conecte-se conosco

Esportes

Thiago Heleno 200: Sete momentos inesquecíveis do General no Furacão

Publicado


O jogo desta terça-feira (11), contra o Metropolitanos, poderá ser histórico para Thiago Heleno. No Athletico desde 2016, ele está prestes a completar 200 jogos com a camisa rubro-negra.

Uma trajetória cheia de títulos, gols e atuações memoráveis, que colocam o General como um dos maiores zagueiros da história do Furacão.

Até agora, foram 199 jogos, com 92 vitórias, 48 empates, 59 derrotas e 15 gols marcados. Entre tantos momentos inesquecíveis, selecionamos sete, que mostram porque Thiago Heleno se tornou um ídolo de todos os athleticanos.

Pela CONMEBOL Libertadores 2017, Lucho marcou para o Furacão logo no começo do jogo contra o San Lorenzo, em Buenos Aires. O time argentino partiu com tudo em busca do empate, pressionou até o fim, mas esbarrou nas defesas de Weverton e em uma atuação monstruosa de Thiago Heleno, que voltou para casa com o troféu de homem do jogo.

O Palmeiras foi um dos times que Thiago Heleno defendeu antes de vir para o Furacão. E quando os dois clubes se enfrentaram no Palestra Itália, no Brasileiro de 2017, o General aproveitou a chance de deixar sua marca contra o antigo clube. Aos 17′ do primeiro tempo, aproveitou uma cobrança de escanteio para dar uma de suas famosas testadas rumo à rede. Depois, foi gigante na defesa para garantir a vitória por 1 a 0.

  Athletico PR encerra competição com vitória de 2 a 0 contra o Sport

Leia mais:  Elenco do Coritiba faz o último treino antes da estreia na temporada 2021

No Brasileiro 2016, Athletico e Ponte Preta entraram no campo do Caldeirão às 11h da manhã. E diante de um grande público, Thiago Heleno foi o dono da festa. Abriu o placar no final do primeiro tempo, de pênalti. E aos 32′ do segundo, em um cruzamento da direita, decolou e tocou de cabeça com categoria, encobrindo o goleiro! Era o terceiro do Furacão na vitória por 3 a 0. Resultado importante na campanha que garantiu vaga na CONMEBOL Libertadores.

Athletico e Flamengo estavam no mesmo grupo na CONMEBOL Libertadores de 2017. E o Caldeirão sempre foi campo minado para o time carioca. Desta vez, coube a Thiago Heleno colocar o Furacão na frente. Em falta sofrida por José Ivaldo, Rossetto levantou na área e o General deu a cabeçada certeira! Estava aberto o caminho para a vitória por 2 a 1. Um placar que acabaria sendo decisivo para a classificação athleticana.

Mesmo glorioso para o Furacão, o ano de 2019 não foi nada fácil para Thiago Heleno. Devido a um caso de doping acidental, ele ficou fora dos jogos decisivos da CONMEBOL Libertadores e também da Copa do Brasil. Mas quando o Athletico conquistou o título nacional, o elenco foi unânime na hora de homenagear o zagueiro e reconhecer sua importância, mesmo nos bastidores. E quando o time chegou a Curitiba após a grande decisão em Porto Alegre, era o General quem carregava o troféu!

  Nilson Borges | Athletico PR lamenta a morte do ídolo do time

Leia mais:  Londrina negocia três jogadores para a Europa

O primeiro gol do General com a camisa rubro-negra é inesquecível. Athletico e Coritiba faziam um jogo equilibrado no primeiro duelo pela decisão do Paranaense 2016. Até que, aos 8′ do segundo tempo, um cruzamento da direita encontrou a cabeça de Thiago Heleno na área. Uma testada fulminante para fazer o Caldeirão explodir! Era o primeiro da vitória por 5 a 0 no placar agregado da final, que deu ao Furacão o seu 23º título estadual. 

Todo o continente parou para assistir àquela cobrança. Athletico Paranaense e Junior Barranquilla faziam um duelo estonteante. Após 210 minutos de bola rolando, era a hora do desfecho, nas cobranças de pênalti. Com a braçadeira de capitão no braço, o General ajeitou a bola com carinho, se afastou até a risca da meia-lua, partiu em velocidade e soltou a bomba indefensável! O Athletico era campeão sul-americano de 2018!

Comentários Facebook

Esportes

No Rio de Janeiro, Coelho treina e se mobiliza para o grande duelo contra o Flamengo

Publicado


O América realizou, na tarde desta sexta-feira, seu segundo treinamento para o próximo compromisso do Campeonato Brasileiro. Já no Rio de Janeiro (RJ), o time comandado pelo técnico Lisca trabalhou no Estádio das Laranjeiras focado na partida contra o Flamengo-RJ pela 3ª rodada da competição. O confronto está marcado para o Maracanã, às 16h deste domingo.

A primeira atividade do Coelho para a partida foi realizada ainda em Santa Catarina, na manhã de quinta. Em seguida, a delegação seguiu para Florianópolis (SC), onde passou a noite, e logo cedo embarcou para o Rio.

Diante do Flamengo-RJ, o América buscará seus primeiros pontos no Brasileirão.

Nas Laranjeiras, o trabalho começou com uma ativação com bola, seguida de exercícios físicos coordenados pelo preparador Gerson Rocha. Enquanto isso, os goleiros Matheus Cavichioli e Jori foram para o campo e treinaram forte conforme as orientações do preparador Silvio Jardim.

Novamente sob chuva, que caiu sobre a capital fluminense, os atletas americanos tiveram um treino tático comandado por Lisca. Em espaço reduzido, os jogadores trabalharam alguns aspectos visando ao confronto com o Flamengo-RJ.

  Palmeiras realiza treino técnico visando o confronto contra o Coritiba

Leia mais:  Campeão Estadual Sub-15 e Sub-17, goleiro Paulo Victor assina primeiro contrato profissional pelo o Sport

Após a atividade tática, Lisca deu atenção especial às jogadas de criação e finalização, objetivando o aumento da eficácia.

O lateral-esquerdo Marlon, que sentiu o joelho esquerdo após uma dividida na partida contra o Corinthians-SP, no último domingo, teve diagnosticado um estiramento no ligamento e permanece em tratamento no Departamento Médico do CT Lanna Drumond. No duelo contra o Criciúma-SC, na quarta-feira, ele já não pôde atuar por ter jogado a Copa do Brasil pelo Sampaio Corrêa-MA.

Outra baixa na equipe americana para a próxima partida é o volante Zé Ricardo, que apresentou incômodo na coxa esquerda e retornou a Belo Horizonte nesta sexta para prosseguir o tratamento.

Por outro lado, o time americano ganha mais três opções para o confronto com o Flamengo-RJ: o lateral-esquerdo Alan Ruschel e os volantes Juninho Valoura e Sabino viajaram para o Rio de Janeiro e se juntaram à delegação na manhã desta sexta-feira.
Após o treino, a delegação americana retornou ao hotel em que está hospedada no Rio de Janeiro. Neste sábado, às 15h30, o Coelho finaliza sua preparação com mais uma atividade nas Laranjeiras.

  Bahia pode garantir permanência na Série A na próxima rodada

Leia mais:  Londrina negocia três jogadores para a Europa

Confira o áudio da entrevista com o lateral João Paulo:

fonte: https://agenciaesporte.com.br/wp-admin/post-new.php

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana