conecte-se conosco

Esportes

Galo vence o Atlético GO e diminui diferença para o líder

Publicado


O Galo fez valer a condição de melhor mandante do Campeonato Brasileiro e ganhou força na luta pelo título ao vence o Atlético-GO por 3 a 1, neste domingo (17), no Mineirão, pela 30ª rodada.
Com mais um triunfo em seus domínios, o Atlético chegou a 53 pontos e permaneceu em 3º lugar na tabela de classificação, com um jogo a menos que  Internacional e São Paulo, que somam 56 e 57 pontos, respectivamente.
Hyoran abriu o placar aos 12 minutos, com um golaço. No lance, ele dominou a bola no peito, na meia-lua, e acertou um belo chute no ângulo. Ainda na etapa inicial, aos 42, Savarino levantou a bola na área em cobrança de falta e Alonso marcou de cabeça.
No segundo tempo, Jair também marcou de cabeça, aos 16 minutos. Aos 29, Janderson diminuiu para a equipe visitante.
Na próxima rodada, quarta-feira (20), às 19h15, o adversário será o Grêmio, em Porto Alegre.
O JOGO
O Atlético foi arrasador no primeiro tempo e pressionou o adversário do primeiro ao último minuto. No primeiro ataque, Keno cruzou pela esquerda e o zagueiro fez o corte pelo alto, evitando que a bola encontrasse o chileno Vargas.
Aos seis minutos, Vargas chutou da entrada da área, a bola desviou no defensor goiano e saiu rente à trave. Em seguida, após cobrança de escanteio pela esquerda, Savarino arriscou de fora da área, por cima do gol.
Em boa oportunidade, Savarino recebeu ótimo passe de Vargas e chutou cruzado para a boa defesa do goleiro Jean.
Aos 12 minutos, Keno cruzou pela esquerda, o zagueiro cortou e Hyoran, na meia -lua, dominou a bola no peito e bateu de primeira para fazer um golaço e abrir o placar no Mineirão: Galo 1 x 0.
O Galo seguiu atacando e, depois de boa troca de passes, Keno foi à linha de fundo pela esquerda e cruzou para o corte da zaga.
O Galo voltou a levar perigo na tentativa de passe de Jair para Vargas, na grande área, mas a defesa goiana afastou o perigo.
Aos 17 minutos, Hyoran arriscou de fora da área re a bola saiu rente à trave. Cinco minutos mais tarde, Vargas recebeu ótimo passe de Savarino e saiu cara a cara com o goleiro, que fez a defesa.
Em novo ataque atleticano, aos 33, Jair cruzou pela direita e Vargas se esticou para tentar a conclusão, mas chegou um pouco atrasado e a bola foi para fora.
Aos 41 minutos, Guga sofreu falta pela direita, Savarino levantou a bola na área e Alonso, na segunda trave, subiu para marcar de cabeça: Galo 2 x 0.
O Atlético seguiu pressionando e quase fez o terceiro aos 44, quando Savarino cruzou pela direita e Hyoran cabeceou para fora. Já nos acréscimos, Arana cruzou rasteiro pela esquerda e a zaga do Dragão conseguiu cortar.
O Galo voltou para o SEGUNDO TEMPO com a mesma formação.
Aos seis minutos, Savarino tentou cruzamento pela direita e a defesa goiana afastou o perigo. Logo depois, Allan arriscou de longa distância e a bola saiu rente ao travessão.
Everson fez boa defesa aos onze minutos, na conclusão de Zé Roberto. Aos 15, Alonso cruzou pela direita e Keno finalizou para a grande defesa de Jean.
O Atlético chegou ao terceiro gol aos 16 minutos, quando Arana cobrou escanteio pela esquerda, na marca do pênalti, e Jair cabeceou no canto esquerdo do goleiro: Galo 3 x 0.
Aos 26 minutos, Jair foi substituído por Franco e Marlon Freitas levou perigo em finalização por cima do gol.
Em nova tentativa alvinegra, Arana cruzou pela esquerda, Vargas dominou a bola, girou o corpo e concluiu para fora.
Janderson diminuiu para o Atlético-GO aos 29 minutos, completando cruzamento pela esquerda do ataque goianiense.
O Galo foi ao ataque e levou perigo no cruzamento de Savarino pela direita, mas o goleiro Jean saiu do gol para impedir o cabeceio de Vargas.
Aos 37, Keno e Vargas foram substituídos por Marrony e Eduardo Sasha, respectivamente. Três minutos depois, Savarino deixou o campo para a entrada de Nathan.
Arana cobrou escanteio pela esquerda, aos 42, e Alonso cabeceou no canto direito, mas o zagueiro conseguiu evitar o quarto gol atleticano.
O Galo ainda teve uma última chance em jogada pela direita, no passe de Franco para Nathan, que finalizou para fora.

  Nathan espera ter boa sequência na reta final do Brasileirão

Leia mais:  Coritiba toma quatro do Inter no Brasileiro de Aspirantes

Comentários Facebook

Esportes

Vasco fecha preparação para duelo contra o Madureira

Publicado


O CT do Almirante, na Cidade de Deus, recebeu na tarde desta sexta-feira (07/05) o último treinamento do Vasco da Gama antes do jogo de volta da semifinal da Taça Rio. A atividade foi marcada por um trabalho tático e um animado recreativo. Em São Januário, neste sábado (08), às 16h, o Gigante da Colina encara o Madureira precisando de uma vitória para se garantir na final da competição, que é tratada como elemento importante na preparação da equipe cruzmaltina para os torneios nacionais.

Diante do Tricolor Suburbano, o treinador Marcelo Cabo seguirá o planejamento traçado após o término da fase de classificação do Campeonato Carioca e irá utilizar a equipe principal, conforme anunciado no final de semana passado, após o jogo em Conselheiro Galvão. Utilizado pela última vez no clássico contra o Flamengo, o meio-campo Marquinhos Gabriel retorna ao grupo de relacionados. O mesmo vale para Gabriel Pec e Matías Galarza, que tiveram um período de recesso recentemente.

Assim como em partidas anteriores, o planejamento traçado pelo Departamento de Futebol, Departamento de Saúde e Performance e Comissão Técnica será cumprido. Os atletas Ulisses, Riquelme, Bruno Gomes e Léo Jabá serão preservados. Quem também está fora da lista de convocados é Romulo. Embora já esteja clinicamente bem após ser diagnosticado com um edema na coxa esquerda depois do jogo de ida da semifinal, o atleta segue plano elaborado na sua chegada, e esse já incluía sua ausência na partida deste sábado (08/05).

  Laranjeira se diz preparado para agarrar oportunidades no Vasco

Leia mais:  Goiás é superado pelo Vila Nova pelo Campeonato Goiano

O zagueiro Ernando, por sua vez, atravessa um processo de recondicionamento aeróbico, pois se concentrou nas últimas semanas na realização de trabalhos indoor para a construção de uma base física visando a sequência da temporada. Vale lembrar que o defensor acelerou sua estreia para participar das fases iniciais da Copa do Brasil e não passou por um período de descanso após o término do Brasileirão, onde atuou em quase todos os jogos do Bahia, seu antigo clube.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana