conecte-se conosco

Esportes

Fluminense aplica histórica goleada sobre o Oriente Petrolero-BOL

Publicado

No desafio que valia a classificação às oitavas de final da CONMEBOL Sudamericana, o Fluminense cumpriu seu papel. Em jogo válido pela sexta e última rodada da competição, o Time de Guerreiros buscou uma histórica goleada por 10 a 1 sobre o Oriente Petrolero-BOL, nesta quinta-feira (26/05), no Estádio Tahuichi Aguilera. Matheus Martins (3), Germán Cano (3), Jhon Arias, Caio Paulista, Manoel e Willian Bigode marcaram os gols tricolores.

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Apesar da grande vitória, o Flu ficou com a segunda colocação do Grupo H, com 11 pontos, um a menos que o líder, o que provocou sua eliminação. No outro confronto da chave, entre Junior Barranquilla-COL e Unión Santa Fe-ARG, na Colômbia, os argentinos avançaram com o triunfo por 4 a 0.

A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz volta a campo no domingo (29/05), quando enfrenta o Flamengo, às 18h, no Maracanã, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

PRIMEIRO TEMPO

Logo no primeiro minuto, após tabela com Jhon Arias, Matheus Martins finalizou na saída do goleiro para abrir o placar para o Fluminense. Aos 9, servido por Arias, Germán Cano só empurrou para o gol, ampliando a vantagem do Time de Guerreiros no marcador. Aos 13, o argentino voltou a marcar, de cabeça, após cruzamento de Nonato. Aos 14, Álvarez diminuiu para o Oriente Petrolero-BOL. Aos 17, após lançamento de Luccas Claro, a bola explodiu na zaga e sobrou nos pés de Jhon Arias, que balançou a rede.

Leia mais:  Timão se reapresenta e inicia preparativos para jogo da CONMEBOL Libertadores

Aos 36 minutos, Willian Bigode cruzou e Matheus Martins desviou para Caio Paulista fazer o quinto gol tricolor. Aos 37, Cano finalizou duas vezes, mas o defensor operou dois milagres. Aos 41, Bigode escorou para Matheus Martins ficar cara a cara com o goleiro e anotar mais um. Aos 45, Caio Paulista se livrou da marcação, mas mandou em cima do defensor.

SEGUNDO TEMPO

No primeiro minuto, em cruzamento de Cris Silva, Matheus Martins arriscou por cima. Aos 7, o Moleque de Xerém recebeu passe de Germán Cano e, de longe, buscou a finalização. No instante seguinte, após assistência de Martinelli, Matheus Martins garantiu o sétimo gol do Fluminense.

Aos 12 minutos, Willian Bigode passou pela marcação e rolou para Cano acertar o gol. Aos 17, da entrada da área, Bigode chutou em cima do marcador. Aos 19, lançado por Martinelli, Luiz Henrique finalizou para defesa do goleiro. No instante seguinte, de cabeça, Manoel completou a cobrança de escanteio de Willian Bigode e balançou a rede.

Leia mais:  Galo treina forte para duelo com o Cruzeiro

Aos 24 minutos, servido por Jhon Arias, Luiz Henrique dominou, girou e finalizou com perigo. Aos 29, em jogada de John Kennedy com o camisa 11, o Time de Guerreiros chegou ao décimo gol com Willian Bigode.

FICHA TÉCNICA

CONMEBOL Sudamericana – 6ª rodada

26/05/2022, 21h30 – Tahuichi Aguilera

Oriente Petrolero-BOL (1)

Quiñonez; Saucedo (Caire), Álvarez, Zazpe e Paz; Ronaldo Sánchez (Salces), Sandoval (Daniel Rojas), Berdecio (Mercado) e Guaycochea; Hugo Rojas e Roca (Facundo Suárez). Técnico: Erwin Sánchez

Fluminense (10)

Fábio; Caio Paulista, Luccas Claro (Calegari), Manoel e Cris Silva; Martinelli (André), Nonato e Jhon Arias; Matheus Martins (Luiz Henrique), Willian Bigode e Germán Cano (John Kennedy). Técnico: Fernando Diniz

Gols: Álvarez (14’ 1T) (OPE); Matheus Martins (3) (1’ 1T) (41’ 1T) (08’ 2T), Germán Cano (3) (9’ 1T) (13’ 1T) (12’ 2T), Jhon Arias (17’ 1T), Caio Paulista (36’ 1T), Manoel (20’ 2T) e Willian Bigode (30’ 2T) (FLU)

Cartões amarelos: Saucedo, Mercado, Salces, Guaycochea e Facundo Suárez (OPE); Willian Bigode, Luccas Claro e Cris Silva (FLU)

Cartões vermelhos: Hugo Rojas (OPE); Nonato (FLU)

Arbitragem: Guillermo Guerrero, auxiliado por Christian Lescano e Ricardo Baren

Fotos: Marcelo Gonçalves/FFC

fonte:https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-aplica-historica-goleada-sobre-o-oriente-petrolero-bol

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook

Esportes

Inter larga em desvantagem nas oitavas da CONMEBOL Sul-Americana

Publicado

Fora de casa, o Colorado foi superado pelo Colo-Colo-CHI, nesta noite de terça-feira (28/06), na partida de ida das oitavas de final da CONMEBOL Sul-Americana. Lucero e Solari marcaram os gols da vitória de 2 a 0 do time da casa, que fez valer o fator local para largar em vantagem no embate eliminatório.

+ Confira a galeria de fotos da partida;

O Inter voltará a campo no próximo sábado (02/07), às 19h, pelo Brasileirão. Fora de casa, o time de Mano Menezes enfrentará o Ceará em duelo da 14ª rodada do Nacional. Já o confronto de volta contra os chilenos está marcado para a terça-feira que vem (05/07), no Beira-Rio, às 21h30. Contamos com teu apoio na luta pela classificação!

Apoio da torcida será fundamental na semana que vem/Foto: Ricardo Duarte

Começo movimentado

Os chilenos demonstraram sua simpatia pelos escapes em velocidade ainda no primeiro minuto, quando Solari recebeu com espaço na área colorada e finalizou por baixo. Sem rebote, Daniel defendeu. Pouco depois, quem interceptou chegadas rivais pela direita foi Mercado, preciso para travar Lucero aos quatro e aos seis.

Daniel voltou a trabalhar aos sete, diante de cabeceio de Pávez. O rival teve espaço para finalizar, mas não desviou com força. Servido por Heitor, Johnny respondeu segundos mais tarde, quando seu canhotaço morreu nos braços de Cortés. O escape do volante incendiou o Inter, que quase abriu a conta aos nove. Acionado por Alan, Pedro Henrique mandou uma bomba que passou de Cortés, mas explodiu no poste.

Pedro Henrique quase abriu o placar no começo de jogo/Foto: Ricardo Duarte

Postergando o movimentado início de confronto, Lucero abriu o placar aos 12 e quase ampliou nos minutos 16 e 17. Frente ao bom momento do adversário, o Inter tratou, primeiro, de equilibrar a posse de bola. Depois, voltou a assustar com Alan, que apareceu nas costas de Alemão, recebeu o pivô do centroavante e só não empatou por corte decisivo da marcação rival. Já atrás, Mercado seguiu com desarmes importantes para conter o ímpeto local.


Erros de passe, polêmica de arbitragem

Se o primeiro tempo foi inaugurado com jogo bastante aberto, o recomeço de partida correu muito mais truncado, e o roteiro favoreceu o Colo-Colo, que marcou o seu aos nove. Após grande confusão na intermediária de ataque mandante, Solari invadiu a área vermelha e finalizou rasteiro para anotar o segundo chileno.

Leia mais:  Timão segue preparação para duelo eliminatório diante do Guarani
Segundo tempo foi bastante truncado/Foto: Ricardo Duarte

Daí em diante, os erros de passe roubaram os holofotes do embate, que tinha o 2 a 0 encaminhado como resultado final até os 43, instante em que Estêvão descontou para o Inter. Inicialmente confirmado, o lance foi anulado após longa consulta do árbitro ao VAR. Na próxima terça-feira (05/07), o Clube do Povo contará com o apoio de sua torcida para reverter a desvantagem e buscar a classificação às quartas da América.


Primeiro tempo

1min – Solari recebe de Leo Gil e chuta por baixo. Daniel encaixa.

6min – Falcon, de cabeça, serve Pávez, que tem espaço em frente ao gol vermelho. Sem força, porém, ele manda nos braços de Daniel.

7min – Valeu, Johnny! Da entrada da área, volante arrisca de perna canhota. Goleiro encaixa.

9min – NA TRAAAAAAAAAAAAAVE! Alan Patrick estica jogo para Pedro Henrique, que domina na quina esquerda da grande área, corta para dentro e solta a bomba. Ela passa do goleiro, mas explode no poste chileno.

12min – Lucero recebe de Costa e abre o placar para os donos da casa.

16min – Pela direita da área colorada, Solari finaliza cruzado e rasteiro. A bola passa em frente a Daniel e fica longa para Lucero, saindo pela linha de fundo. Árbitro indicou escanteio.

16min – Amarelo para Gabriel.

17min – Após escanteio cobrado na primeira trave, Lucero fica com a posse na esquerda da pequena área do Inter e tenta de bicicleta. Mandou para fora.

27min – Com dores, Renê deixa o campo. Entra Moisés.

30min – TIIIIIIIIIRA A ZAGA! Alemão ganha da marcação no corpo e deixa para Alan Patrick, que invade a área e arrisca de perna direita. No limite, rival consegue o corte.

33min – Costa, pela esquerda, chega até as cercanias da pequena área colorada e tenta de canhota. Forte, ela sai em tiro de meta.

Leia mais:  Tricolor busca reação e vence o Cuiabá no Morumbi

41min – MERCAAAAADO! Costa cruza bola muito perigosa da esquerda, e zagueiro colorado aparece no momento decisivo para afastar.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

47min – Intervalo em Santiago.


Segundo tempo

0min – Inter volta com Moledo em campo. Heitor deixa o campo.

1min – Pedro Henrique recebe na ponta-esquerda, finta em cima do marcador e cruza bola fechada. Goleiro encaixa.

9min – Solari amplia para os donos da casa.

16min – Fuentes recebe o cartão.

17min – Duas trocas no Inter: David e Mauricio substituem Alan Patrick e Gabriel.

18min – Colo-Colo assusta no contra-ataque. Lançado, Gil chuta com desvio em Mercado, e a bola sai em escanteio.

24min – Lucero impede contra-ataque do Inter. Falta e amarelo apresentados.

28min – Fuentes sai de maca e é substituído por Pizarro.

31min – Estêvão completa as trocas no Clube do Povo. Pedro Henrique deixa o campo.

35min – De voleio, Gil quase marca o terceiro do Cacique.

40min – UHH! De fora da área, Mauricio arrisca de perna canhota. Levou perigo, mas saiu ao lado.

42min – Estêvão desconta para o Inter.

47min – Após longa consulta ao VAR, árbitro anula o gol colorado. Indicou infração na origem da jogada.

47min – Por reclamação, Mauricio leva o amarelo.

48min – Gutiérrez vem a campo no lugar de Solari.

49min – Mais cinco.

54min – Partida encerrada.


Ficha técnica:

Colo-Colo (2): Cortés; Opazo, Falcon, Zaldivia e Suazo; Fuentes (Pizarro), Leonardo Gil e Pavez; Solari (Gutiérrez), Lucero e Costa. Técnico: Gustavo Quinteros.

Internacional (0): Daniel; Heitor (Rodrigo Moledo), Mercado, Vitão e Renê (Moisés); Gabriel (Mauricio), Johnny, Edenilson, Alan Patrick (David) e Pedro Henrique (Estêvão); Alemão. Técnico: Mano Menezes.

Gols: Lucero, aos 12’/1ºT, e Solari, aos 9’/2ºT (C).

Cartões amarelos: Fuentes e Lucero (C). Gabriel e Mauricio (I).

Arbitragem: Patricio Loustau, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Facundo Rodrigues. Quarto árbitro: Fernando Echenique. VAR: German Delfino.

Estádio: Monumental David Arellano-CHI.

fonte: https://internacional.com.br/noticias/cronica-colo-colo-chi-x-internacional-oitavas-de-final-conmebol-sul-americana

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana