conecte-se conosco

Londrina

Trabalhadores do transporte coletivo de Londrina aprovam proposta para redução salarial e de jornada

Publicado

Os trabalhadores do transporte coletivo de Londrina, no norte do Paraná, aprovaram nesta terça-feira (7) em assembleia uma proposta de acordo coletivo sugerida pelas empresas da cidade, com base medida provisória 936 do Governo Federal.

A frota de ônibus em Londrina foi reduzida em 23 de março, de quase 450 veículos, para 30% e está coma tabela de horários de sábado. A redução ocorreu junto com o fechamento do comércio, por causa do combate ao coronavírus.

 

Entre as medidas, estão a redução de jornada e de salários em 25%, 50% ou 70%, por até 90 dias. Nesse período, os funcionários poderão receber o benefício do Governo Federal, de acordo com o percentual reduzido. Veja algumas simulações.

O acordo também possibilita a suspensão de contratos de trabalho por no máximo 60 dias, por meio de acordo individual. As medidas podem atingir 1.040 funcionários da TIL Transportes Coletivos S/A e da Transportes Coletivos Grande Londrina (TCGL).

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina (Sinttrol) e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Londrina (Metrolon) vão assinar o instrumento normativo, que será encaminhado ao Ministério da Economia.

Leia mais:  Gaeco apreende caixas de máscaras, óculos e luvas armazenadas ilegalmente por empresas de Londrina

Na avaliação do presidente do Sinttrol, João Batista da Silva, os trabalhadores entenderam o momento econômico das empresas. Apesar das medidas terem validade de até 90 dias, o presidente do Sinttrol acredita que o serviço de transporte coletivo seja normalizado o quanto antes, assim como os contratos dos trabalhadores.

Em nota, a Companhia Municipal de Transito e Urbanismo (CMTU) de Londrina afirmou que as empresas têm que cumprir as ordens de serviço emitidas pela própria companhia, devendo, portanto, adequar as novas escalas de trabalho para atender integralmente a prestação do serviço

Comentários Facebook

Londrina

Coronavírus: Decreto libera a celebração de cultos religiosos presenciais em Londrina

Publicado

Um decreto publicado na noite de quarta-feira (15) pela Prefeitura de Londrina, no norte do Paraná, liberou a realização de cultos religiosos presenciais na cidade.

De acordo com o documento, os cultos podem acontecer desde que estejam limitados a 30% da ocupação do local. O espaço deve estar organizado de uma maneira que os fiéis mantenham distanciamento de dois metros entre si.

A medida determina que as pessoas só podem ir aos cultos usando máscaras. Os estabelecimentos devem fornecer álcool gel 70% nas entradas e saídas dos cultos.

Os cultos estão liberados para acontecer das 8h às 20h, com uma diferença de pelo menos duas horas entre cada celebração.

Crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas não devem participar das celebrações presenciais, segundo o decreto.

Apesar da liberação pela prefeitura, as paróquias católicas da cidade informaram que continuaram fechadas para celebrações presenciais até o dia 31 de julho.

Comentários Facebook
Leia mais:  Coronavírus: Decreto libera a celebração de cultos religiosos presenciais em Londrina
Continue lendo

Mais Lidas da Semana