conecte-se conosco

Cidades

Nove vítimas caem em golpe envolvendo a venda de veículos pela internet em Ponta Grossa

Publicado

Por Eduardo Alves e Edilene Santos, RPC Ponta Grossa e G1 PR

Nove pessoas foram vítimas de um golpe envolvendo a venda de veículos pela internet, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. Segundo a Polícia Militar (PM), as ocorrências foram registradas nos últimos 30 dias.

De acordo com a PM, os estelionatários clonavam anúncios de venda de veículos feitos na internet por meio de redes sociais e sites de comércio eletrônico. Ainda de acordo com a PM, os anúncios feitos pelos suspeitos tinham um valor menor do que praticado pelo mercado.

A polícia informou que, no processo de negociação, os estelionatários se passavam por vendedores do veículo aos possíveis compradores e, ao mesmo tempo, como interessados na compra ao verdadeiro proprietário do automóvel.

Conforme a PM, compradores e vendedores chegavam a se encontrar antes da venda do veículo sem a presença dos suspeitos. Para isso, a polícia disse que os estelionatários induziam as vítimas a não negociar valores.

Durante todo o processo, a PM informou que os estelionatários trocavam informações por meio de aplicativos de mensagens. Segundo a polícia, quando o comprador fechava o negócio, os suspeitos enviavam uma conta para depósito no nome de um terceiro.

Leia mais:  Hotéis lançam campanha "Vem pra Foz que o Pedágio é por nossa conta”

Esquema

Um policial que preferiu não ser identificado relatou que quase caiu no golpe ao tentar comprar uma motocicleta por um site de comércio eletrônico. Ele conta que, durante a conversa com os suspeitos, enviou um documento pessoal com dados para provar a identidade.

Comentários Facebook

Cidades

Prefeito evangélico é alvo de macumba em Mato Grosso

Publicado

O prefeito Jeferson Ferreira Gomes (DEM), de Comodoro, extremo oeste de MT, que é evangélico, foi surpreendido por um “despacho espiritural” no cemitério da cidade. A informação é do site Olhar Direto.

Segundo a publicação, o despacho foi descoberto na primeira quinzena neste mês.

No local havia um papel com nome do prefeito em cruz, garrafa de cachaça e um sapo morto. Tudo junto e misturado. O “trabalho” foi descoberto por uma moradora que visitava o túmulo de parente.

O despacho estava na porta, com terra de cemitério sobre o nome.

Não se sabe por quais motivos, alguém deseja a morte do prefeito, que não comentou o assunto.

Mistério!

Comentários Facebook
Leia mais:  Centro domina trabalho da GM: veja bairros de Curitiba com mais ocorrências em 2019
Continue lendo

Mais Lidas da Semana