conecte-se conosco

Esportes

Coritiba aproveita período sem jogos pra trabalhar mais o ataque

Publicado

Tribuna Paraná

Apesar de ter o artilheiro da Série B do Campeonato Brasileiro (Rodrigão, com sete gols), o setor ofensivo do Coritiba tem preocupado o técnico Umberto Louzer. Nas primeiras oito rodadas, o Coxa foi o terceiro time que mais finalizou a gol na competição, mas o aproveitamento foi baixo. Foram apenas nove gols marcados, sendo sete deles do camisa 9. Por isso, uma atenção especial foi dada ao último terço do campo nesta intertemporada, visando a retomada da segunda divisão, terça-feira (9), diante do Criciúma, fora de casa.

Apesar de ser um dos times que mais chega ao gol do adversário, Louzer vê o Alviverde com condições de aumentar esse número. Para isso, o meio de campo não poderá oscilar tanto como aconteceu até agora e fazer do Coritiba um dos protagonistas da Série B.

“Temos dado ênfase nessa última parte do campo, às finalizações. O Coritiba é o terceiro time que mais finaliza e pode aumentar ainda mais esse número em função de, muitas vezes, no setor de meio de campo, termos perdido um pouco o domínio, até mesmo o passe. Temos dado ênfase nisso e com certeza vai melhorar consideravelmente o número de finalização”, apontou o treinador.

Leia mais:  Flamengo realiza último treino antes de encarar o Volta Redonda

A verdade é que o Coxa, até aqui, não teve um grande rendimento ofensivo. Seu meio de campo foi falho em vários jogos. Muito por conta da instabilidade dos seus homens de frente. O meia Giovanni, principal armador do time, ainda está devendo, mas segue sendo a principal esperança do setor de criação.

O camisa 10, no entanto, está voltando depois de se recuperar de uma lesão muscular na coxa, iniciou na semana passada a fase de transição e ainda não tem presença garantida no duelo contra o Criciúma. Com isso, as opções são Juan Alano e Thiago Lopes. O primeiro atuou na maioria das partidas mais avançado, enquanto o segundo, depois de iniciar bem a Série B, se machucou e retornou recentemente aos treinamentos.

Além do meio, Louzer tem trabalhado para aumentar o aproveitamento do Alviverde nas finalizações. O treinador destacou o poder de criação, mas admitiu a necessidade de transformar isso em resultados positivos na sequência da Série B.

“A gente fica feliz por ter um número grande na construção, que é algo difícil, mas temos que ser mais efetivos no momento da finalização. Precisamos transformar toda a construção em números, em resultados. Nós dependemos do resultado e hoje é algo incômodo para nós. É insatisfatória a posição em que nos encontramos na tabela. Precisamos de pequenos ajustes nessa retomada para que a gente consiga os resultados que vai nos levar ao título, que é aquilo que a gente busca nessas 30 próximas rodadas”, arrematou o comandante coxa-branca.

Leia mais:  Inter enfrenta o Deportivo Táchira-VEN pela Libertadores

Mesmo com problemas ofensivos notórios, o Coritiba, com nove gols marcados em oito rodadas, tem o quinto melhor ataque da Série B, ao lado de Paraná, Londrina e Botafogo-SP. Bragantino, com 13, Sport e Ponte Preta, com 12, e Atlético-GO, com dez, estão entre os times que mais marcaram gols na segunda divisão ate agora.

Comentários Facebook

Esportes

No Rio de Janeiro, Coelho treina e se mobiliza para o grande duelo contra o Flamengo

Publicado


O América realizou, na tarde desta sexta-feira, seu segundo treinamento para o próximo compromisso do Campeonato Brasileiro. Já no Rio de Janeiro (RJ), o time comandado pelo técnico Lisca trabalhou no Estádio das Laranjeiras focado na partida contra o Flamengo-RJ pela 3ª rodada da competição. O confronto está marcado para o Maracanã, às 16h deste domingo.

A primeira atividade do Coelho para a partida foi realizada ainda em Santa Catarina, na manhã de quinta. Em seguida, a delegação seguiu para Florianópolis (SC), onde passou a noite, e logo cedo embarcou para o Rio.

Diante do Flamengo-RJ, o América buscará seus primeiros pontos no Brasileirão.

Nas Laranjeiras, o trabalho começou com uma ativação com bola, seguida de exercícios físicos coordenados pelo preparador Gerson Rocha. Enquanto isso, os goleiros Matheus Cavichioli e Jori foram para o campo e treinaram forte conforme as orientações do preparador Silvio Jardim.

Novamente sob chuva, que caiu sobre a capital fluminense, os atletas americanos tiveram um treino tático comandado por Lisca. Em espaço reduzido, os jogadores trabalharam alguns aspectos visando ao confronto com o Flamengo-RJ.

  Palmeiras realiza treino técnico visando o confronto contra o Coritiba

Leia mais:  Flamengo realiza último treino antes de encarar o Volta Redonda

Após a atividade tática, Lisca deu atenção especial às jogadas de criação e finalização, objetivando o aumento da eficácia.

O lateral-esquerdo Marlon, que sentiu o joelho esquerdo após uma dividida na partida contra o Corinthians-SP, no último domingo, teve diagnosticado um estiramento no ligamento e permanece em tratamento no Departamento Médico do CT Lanna Drumond. No duelo contra o Criciúma-SC, na quarta-feira, ele já não pôde atuar por ter jogado a Copa do Brasil pelo Sampaio Corrêa-MA.

Outra baixa na equipe americana para a próxima partida é o volante Zé Ricardo, que apresentou incômodo na coxa esquerda e retornou a Belo Horizonte nesta sexta para prosseguir o tratamento.

Por outro lado, o time americano ganha mais três opções para o confronto com o Flamengo-RJ: o lateral-esquerdo Alan Ruschel e os volantes Juninho Valoura e Sabino viajaram para o Rio de Janeiro e se juntaram à delegação na manhã desta sexta-feira.
Após o treino, a delegação americana retornou ao hotel em que está hospedada no Rio de Janeiro. Neste sábado, às 15h30, o Coelho finaliza sua preparação com mais uma atividade nas Laranjeiras.

  Bahia pode garantir permanência na Série A na próxima rodada

Leia mais:  Contra Universitario-PER, Palmeiras registra goleada de 6 a 0

Confira o áudio da entrevista com o lateral João Paulo:

fonte: https://agenciaesporte.com.br/wp-admin/post-new.php

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana