conecte-se conosco

Norte do Estado

Suspeito de balear travesti no Centro de Maringá se entrega à polícia

Publicado

Por RPC Maringá

O homem suspeito de balear uma travesti no Centro de Maringá, no norte do Paraná, se entregou à Polícia Civil nesta terça-feira (11). Segundo a polícia, o homem foi ouvido e liberado porque já não há mais caracterização de flagrante.

O suspeito, de 34 anos, de acordo com a polícia, disse em depoimento que não teve relações sexuais com a vítima. Em depoimento, o homem relatou que a travesti entrou sem autorização no carro dele.

O caso aconteceu na madrugada de sábado (8), no cruzamento entre a Avenida Herval e a Rua Joubert de Carvalho. Até esta terça-feira, a vítima continuava internada, com quadro estável de saúde.

Ainda conforme a polícia, o motorista afirmou que atirou contra a vítima durante uma discussão, depois que ela pegou a chave do carro e tentou sair correndo.

“Ele alega que foi a travesti que entrou no carro dele sem autorização, quando ele parou no cruzamento da Avenida Herval com a Avenida Brasil, e que, quando entrou no carro, começou a obrigar ele a dar voltas com ela na região do Centro”, disse o delegado Diego de Almeida.

Leia mais:  Cão farejador encontra droga escondida em tábuas de passar roupa dentro de ônibus, em Rolândia

O delegado disse que, ainda o depoimento do suspeito, a vítima pediu que ele a deixasse perto de um bar. O homem informou aos policiais que entregou R$ 20 à vítima, e que ela exigiu mais dinheiro, e ele se recusou a dar.

“Nós ainda temos que ouvir a versão da vítima, ouvir uma testemunha que estava com a vítima, para saber realmente se o que ele disse bate com a realidade dos fatos”, concluiu o delegado.

O delegado ressaltou que a versão dada pelo suspeito sobre o crime não justifica legitima defesa. O caso é tratado pela polícia como tentativa de homicídio.

A polícia informou também que o suspeito não tinha permissão para portar arma e que também pode responder por porte ilegal de arma de fogo.

Imagens

Vídeos de câmeras de segurança mostram o momento em que a vítima é baleada pelo suspeito. As imagens flagraram o momento em que o suspeito estaciona o carro na esquina.

Em seguida, a travesti desce do carro atingida pelo tiro. Ela anda alguns metros e cai. O motorista se aproxima e pega um objeto que, segundo a polícia, era a chave do carro.

Leia mais:  Casa de família de menina de 1 ano que morreu vítima de agressão é incendiada, em Arapongas

Comentários Facebook

Norte do Estado

‘Bandido da moto’ faz mais duas vítimas em Apucarana

Publicado

O ‘bandido da moto’ fez mais uma vítima na manhã de hoje (30). Novamente uma mulher teve a bolsa arrancada dos braços. O crime aconteceu por volta das 08h20.

A vítima estava na Rua Gregório Holak, próximo da FAP, Faculdade de Apucarana, quando um homem em uma moto escura parou ao lado dela, usando a força, puxou a bolsa e fugiu em alta velocidade.

Dentro da bolsa estavam os documentos e objetos  pessoais além de um celular. A Polícia Militar (PM) atendeu a ocorrência.

Ontem (29) o ‘bandido da moto’ agiu no Jardim América, a vítima, outra mulher, estava na Rua Ouro Verde quando foi assaltada por volta das 16h40.

A mulher contou para a PM que o homem na moto escura, usando a força, roubou uma sacola, dentro estavam um celular,  dois maços de cigarro,um molho de chaves e um isqueiro.

Somente neste mês, até a publicação desta reportagem, o ‘bandido da moto’ já roubou 12 mulheres.

A polícia busca pistas para identificar o suspeito. Os casos são investigados.

Leia mais:  Cão farejador encontra droga escondida em tábuas de passar roupa dentro de ônibus, em Rolândia

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Brasil23 de agosto de 2019, 20:25

Bolsonaro autoriza operação das Forças Armadas na Amazônia para combater incêndios

Região Oeste22 de agosto de 2019, 16:17

O vereador Celestino Denardin (PSD), de Braganey, no oeste do Paraná, foi multado em R$ 30 mil pelo Ministério Público Estadual (MP-PR) por acessar sites com conteúdo pornográfico durante o expediente. O dinheiro será destinado aos cofres do Município. A denúncia foi apresentada ao MP-PR pelo presidente da Câmara, Adriano da Silva. Um inquérito civil foi aberto para apurar os supostos acessos dos computadores da Câmara de Vereadores e a má conduta comprovada. Segundo o MP, Professor Celestino, como é conhecido, confessou a prática e assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a não acessar mais os sites pelos computadores do legislativo. Em nota, o presidente da Câmara declarou que, de acordo com o Regimento Interno, a conduta do vereador pode levar a abertura de uma investigação por quebra de decoro parlamentar. “A Câmara de Vereadores de Braganey tomará todas as providências pertinentes, não sendo conivente de forma alguma com as condutas imorais praticadas por qualquer um dos vereadores que compõem o corpo legislativo deste Município”, destacou. Até a última atualização desta reportagem, o G1 tentava contato com o vereador Celestino Denardin.

CASCAVEL22 de agosto de 2019, 16:11

Empresário acha dinheiro na rua e descobre dono pelos dados do cartão de crédito

Curitiba22 de agosto de 2019, 16:08

TJ-PR nega recurso e mantém condenação contra ex-diretor da Assembleia Legislativa do Paraná

Brasil22 de agosto de 2019, 15:21

Empresa que vai devolver a BR-040 arrecadou R$ 1,3 bilhão

Mais Lidas da Semana