conecte-se conosco

Geral

Rondonópolis não tem previsão de chuva para os próximos 15 dias

Publicado

Outro problema que se agrava com esse tempo é a proliferação de queimadas

O clima seco no município de Rondonópolis já tem começado a afetar a população, principalmente para quem já tem problemas respiratórios. Crianças e idosos são os que mais sofrem com esse clima.

De acordo com estimativas do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) o clima deve continuar seco ainda por um bom tempo. Não há previsão de chuva para os próximos 15 dias e a umidade relativa do ar deve ficar entre 20% e 30%. Entre as consequências que este clima pode provocar estão o ressecamento dos olhos, boca e nariz, além do aumento no número de infecções. As principais doenças que se manifestam são as rinites, sinusites, pneumonias e asma.

Outro problema que se agrava com esse tempo é a proliferação de queimadas. De acordo com os dados mais recentes do CPTEC/INPE,  Mato Grosso é o estado com maior número de focos de queimadas do Brasil, representando mais de 30% do total de queimadas do país. Os dados apontam 1518 focos registrados neste mês, o que supera junho do ano passado que teve um total de 1476 focos.

Leia mais:  "Não conseguirão nos calar” afirma Taques sobre decisão do TRE

Para minimizar os problemas, especialistas recomendam as seguintes medidas:

Beber bastante água – cerca de dois litros por dia;

Se exercitar na hora certa – evitar exercícios físicos entre 10h e 17h (quando o ar está menos úmido);

Umedecer o ambiente – usar umidificadores de ar. Evitar ar-condicionado, pois resseca o ambiente;

Lavar o nariz – aplicar soro fisiológico algumas vezes ao dia;

Deixar a casa sempre limpa e arejada – o acúmulo de poeira aumenta problemas alérgicos e respiratórios;

Evitar aglomerações – locais fechados e com grande concentração de pessoas, como shoppings e supermercados, podem acentuar as dificuldades respiratórias.

Comentários Facebook

Geral

PF desarticula quadrilha que roubava funcionários dos Correios na Grande Curitiba

Publicado

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta a segunda fase da operação Mascarados, que tem como o objetivo de desarticular grupo suspeito de efetuar seis roubos contra funcionários dos Correios no ano de 2020, em Curitiba e Colombo, no Paraná. Os fatos criminosos ocorreram no mês de dezembro, quando um grande volume de mercadorias SEDEX são distribuídas pelos Correios, em razão das compras de natal.

Conforme foi identificado na investigação policial, os criminosos utilizaram arma de fogo para praticar o crime, abordando o carteiro e roubando o veículo de distribuição. A subtração dos objetos postais do veículo ocorria de forma rápida em um ponto ainda próximo ao local dos fatos, ocorrendo o transbordo para um veículo dos suspeitos. A divisão dos objetos roubados era realizada em uma das residências dos investigados, no município de Colombo/PR.

A prisão no dia de hoje ocorreu no município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O preso será indiciado pelo crime de receptação e roubo qualificado, cuja pena pode chegar a 15 anos de reclusão.

Leia mais:  Latino tem nova prisão decretada por dever pensão alimentícia para outro filho

O mandado judicial foi expedido 9ª Vara da Justiça Federa em Curitiba/PR.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana