no último lance

Publicado

Bem Paraná - Silvio Rauth Filho

O Coritiba perdeu por 2 a 1 para o Criciúma, nessa terça-feira (dia 9) à noite, no Estádio Heriberto Hulse, pela 9ª rodada da Série B. A competição recomeçou após pausa de um mês para a Copa América. Com o resultado, o time paranaense ficou em 9º lugar, com 12 pontos. A equipe catarinense está na 10ª colocação, com 12 pontos. Clique aqui para ver a classificação, no site Srgoool.

Em relação ao desempenho, o Coritiba não mostrou evolução, mesmo após quatro semanas de treinamentos. O time apresentou sérios problemas defensivos, falta de criatividade no meio-campo e ataque quase nulo. Passou a maior parte do jogo recuado e sem conseguir iniciar contra-ataques. As estatísticas retratam a fraca performance.

O Criciúma teve 64% de posse de bola e 22 finalizações (5 certas). O Coxa somou apenas 6 finalizações (2 certas). Os dados são do Sofascore. O Criciúma teve 9 escanteios e 86% de precisão nos passes. O Coritiba somou 2 escanteios e 73% de precisão nos passes.

FASE
O Criciúma só somou três vitórias nas últimas dez partidas (contando todas as competições). Nesse período, só venceu Guarani, Brasil-RS e o Coritiba — e amargou três empates e quatro derrotas.

TÉCNICO
Esse foi o 16º jogo do técnico Umberto Louzer no Coritiba, agora com 7 vitórias, 5 empates e 4 derrotas.

ESCALAÇÃO
O time paranaense não tinha Diogo Mateus, Patrick Brey e Giovanni, em recuperação, além de Matheus Sales, suspenso por cartões amarelos. Umberto Louzer armou o Coxa no esquema tático 4-1-4-1, com Rafinha (esquerda), Alano (direita), Thiago Lopes (centro) e Luiz Henrique (centro) na linha de quatro do meio-campo.

PRIMEIRO TEMPO 
O Criciúma apostou no avanço simultâneo dos dois laterais e no ‘bombardeio aéreo’, colocando bolas altas na área a todo momento. Foram 11 cruzamentos do time catarinense nos primeiros 30 minutos. O Coritiba sofreu nesse período. Não conseguiu acertar a marcação e pouco saiu para o jogo. Foram quatro boas jogadas ofensivas do Criciúma na primeira etapa. A principal ocorreu aos 10 minutos, quando Léo Gamalho recebeu na área, chutou e a bola bateu no braço de Walisson Maia. O zagueiro estava com o braço colado ao corpo e o árbitro nada marcou. O Coxa só construiu três boas jogadas no primeiro tempo — aos 32, aos 35 e aos 45. Na principal, Rodrigão ficou livre na área e chutou mal.

Leia mais:  Atlético MG treina para enfrentar o Fluminense

SEGUNDO TEMPO
O segundo tempo começou com gol. No primeiro minuto, Rodrigão fez o pivô e rolou para Thiago Lopes chutar de fora da área. A bola desviou na zaga e enganou o goleiro. Depois do gol, Coxa recuou e levou pressão. O Criciúma seguiu insistindo nas bolas altas e incomodou em três lances. Aos 25, saiu Thiago Lopes e entrou o volante João Vitor. Aos 32, saiu Rafinha e entrou o ponta Lucas Tocantins. O time catarinense seguiu pressionando e chegou ao empate aos 33. Léo Gamalho recebeu de Julimar e chutou no canto. O Coxa reagiu em seguida e colocou uma bola na trave, com Rodrigão, aos 34. Aos 43, saiu Rodrigão e entrou o centroavante Wanderley. Nos minutos finais, o Criciúma teve mais três chances para vencer, mas Wilson salvou uma e Wesley chutou para fora outra. O gol só veio na terceira, aos 49. Após cobrança de falta, pela direita, Liel cabeceou no canto e fez 2 a 1.

CRICIÚMA 2×1 CORITIBA
Criciúma: Luiz; Marcos Vinícius, Platero, Derlan e Marlon; Liel e Eduardo (Daniel Costa); Reis, Wesley e Vinícius (Julimar); Léo Gamalho. Técnico: Gilson Kleina
Coritiba: Wilson; Sávio, Walisson Maia, Sabino e Fabiano; Vitor Carvalho; Luiz Henrique, Thiago Lopes (João Vitor), Juan Alano e Rafinha (Lucas Tocantins); Rodrigão (Wanderley). Técnico: Umberto Louzer
Gols: Thiago Lopes (1-2º), Léo Gamalho (33-2º) e Liel (49-2º)
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (MG)
Cartões amarelos: Juan Alano, Wilson, Vitor Carvalho, Sabino (Coxa). Reis, Wesley (Cri).
Local: Heriberto Hulse, em Criciúma

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
10 – Marcos Vinícius cruza da direita. Na área, Léo Gamalho chuta. A bola bate no braço de Walisson Maia. O Criciúma pede pênalti.
22 – Wesley chuta de fora da área. A bola desvia em Sabino e sai para escanteio.
25 – Marlon cruza da esquerda. Reis entra livre na segunda trave e cabeceia para fora.
27 – Falta de longa distância. Marlon chuta forte, rasteiro. Wilson espalma no canto.
32 – Boa troca de passes do Coxa. Sávio recebe na ponta e cruza rasteiro. Rodrigão, na cara do gol, chuta mal e perde boa chance.
35 – Rafinha tabela com Thiago Lopes e chuta da entrada da área. A bola desvia na zaga e quase encobre o goleiro, que manda para escanteio.
45 – Rafinha toca para Alano, que aproveita rebote na área e chuta. O goleiro salva.

Segundo tempo
1 – Gol do Coritiba. Rodrigão faz o pivô e rola para Thiago Lopes, que chuta de fora da área. A bola desvia na zaga e mata o goleiro.
6 – Falta na direita. Wesley cruza. Derlan cabeceia sobre o gol.
9 – Marlon cruza da esquerda. Reis cabeceia e Wilson segura.
11 – Contra-ataque. Alano dispara desde o meio-campo, mas é desarmado pelo goleiro na meia-lua.
28 – Vitor Carvalho rebate mal o cruzamento. Léo Gamalho fica livre e ajeita para Daniel Costa, que chuta sobre o gol.
31 – Bola alta para a área. Julimar cabeceia e Wilson espalma.
33 – Gol do Criciúma. Marlon toca para Julimar, na área. Ele rola para Léo Gamalho, que chuta no canto.
34 – Rodrigão recebe na área e tenta de voleio. A bola bate na trave.
35 – Alano faz boa jogada e chuta perto, ao lado.
42 – Contra-ataque. A bola chega até Luiz Henrique, na ponta-esquerda. Ele chuta e a bola vai ao lado.
45 – Julimar dribla Walisson Maia, invade a área e chuta. Wilson espalma.
47 – Cruzamento da direita. Vitor Carvalho tira mal. A bola sobra para Wesley, que chuta sobre o gol.
49 – Gol do Criciúma. Falta na direita. Marlon cruza. Liel ganha de Walisson Maia e cabeceia no canto.

Comentários Facebook

Esportes

São Paulo empata com o Cuiabá pelo Brasileirão

Publicado


No primeiro confronto entre os clubes na história, o São Paulo empatou com o Cuiabá em 2 a 2 nesta quarta-feira (23), no Morumbi, em duelo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro de 2021.00

Os gols são-paulinos foram marcados por Benitez e Gabriel Sara, ambos no primeiro tempo. Com o resultado, o Tricolor ainda não conseguiu vencer na competição nacional deste ano e, agora, detém três pontos.

No próximo domingo (27), às 20h30, na Arena Castelão, o São Paulo enfrentará o Ceará na sequência do torneio.

Para encarar os mato-grossenses, o time não contou com Miranda (estiramento no músculo posterior da coxa esquerda), William (trauma no joelho direito), Luan (transição para o campo após edema na região posterior da coxa esquerda), Hernanes (aprimora forma física após contratura muscular no tronco) e Luciano (estiramento no músculo posterior da coxa esquerda), além de Arboleda (Seleção do Equador), Reinaldo e Igor Vinícius (suspensos).

Assim, o técnico Hernán Crespo escalou a equipe com Tiago Volpi; Diego Costa, Bruno Alves e Léo; Orejuela, Liziero, Gabriel Sara, Benitez e Welington; Rigoni e Eder.

  Botafogo até que tentou mas perdeu de 3 a 1 para o Grêmio

Leia mais:  Pelo Brasileirão, Corinthians recebe Red Bull Bragantino nesta quarta-feira

O primeiro tempo foi agitado e teve quatro gols. Aos 17 minutos, em grande linda jogada ofensiva, o Tricolor abriu o placar: Orejuela recebeu pela direita e tocou para Rigoni, que deixou Benítez na cara do gol para abrir o placar! 1 a 0!

O São Paulo largou na frente, mas sofreu a virada: aos 23, com Rafael Gava, e aos 38, com Elton, os visitantes balançaram as redes.

No entanto, sem desanimar, o time são-paulino reagiu e deixou tudo igual antes mesmo do intervalo: aos 42 minutos, Sara, que já tinha carimbado o travessão no início do jogo, testou com categoria após cruzamento de Rigoni e empatou. 2 a 2.

Na volta para a etapa complementar, o treinador argentino promoveu a entrada de Dani Alves na vaga de Orejuela – recuperado de lesão, o camisa 10 retornou após nove jogos e estreou no Brasileirão desta temporada.

Mais tarde, Vitor Bueno, Pablo, Talles Costa e Rojas herdaram as vagas de Eder, Rigoni, Welington e Rojas. Mesmo com mais opções ofensivas, o São Paulo não conseguiu furar o bloqueio adversário, e o confronto terminou empatado: 2 a 2.

  Lateral esquerdo Romário é novo reforço do Coritiba

Leia mais:  Colorado retorna aos treinos após vencer no Gauchão

SÃO PAULO 2 x 2 CUIABÁ

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 23/06/2021 (quarta-feira)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)
Quarto Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Analista de Campo: Marcio Verri Brandão (SP)
Árbitro de Vídeo: Heber Roberto Lopes (SC)
AVAR: Thiaggo Americano Labes (SC)
Observador de VAR: José Antônio Chaves Franco Filho (RS)

Gols: Benítez, 17/1; Rafael Gava, 22/1; Elton, 38/1; Sara, 42/1
Cartões amarelos: Welington, 21/1; João Lucas, 1/2

SPFC: Volpi; Diego Costa, Bruno Alves e Léo; Orejuela (Daniel Alves, intervalo), Liziero, Sara (Rojas, 40/2), Benitez e Welington (Pablo, 31/2); Rigoni (Talles, 31/2) e Eder (Vitor Bueno, 19/2). Técnico: Hernán Crespo.

CUI: Walter; João Lucas, Marllon, Paulão e Lucas Hernández (Anderson Conceição, 32/2); Yuri (Auremir, 10/2), Rafael Gava, Pepê (Pepê, 32/2) e Clayson (Osman, 23/2); Jonathan Cafu e Elton (Jenison, 23/2). Técnico: Luiz Fernando Iubel.

fonte: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/campeonato-brasileiro/2021/6/23/sao-paulo-empata-com-o-cuiaba-pelo-brasileirao

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana