conecte-se conosco

Região Oeste

Gastronomia, roteiros rurais e eventos: conheça alguns atrativos do Oeste do Paraná

Publicado

AN-PR

A diversidade étnica do Paraná deu origem a uma variedade de atrativos culturais, econômicos e gastronômicos na região Oeste do Estado. Sem perder a ruralidade, o Oeste une o agronegócio com tecnologia e grandes eventos, fomentando a economia da região.

A região turística Riquezas do Oeste passa por 21 municípios e faz parte do Roteiro Turístico do Paraná. “Essa região é marcada pelas festividades gastronômicas, eventos onde a culinária típica é apreciada em meio às manifestações culturais de cada localidade”, diz o diretor técnico da Paraná Turismo, Rafael Andriguetto. “O festival de teatro, dança e música, assim como outros eventos culturais e agropecuários, também são realizados na região, que vem se consolidando no turismo de eventos e negócios”, explica ele.

Fazem parte da região Riquezas do Oeste os municípios de Assis Chateaubriand, Boa Vista da Aparecida, Braganey, Cafelândia, Capitão Leônidas Marques, Cascavel, Corbélia, Formosa do Oeste, Iguatu, Iracema do Oeste, Jesuítas, Lindoeste, Maripá, Nova Aurora, Ouro Verde do Oeste, Palotina, Quatro Pontes, Santa Lúcia, São Pedro do Iguaçu, Toledo e Tupãssi.

ARTES – A região Riquezas do Oeste caracteriza-se muito pelas artes, especialmente pela música e pela dança. Nessa região acontece o conhecido Festival de Dança e o Festival de Música de Cascavel. Além de apresentações de artistas locais e de outras cidades, os festivais contam com aulas e oficinas.

A região sedia algumas das mais importantes festas do Estado, como a Festa Nacional do Porco no Rolete e a Festa Nacional do Frango, que ocorrem em Toledo, todos os anos.

AGRONEGÓCIO – Eventos e negócios também são ponto forte no Oeste, sendo o agronegócio um dos pilares da economia paranaense.

Leia mais:  Prefeitura e Câmara debatem início das atividades do programa Foz Conhecendo Foz

São famosos o Show Rural Coopavel e a Expovel, da Cooperativa Agroindustrial de Cascavel. Eles demonstram toda a força do agronegócio, ao mesmo tempo em que apresentam atrações com gastronomia variada, shows, leilões e rodeios.

ECOLOGIA E LAZER – Áreas naturais com cenários exuberantes é um convite ao lazer e, também, à prática da pesca e dos esportes náuticos.

O Parque Ecológico Paulo Gorski, localizado em Cascavel, é a maior Reserva Ecológica Urbana do Sul do Brasil e conta em sua estrutura com o Teatro do Lago, Espaço Cultural Igreja do Lago, Cartódromo, fonte, chafariz, playground, restaurante, ciclovia, trilha ecológica e pista de patinação.

Também em Cascavel, a Colônia São Francisco de Assis se destaca por ser uma área no meio rural com hípica, trilha ecológica, lago com praia artificial e uma ilha com restaurante. Em Toledo, o turista pode conhecer o Parque Ecológico Diva Paim Barth, que tem como atrações o Aquário Municipal, com 25 espécies de peixes nativos do rio Paraná, e o Parque das Aves, em meio ao Horto Florestal.

Em Nova Santa Rosa, é encontrada uma estância de lazer que convida ao desfrute de momentos inesquecíveis, com toboáguas, piscinas de água corrente, camping, áreas para prática de esportes e o rio Guaçu com opções para pesca, rafting e passeios de barco, além de café colonial com produtos locais.

TURISMO RURAL – Matelândia conta com o Circuito Sabiá, onde há forte influência das culturas italiana e alemã. O passeio oferece opções de visitas por agendamento, para descanso, apreciação da gastronomia ou apenas lazer, com trilhas para caminhadas em contato com a natureza e contemplação de lindas paisagens.

Leia mais:  Conselho de Ética ouve testemunhas em investigação contra o vereador Neco

O Roteiro Caminhos do Sol, em Nova Aurora, leva os turistas e visitantes a conhecerem as delícias produzidas por agroindústrias familiares. Já a ruralidade de Serranópolis do Iguaçu surpreende o turista pela diversidade de atrativos no meio rural. O município é conhecido na região por suas áreas rurais de lazer, com pousadas ricas em fauna e flora.

O Roteiro da Produção Agropecuária, em Toledo, reúne laticínios, chácaras, hospital veterinário, granjas e vinícolas. O roteiro de Maripá é conhecido pelo perfume exalado de seus vários orquidários que se unem a encantadores estabelecimentos rural.

NORMAS – Os municípios da região Oeste do Estado não estão presentes em sua totalidade no roteiro turístico Riquezas do Oeste. Isso porque o município tem que se enquadrar às normas do Ministério do Turismo, apresentando relatórios comprovando aptidão para receber essa prática. O período de atualização para inclusão e exclusão dos municípios no mapa turístico é de dois anos.

Paraná possui 14 regiões turísticas

O Paraná possui 14 regiões turísticas mapeadas, cada uma com seus atrativos e peculiaridades. São elas: Riquezas do Oeste, Cataratas do Iguaçu, Corredores das águas, Eco Aventuras, Lagos e Colinas, Vales do Iguaçu, Entre Matas, Morros e Rios, Vale do Ivaí, Norte do Paraná, Norte Pioneiro, Campos Gerais, Rotas do Pinhão, Terra dos Pinheirais e Litoral.

Comentários Facebook

Região Oeste

Prefeitura e Câmara debatem início das atividades do programa Foz Conhecendo Foz

Publicado

O Executivo e o Legislativo municipal debateram a efetivação do programa Foz Conhecendo Foz, uma ação estratégica que visa fortalecer o turismo, gerar renda e emprego para centenas de trabalhadores afetados pela pandemia da Covid-19.

A reunião foi realizada na tarde de quarta-feira, 6 de janeiro, com a presença do vice-prefeito, Delegado Francisco Sampaio e da vereadora Anice Gazzaoui, presidente da Comissão de Turismo da Câmara e idealizadora do programa.

Também participaram da reunião o Secretário de Turismo, Paulo Angeli; a diretora de gabinete, Elaine Anderli; o presidente da LIGUIA (Liga Independente dos Guias de Turismo de Foz do Iguaçu), Carlos Alberto; o presidente da COOTRAFOZ, Vitalino Capeletto; e o presidente do SINPROVET (Sindicato dos Motoristas de Vans Escolares) Eudes Maurício Guiotto.

“Definimos alguns encaminhamentos de como será a parte operacional. O Programa terá início no dia 16 de janeiro às 09h da manhã com o primeiro start. Houve o cadastramento e com essas definições o programa entrará em operação”, explicou a vereadora.

“Essa iniciativa da Câmara, acatada pelo prefeito Chico Brasileiro, vai ajudar estes profissionais que tanto sofreram com a pandemia. Nosso objetivo é auxiliar essas pessoas, gerando emprego e renda e contribuindo com a retomada do turismo”, afirmou o vice-prefeito, Francisco Sampaio.

Leia mais:  Funcionária de hotel é atingida por explosão ao usar álcool em aquecedor de alimentos

Inscrições

As inscrições para os profissionais seguem abertas e podem ser feitas na sede da Prefeitura, na Praça Getúlio Vargas, nº 280, Centro, no horário das 8h30 às 14h. Até o momento 116 profissionais do transporte escolar e 167 guias de turismo estão cadastrados.

O programa tem o objetivo de proporcionar, exclusivamente aos moradores de Foz do Iguaçu, visita aos atrativos turísticos. A ideia é contemplar quase mil profissionais do turismo e do transporte escolar que farão os passeios com a população local. A ação conta com auxílio da Secretaria Municipal de Turismo, responsável pela implantação do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana