conecte-se conosco

Cidades

Rota do Pinhão oferece diversidade de atrações turísticas na Grande Curitiba

Publicado

AN-PR

Quem percorre a Rota do Pinhão tem a oportunidade de conhecer os costumes locais, a gastronomia, festas típicas e a agricultura – tudo isso marcado pela forte influência dos imigrantes europeus. Repleta de aventuras e próxima de Curitiba, a rota passa por 20 municípios e integra o Roteiro Turístico do Paraná.

Segundo a assistente técnica da Paraná Turismo, Deise Bezerra, a união do sossego do campo com a agitação das grandes cidades é o diferencial da Rota do Pinhão, localizada na Região Metropolitana de Curitiba. Ela destaca também a quantidade e a diversidade de atrações. “É onde temos o maior número de equipamentos e serviços turísticos no Estado”, complementa.

As cidades que compõem esse trajeto turístico são atualizadas a cada dois anos. A última ocorreu em 2017. Atualmente, fazem parte da Rota do Pinhão Araucária, Balsa Nova, Campo Largo, Campo Magro, Cerro Azul, Colombo, Curitiba, Lapa, Piên, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Rio Negro, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, Agudos do Sul, Almirante Tamandaré, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente e Mandirituba.

Uma peculiaridade da passeio é que os municípios inclusos têm grande incidência de araucárias – árvore símbolo do Paraná. Sua semente é o pinhão, muito consumido nesta época do ano, quando atinge sua maturação e fica no ponto para ser colhido e servido de diversas maneiras para quem o aprecia.

ÁREA URBANA – Curitiba abriga diversos espaços culturais, históricos, memoriais e endereços gastronômicos que remetem a várias etnias. Quem gosta de agito poder conhecer uma infinidade de bares e casas noturnas. Também faz sucesso a Linha Turismo, que dá aos visitantes a oportunidade de passar pelos pontos turísticos mais representativos da cidade em um ônibus de dois andares. A Capital é famosa, ainda, pela quantidade de área verde e os diversos parques que dão um charme especial à cidade.

ÁREA RURAL – Para quem gosta do sossego que o campo oferece não faltam atrações na Região Metropolitana de Curitiba, rica em turismo ambiental e rural. O Parque da Cachoeira, em Araucária, recebe todo ano a tradicional Festa do Pêssego, uma de tantas frutas plantadas, colhidas e vendidas no município para os visitantes, que podem adquirir também doces, licores, flores e artesanatos produzidos pelas famílias que habitam essa região, assim como ocorre em Almirante Tamandaré, no Circuito da Natureza.

Leia mais:  Telas são instaladas no Zoológico para proteger primatas contra febre amarela

Campina Grande do Sul abriga a Represa do Capivari. Localizada dentro do Parque Ari Coutinho Bandeira, recebe muitos pescadores e praticantes de esportes náuticos. Ainda no segmento dos esportes, as grutas, rios, cachoeiras e serras de Rio Branco do Sul e Cerro Azul são destinos indispensáveis para que curte ecoturismo e turismo de aventura.

Serras e montanhas não poderiam faltar na Rota do Pinhão. O Morro do Anhangava, no Parque Estadual da Baitaca, é um excelente ponto para prática de voo livre. Em Quatro Barros, caminhadas e passeios a cavalo são ótimas opções, assim como o Caminho do Itupava, considerado um monumental sítio arqueológico em plena Floresta Atlântica, na Serra do Mar.

O Pico do Marumbi, em Piraquara, é destino certo para amantes de escalada. A área reúne um conjunto de nove montanhas e é cortada pela estrada de ferro que liga Curitiba a Paranaguá, contendo 13 túneis em seu percurso.

Campo Largo é referência na produção da porcelana e se destaca ainda pelo processo tradicional de produção e beneficiamento da erva-mate. O Circuito que te Quero Verde é parada obrigatória em Campo Magro. Composto por imensa área verde com cachoeiras, também oferece o que há de melhor na gastronomia rural, vivências em agroecologia e referências importantes da cultura polonesa.

Conhecida por sua produção de hortifrutigranjeiros, São José dos Pinhais recebe a tradicional Festa da Uva e do Vinho, motivada pela principal fruta cultivada no município. A região também tem forte influência dos imigrantes italianos, caracterizada pelo Circuito Italiano, que consiste em um agradável passeio pelas tradicionais cantinas que servem a bebida.

Leia mais:  Família de Nova Esperança é atração de quadro do Caldeirão do Huck neste sábado

E não é a toa quem um dos locais mais conhecidos na região é o Caminho do Vinho, voltado ao folclore, artesanato, comidas típicas e à valorização do patrimônio histórico-cultural, por meio do estímulo à preservação e conservação das casas históricas e qualidade dos produtos produzidos e comercializados. De novo, o destaque fica por conta do vinho, em torno do qual são oferecidas atrações diferenciadas aos apreciadores e que incluem degustações para todos os gostos e bolsos.

São José dos Pinhais abriga o Aeroporto Internacional Afonso Pena, avaliado como o melhor do Brasil para receber os turistas. O município também possui uma grande infraestrutura de hotelaria. Os lugares a serem explorados nesse grande polo industrial são as colônias Murici e Marcelino, que recebem várias feiras e eventos, buscando o equilíbrio entre indústria, agricultura e meio ambiente.

SERVIÇO – Todos os municípios que fazem parte da Rota do Pinhão estão localizados no entorno de Curitiba, em um raio de até 40 quilômetros. Para alguns dos passeios são cobradas taxa de visitação. Para saber mais sobre a rota e suas diversidades acesse o site da Paraná Turismo.

O portal http://www.viajeparana.com também traz informações sobre a rota, além de muitos outros atrativos do Estado. O site que foi ao ar no início do ano já contém dicas e roteiros de viagem para 111 municípios. A intenção é disponibilizar, até o final de 2019, informações sobre os 283 destinos com potencial turístico em território paranaense.

No Viaje Paraná há opções para todos os gostos, do turismo religioso a destinos para famílias e casais, além de alternativas de aventura, natureza e praia. A plataforma é atualizada diariamente com dicas de passeios, hospedagem e gastronomia local e traz fotos e vídeos dos locais que podem ser visitados.

Comentários Facebook

Cidades

Profissionais da saúde promovem encontro sobre parto humanizado, em Umuarama

Publicado

O Bemdito

Um grupo de profissionais da saúde realiza neste sábado (20) um encontro que debaterá práticas de Intervenções no Parto, em Umuarama. O evento será dedicado a gestantes, familiares e qualquer interessado no tema do parto humanizado. Na ocasião, a médica Josiane Canalli estará presente para conversar com os participantes, assim como a enfermeira obstétrica Deyse, a psicologia Cíntia e a doula Jéssica. O encontro acontece no Colégio Estadual Dom Pedro II, a partir das 15h.

De acordo com a médica ginecologista Josiane Canalli, o objetivo do evento é disseminar informações sobre a humanização dos partos e promover um melhor atendimento nos centros de saúde. “É importante debater esse assunto em qualquer lugar, pois precisamos desmistificar alguns mitos e fazer com que as mulheres tenham o conhecimento sobre o que é um parto humanizado. O parto humanizado é qualquer tipo de parto que une a vontade da gestante, a tecnologia e a ciência. Ele coloca a mulher e o bebê no protagonismo, tanto no pré-parto, no parto e no pós-parto. É necessário que elas saibam que merecem respeito em qualquer ocasião, seja em cesáreas ou partos normais”, diz Josiane.

Leia mais:  Nove vítimas caem em golpe envolvendo a venda de veículos pela internet em Ponta Grossa

Conforme Josiane, a intenção do grupo é realizar esses encontros pelo menos uma vez por mês, a partir deste primeiro que será realizado neste sábado. O evento terá um espaço para bate-papo e será propício para o público compartilhar experiências e dúvidas. A ação é gratuita e qualquer pessoa interessada por participar, sem haver a necessidade de se inscrever antes.

O Colégio Estadual Dom Pedro II localiza-se na avenida Duque de Caxias, 5910.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana