conecte-se conosco

Curitiba

Curitiba adia pela 3ª vez volta de alunos às escolas municipais: agora fica para julho

Publicado

A prefeitura de Curitiba adiou novamente a volta às aulas presenciais nas escolas da rede municipal de ensino por causa da pandemia de coronavírus. De acordo com o decreto 580, publicado no Diário Oficial do Município dia 30 de abril, a volta fica para 2 de julho – isso se não for necessário adiar novamente.

Semana passada, o prefeito Rafael Greca já havia comentado que a volta dos alunos às escolas municipais ficaria para julho ou agosto, conforme a evolução do coronavírus. Desde 23 de março as escolas municipais estão vazias. Essa é a terceira vez que a volta dos alunos é adiada.

A rede municipal tem cerca de 145 mil estudantes em 185 escolas, 230 creches (CMEIs) e 95 creches contratadas.

Videoaulas

Durante o isolamento social de prevenção da covid-19, os alunos têm acompanhado as videoaulas preparadas pela Secretaria Municipal da Educação pela TV ou no Canal TV Escola Curitiba no YouTube.

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Delegado conversava por telefone com a mãe antes de matar mulher e enteada, diz defesa

Curitiba

Covid-19: remessa comCovid-19: remessa com 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná

Publicado

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionadA Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionada ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.a ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.

As vacinas destinadas às crianças chegaram ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 23h10, e nos próximos dias serão distribuídas para as 22 Regionais de Saúde do Paraná.

Leia mais:  "Curitiba terá semana de inverno real:

“Estamos só no começo ainda na vacinação deste novo público. Receberemos e vamos distribuir muitos lotes como este, para que, desta forma, consigamos atingir as mais de 1 milhão de crianças do Estado. Estou confiante de que, assim como foi com os adolescentes, teremos bastante comparecimento aos postos de vacinação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A imunização das crianças depende de consentimento dos pais ou responsáveis. Caso eles não estejam presentes no momento da vacinação, é necessário entregar uma autorização por escrito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana