conecte-se conosco

Paraná

Sul do Paraná pode ter neve entre a sexta-feira e o sábado, aponta meteorologia

Publicado

Da Redação Bem Paraná com sites

A partir da sexta-feira (5) as temperaturas despencam no Sul do País, com a chegada de uma massa polar que pode provocar a formação de neve na região, incluindo o Paraná. Segundo o Portal da Somar Meteorologia, a neve deve começar na tarde de sexta-feira (05) se estendendo até a manhã de sábado (06) em áreas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nas Serras gaúcha e catarinense, o fenômeno pode durar horas, começando à tarde e se estendendo até a madrugada do sábado.

Em áreas mais baixas do norte gaúcho, no meio-oeste de Santa Catarina e uma pequena parte do sul do Paraná, a condição é de neve entre a noite da sexta-feira e a manhã do sábado.

Além da possibilidade de neve, o frio intenso do fim de semana deve colaborar para a formação de geadas em todas as regiões do Paraná, fora o Litoral, no sábado e domingo. Mas já na quinta e na sexta há chances de geadas localizadas em parte do Centro-Sul paranaense.

No Paraná a última ocorrência de neve foi em 2017, nas cidades de Palmas, Inácio Martins e General Carneiro. Em 2013 Guarapuava teve uma das maiores nevascas de sua história.

Leia mais:  Bebida alcóolica é único produto que registra aumento de vendas durante pandemia no Paraná

Como a neve se forma?

Para formação de neve, é necessária a combinação de frio de 0°C com tempo instável e chuva – ao contrário da geada, que ocorre com tempo firme.

Sábado pode ser o dia mais frio do ano
Há potencial para que o sábado (06) seja o dia mais frio do ano em diversas cidades da Região Sul, inclusive nas capitais, que podem registrar a manhã e a tarde mais frias do ano. Curitiba tem previsão de zero grau e a mínima no Estado deve bater em -3ºC no Sul.

Comentários Facebook

Paraná

Paraná se aproxima dos 470 mil casos de Covid-19 e mortes já são 8.676

Publicado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (10) 1.625 casos confirmados e 7 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 469.538 casos confirmados e 8.676 mortos em decorrência da doença.

Os casos deste informe referem-se à pacientes que estiveram ou estão com a doença entre 24 de outubro de 2020 e 8 de janeiro de 2021. Os casos por data de confirmação do diagnóstico, ou encerramento (fechamento) do caso no sistema estão distribuídos nos meses: janeiro de 2021 são 1.541, os demais de 2020 nos meses de outubro 1, novembro 24 e dezembro 59. O detalhamento completo está no arquivo csv.

INTERNADOS – 1.350 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.075 pacientes em leitos SUS (585 em UTI e 490 em leitos clínicos/enfermaria) e 275 em leitos da rede particular (140 em UTI e 135 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.251 pacientes internados, 458 em leitos UTI e 793 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Leia mais:  Cresce número de migrantes e refugiados que buscam recomeço no Paraná

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 7 pacientes. São 4 mulheres e 3 homens, com idades que variam de 40 a 90 anos. Os óbitos ocorreram nos dias 8 e 9 de janeiro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Ponta Grossa (3), Arapongas (2). A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que morava em cada um dos seguintes municípios: Ampére e Santa Mariana.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 3.741 casos de residentes de fora, 73 pessoas foram a óbito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana