conecte-se conosco

Curitiba

Festas tradicionais animam fim de semana em Curitiba

Publicado

Duas festas tradicionais marcaram o fim de semana em Curitiba. No pavilhão de eventos do Parque Barigui,  o 29º Imin Matsuri, festival cultural que comemora a entrada do inverno e os 111 anos da chegada dos primeiros imigrantes japoneses ao Brasil. Na Rua da Cidadania do Cajuru, no sábado (29/6), teve arrasta pé, balão de drone e fogueira da inovação para comemorar o Dia de São Pedro.

O prefeito Rafael Greca fez questão de visitar ambas comorações. Na Rua da Cidadania do Cajuru, a festa junina em homenagem ao Dia de São Pedro loutou de famílias a Praça da Rua da Cidadania.

A comunidade dançou quadrilha. Bandas locais como Som Nativo, Juvêncio Cardoso e Banda e Paulinho do Capão da Imbuia e seus convidados animaram a festança. Greca ficou animado com o repertório que trouxe canções conhecidas como as Mocinhas da Cidade composição de  Nhô Belarmino e Nhá Gabriela. “A festa do Cajuru resgatou a mais antiga tradição musical brasileira e curitibana, com a modinha as Mocinhas da Cidade, barracas de pescaria, pinhão e o convívio das famílias nesta linda noite de São Pedro”, disse Greca.

A secretária Christiane Wegrzynovski, moradora da Vila Camargo estava animada com a festa. “Maravilhosa, bem organizada. Os preços das comidas estavam bons, as músicas animadas, muitas famílias participaram. Uma festa muito boa”, elogia.

Leia mais:  Laudo mostra peças quebradas e cortantes em escada rolante de shopping com dois acidentes

Balão de drone

Outro morador animado era o empresário José Soares que participou do arraial cantando com a Banda Som Nativo. “Festa maravilhosa. É a segunda vez que venho e este ano está mais animada ainda”. Ele gostou do balão de drone. “Todos os balões que soltam deveriam ser assim”, disse o empresário José Soares.

O balão foi idealizado pelo professor Rogério Belando e confeccionado no Fab Lab Cajuru. “No lugar do balão que causa incêndio e é danoso ao meio ambiente, um balão de inovação criado com drone que veio do céu para acender a fogueira”, comemorou o prefeito.

O arrasta-pé do Cajuru foi até 21 horas. Participaram do evento, os secretários municipais, Emílio Trautwein, da secretaria do Esporte, Lazer e Juventude, da Educação, Maria Silvia Bacila, o diretor de Relações do Trabalho da Fundação de Ação Social, Cesario Ferreira Filho, a Administradora Regional do Cajuru, Adriane dos Santos e os vereadores Serginho do Posto e Fabiane Rosa.

Imin Matsuri

A festa da imigração japonesa, neste sábado e domingo (29 e 30/6) tem apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba. Música, comida, dança e cosplayers de mangás (pessoas vestidas e maquiadas como personagens de histórias em quadrinhos) são atrações da festa. O prefeito participou da cerimônia que traz sorte quando é quebrada a tampa do barril de saquê.  “É uma alegria receber esta festa que nos oferece a comunidade japonesa todos os anos”, disse o prefeito. que caíram no gosto do curitibano, disse o prefeito Rafael Greca.

Leia mais:  Paraná registra saldo negativo de empregos formais e fecha 23,8 mil vagas em maio

O Consul Geral do Japão, Hajime Kimura, explicou que nas cerimônias de comemorações, no Japão, o barril é aberto para ofertar o saquê a Deus. “A bebida é feita de arroz, um alimento sagrado para nós japoneses, é o prato principal da nossa comida”. Em seguida a bebida foi oferecida às autoridades e convidados.

O prefeito agradeceu e reforçou a importância dos japoneses na nossa história. “Bendito seja Deus que nos deu a imigração japonesa no Paraná e no Brasil. Benditos sejam os nossos antepassados que no navio Kasato Maru atravessaram os mares, em 1908 e atracaram neste Novo Mundo”.

Em seguida, o prefeito assistiu a apresentação do flautista Reison Kuroda, que tocou a música do vento. Greca convidou o músico japonês para participar da próxima edição da Oficina de Música, em janeiro. Teve ainda apresentações dos grupos Kinawa (dança com tambor) e Wakaba Taiko (tambores).

Também estiveram no 29º Imin Matsuri, a Procuradora-Geral do Munícipio, Vanessa Volpi e os coordenadores do evento, Yuichi Oshima e Hermes Murakami.

 

 

Comentários Facebook

Curitiba

VÍDEO: Ônibus com 37 pessoas perde o freio na serra entre Curitiba e Joinville

Publicado

Um ônibus de viagem que fazia o trajeto Belém (PA) – Florianópolis (SC) perdeu os freios enquanto trafegava na rodovia BR-376 na madrugada da Última quarta-feira, 6. O veículo ocupado por 37 passageiros, sendo oito crianças, atingiu 118 km/h e só parou depois de entrar na área de escape do quilômetro 671,7, em Guaratuba (PR). Ninguém se feriu.

De acordo com a Arteris Litoral Sul, concessionária do trecho, o ônibus entrou 115 metros na área de escape por volta da 1h45. O condutor relatou às equipes que não conseguiu mais utilizar os freios dois quilômetros antes da área e, como ele já conhecia o dispositivo, direcionou o ônibus para entrada.

O motorista e os passageiros foram transportados até um posto de apoio para seguirem viagem com suporte da empresa responsável.

Segundo a concessionária, essa foi a sexta vez que um ônibus usou a área de escape, inaugurada em agosto de 2011. Neste período ela foi utilizada por 257 veículos pesados, ajudando a salvar 376 vidas.

Leia mais:  Laudo mostra peças quebradas e cortantes em escada rolante de shopping com dois acidentes

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana