conecte-se conosco

Esportes

Athletico terá mais visibilidade e grana com classificações na Copa do Brasil e Libertadores

Publicado

Tribuna Paraná

Reflexo do sucesso que teve em campo em 2018, o Athletico está na crista da onda nesta temporada. Regular até agora, mas com alguns problemas para resolver diante da perda de jogadores importantes nas últimas semanas, o Furacão terá uma sequência de decisões pela frente neste mês. Vai enfrentar Flamengo e Boca Juniors já pelo mata-mata da Copa do Brasil e da Libertadores da América, respectivamente. O clube pode fechar o mês de julho com ainda mais visibilidade no cenário nacional e sul-americano, além de conta com os cofres cheios.

Para passar por Flamengo e Boca Juniors e seguir com esse destaque, o Athletico terá grandes desafios. O Furacão vive um momento de instabilidade e o técnico Tiago Nunes terá que encontrar alternativas dentro do próprio elenco para suprir as ausências de jogadores importantes. Nesta parada para a disputa da Copa América, a principal perda foi o lateral-esquerdo Renan Lodi, negociado com o Atlético de Madrid.

Além dele, o Athletico, antes mesmo da parada, já não podia contar com o zagueiro Thiago Heleno e com o volante Camacho, que foram pegos no doping na disputa da Libertadores e estão impedidos de atuar até que o julgamento seja realizado. Neste período, o zagueiro Pedro Henrique chegou, mas não poderá jogar na Copa do Brasil, pois já vestiu a camisa do Corinthians no torneio.

Leia mais:  Renê assume nova coordenação de futebol do Bahia

Logo de cara, o técnico Tiago Nunes já vai ter um grande teste diante do Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada, no duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Ainda sem vencer longe do Caldeirão na temporada, o Furacão sabe da importância de conseguir um grande resultado contra os cariocas para, na semana que vem, buscar a vaga entre os quatro melhores times da competição nacional.

Passar de fase na Copa do Brasil vai significar um bom lucro aos cofres do Athletico. O clube, que entrou nas oitavas de final e passou pelo Fortaleza, já lucrou R$ 5,6 milhões com o torneio. Se chegar à semifinal da competição, o Furacão vai ganhar mais R$ 6,7 milhões. Uma possível ida para a decisão do torneio fará o time lucrar pelo menos mais R$ 21 milhões. Esse é o valor para o clube que for vice-campeão. Já se for campeão, o Rubro-Negro ganhará mais R$ 52 milhões.

Mas, o Athletico nunca escondeu que o seu foco em 2019 é a disputa da Libertadores. O Furacão, no dia 24 de julho, faz o duelo de ida das oitavas de final do torneio internacional diante do Boca Juniors, na Arena da Baixada. Uma semana depois, acontece em Buenos Aires a partida de volta valendo a vaga nas quartas de final do certame. Enfrentar o segundo maior campeão das Américas – seis títulos da Libertadores – será um desafio e tanto para o time se firmar de vez no cenário do futebol sul-americano.

Leia mais:  São Paulo | Sub-17 abre semifinais da Copa do Brasil

Avançar de fase na Libertadores da América será importante também para as finanças do Athletico. O Furacão já lucrou cerca de R$ 11 milhões na primeira fase do torneio internacional. Para participar das oitavas de final, o Furacão vai lucrar mais R$ 1 milhão. Se seguir adiante e chegar a uma eventual decisão, o time atleticano, somente com a principal competição de clubes das Américas, pode ter um ganho total de R$ 49 milhões se for vice-campeão e R$ 72 milhões se conseguir o título inédito.

Além das receitas com premiações, o Athletico, se obtiver sucesso em campo, seguirá com a moral elevada e ainda terá outros ganhos, como por exemplo, com bilheterias nesses jogos decisivos. Mais do que isso, o time do técnico Tiago Nunes quer provar de vez sua ascensão e que chegou para ficar entre os principais clubes das Américas.

Comentários Facebook

Esportes

Com visita especial, Colorado trabalha no CT

Publicado


A preparação para a sequência no Campeonato Brasileiro segue forte no CT Parque Gigante. Na manhã desta quinta-feira (29/7), o grupo colorado trabalhou sob os olhares do ex-jogador Bolivar. O Ídolo colorado assistiu aos trabalhos e aproveitou para reencontrar os amigos da comissão técnica, staff e Taison. Os dois foram campeões da América pelo Inter em 2010.

Dentro do campo, o treinador Diego Aguirre começou a projetar o time que entrará em campo no fim de semana. O técnico iniciou comandando atividades de posse de bola em campo reduzido. Depois, os jogadores realizaram um exercício tático, ajustando detalhes para a próxima rodada do Brasileirão.

O duelo com o Cuiabá está marcado para sábado (31/7), às 20h, no estádio Beira-Rio. Para esse jogo, Aguirre poderá ter o retorno de Taison e Saravia, que se recuperaram de lesão. Guerrero também treina normalmente com o grupo. Já Yuri Alberto e Thiago Galhardo, suspensos, não estão à disposição da comissão técnica.

O grupo colorado volta a treinar na tarde desta sexta-feira (29/7), finalizando a preparação para o confronto no Gigante.

  Em Curitiba, Inter treina para buscar a 10ª vitória seguida no Brasileirão

Leia mais:  Pelo Campeonato Brasileiro, Santos FC perde para Atlético Goianiense na Vila Belmiro

fonte: https://internacional.com.br/noticias/com-visita-especial-colorado-trabalha-no-ct

Imagens

Créditos: Ricardo Duarte

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana