conecte-se conosco

Paraná

Agência de Energia Elétrica inicia campanha contra as queimadas

Publicado

Da Redação Bem Paraná com assessoria

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) lançou na quinta-feira (4) uma nova campanha de comunicação para conscientizar a população sobre os riscos de incêndios em áreas próximas à rede de transmissão de energia. Sob o mote “Fique ligado: não seja o causador de um incêndio”, os esforços buscam motivar o senso de responsabilidade quanto ao assunto, abordando situações cotidianas em que o descuido no manuseio de fogo — especialmente em queimadas irregulares, cigarro e fogueiras — pode gerar incêndios próximos à rede de transmissão de energia elétrica.

O alerta é ainda mais importante nesta época do ano, quando as geadas deixam a vegetação mais seca e propensa às chamas. Também é o auge do período da seca — entre julho e novembro. Os incêndios e queimadas irregulares estão entre as principais causas de desligamentos forçados na rede de transmissão de energia elétrica.

Entre os destaques da campanha deste ano, estão cinco animações de 30 segundos que mostram a relação entre o mau uso do fogo e as consequências para o setor elétrico e a sociedade. Em 2018, foram computados 323 desligamentos causados por “queimadas ou fogo sob a linha” em todo o País.

Leia mais:  Paraná é o 5º estado com mais indenizações pagas em acidentes com ônibus

As principais recomendações
– Não jogue pontas de cigarros ou fósforos à beira de estradas ou perto de campos e florestas
– Se você possui uma propriedade, corte regularmente o mato. Não queime o campo para eliminação de lixo ou limpeza para a plantação
– Não acenda velas ou fogueiras perto da vegetação
– Não solte balões

Comentários Facebook

Paraná

Paraná se aproxima dos 470 mil casos de Covid-19 e mortes já são 8.676

Publicado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (10) 1.625 casos confirmados e 7 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 469.538 casos confirmados e 8.676 mortos em decorrência da doença.

Os casos deste informe referem-se à pacientes que estiveram ou estão com a doença entre 24 de outubro de 2020 e 8 de janeiro de 2021. Os casos por data de confirmação do diagnóstico, ou encerramento (fechamento) do caso no sistema estão distribuídos nos meses: janeiro de 2021 são 1.541, os demais de 2020 nos meses de outubro 1, novembro 24 e dezembro 59. O detalhamento completo está no arquivo csv.

INTERNADOS – 1.350 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.075 pacientes em leitos SUS (585 em UTI e 490 em leitos clínicos/enfermaria) e 275 em leitos da rede particular (140 em UTI e 135 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.251 pacientes internados, 458 em leitos UTI e 793 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Leia mais:  Um dia após temporal, 217 mil unidades consumidoras do Paraná estão sem energia elétrica, diz Copel

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 7 pacientes. São 4 mulheres e 3 homens, com idades que variam de 40 a 90 anos. Os óbitos ocorreram nos dias 8 e 9 de janeiro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Ponta Grossa (3), Arapongas (2). A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que morava em cada um dos seguintes municípios: Ampére e Santa Mariana.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 3.741 casos de residentes de fora, 73 pessoas foram a óbito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana