conecte-se conosco

Norte Pioneiro

PREFEITO VETA AUMENTOS QUE VEREADORES QUERIAM APROVAR

Publicado

NPdiário

 

Os nove vereadores de Santo Antônio da Platina, maior cidade do Norte Pioneiro com perto de 50 mil habitantes, passariam a receber mensalmente R$ 4.251,73  a partir de 2021. Atualmente, o subsídio (nome correto, pois não é salário ) é de R$ 970,00. Também seriam abertas mais quatro cadeiras, passando para 13.

As duas proposições foram feitas pela Mesa da Câmara, formada pelo presidente, Odemir Jacob, o “Breno” (PHS), presidente; pelo vice-presidente Flavinho Maiorky(PSDB); primeiro secretário Genibaldo Marques (PSDB) e segundo secretário Rudinei Esteves, o Rudi (MDB).

Os Projetos de Lei e de Resolução já foram lidos na sessão ordinária desta semana, passando pelas Comissões de Legislação e Redação com estudo de impacto orçamentário e deverão ser votadas(em tese) até no máximo no mês de setembro. Como já são quatro votos favoráveis, falta apenas um para conseguir o objetivo pretendido pela Mesa.

O reajuste e o aumento do número de vagas seriam realizados a partir da próxima legislatura, em 2021.

Leia mais:  PM PRENDE E APREENDE ENVOLVIDOS EM FURTO E RECUPERA R$ 13 MIL

Luciano Vermelho (PTB), vereador mais votado, se posiciona contra ambas as iniciativas,”sou contra porque tenho meu emprego e até considero que poderia ampliar um pouco o subsídio, mas não tanto assim, o país está em crise e precisamos investir em outros setores. Quanto passar a 13 vereadores, não tem cabimento”, declarou nesta quarta-feira, dia 12.

Miriam Bonomo (PODE) declarou o seguinte: “Sou contra os dois. O momento econômico e o país e Estado fazendo cortes nos repasses de verbas para saúde e educação, enxugando a máquina publica ! O município está dentro dess contexto…Comércio com dificuldades, cidadãos desempregados, como podemos falar em aumentar o numero de vereadores? E mesmo o subsídio…Não é hora, nem momento…além do descrédito que a classe politica tem junto a população… Câmara tem de mostrar primeiro um excelente serviço à população para depois querer qualquer reivindicação. Somos servidores”.

Em julho de 2015, houve protesto porque naquela ocasião também houve intenção de reajustar os subsídios. A população protestou e lutou contra a tentativa dos parlamentares de aumentar os subsídios em média 114%. Na oportunidade, o projeto foi retirado da pauta de votação e no fim aconteceu a redução de R$ 3,4 mil para os atuais 970 reais brutos.

Leia mais:  TCE JULGA IRREGULARES CONTAS DE 2016 DA CÂMARA DE CARLÓPOLIS

Se aumentar o “salário” dos edis , automaticamente elevaria o salário do próximo prefeito também.

O chefe do executivo platinense, Professor Zezão, se antecipou na noite desta quarta-feira, dia 12, e anunciou por meio do npdiario, que não vai sancionar os projetos se forem aprovados pelo legislativo.

Com a prevista repercussão negativa, é bastante provável que os quatro vereadores e o colega José Jaime Mineiro(PSDB), que já teria se manifestado favorável,  acabem recuando. Com o desgaste político previsível.

Comentários Facebook

Norte Pioneiro

Justiça determina bloqueio de R$ 164 mil do deputado Plauto Miró por supostas irregularidades em gastos com alimentação

Publicado

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 164 mil em bens do deputado estadual Plauto Miró (DEM) por supostas irregularidades em gastos com alimentação que foram ressarcidos pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

De acordo com a decisão, o parlamentar pediu ressarcimento de gastos com alimentação em restaurantes de Curitiba, mas uma resolução da Alep prevê que apenas os gastos em viagens sejam reembolsados, segundo o juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba.

A determinação é de sexta-feira (26) e se refere a gastos entre 2014 e 2019.

Segundo a decisão, o valor também ultrapassa o limite de R$ 31 mil de verbas de ressarcimento durante o mandato.

A ação que questiona as contas do deputado é da ONG Vigilantes da Gestão Pública, que acompanha gastos dos deputados.

De acordo com a petição da ONG, o Plauto Miró usou a verba “em bares e locais de recreação e lazer”.

Na lista de ressarcimentos, há gastos em restaurantes, lanchonetes, padarias, supermercados, o que, para o Vigilantes da Gestão Pública, que “retratam o uso indevido da verba”.

Leia mais:  S. ANTÔNIO É PRIMEIRA CIDADE DO PAÍS A ADERIR AO DETOX DIGITAL (VÍDEOS)

O deputado Plauto Miró vai se pronunciar no processo assim que for notificado.

G1 tenta contato com a Assembleia Legislativa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Região Oeste22 de agosto de 2019, 16:17

O vereador Celestino Denardin (PSD), de Braganey, no oeste do Paraná, foi multado em R$ 30 mil pelo Ministério Público Estadual (MP-PR) por acessar sites com conteúdo pornográfico durante o expediente. O dinheiro será destinado aos cofres do Município. A denúncia foi apresentada ao MP-PR pelo presidente da Câmara, Adriano da Silva. Um inquérito civil foi aberto para apurar os supostos acessos dos computadores da Câmara de Vereadores e a má conduta comprovada. Segundo o MP, Professor Celestino, como é conhecido, confessou a prática e assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a não acessar mais os sites pelos computadores do legislativo. Em nota, o presidente da Câmara declarou que, de acordo com o Regimento Interno, a conduta do vereador pode levar a abertura de uma investigação por quebra de decoro parlamentar. “A Câmara de Vereadores de Braganey tomará todas as providências pertinentes, não sendo conivente de forma alguma com as condutas imorais praticadas por qualquer um dos vereadores que compõem o corpo legislativo deste Município”, destacou. Até a última atualização desta reportagem, o G1 tentava contato com o vereador Celestino Denardin.

CASCAVEL22 de agosto de 2019, 16:11

Empresário acha dinheiro na rua e descobre dono pelos dados do cartão de crédito

Curitiba22 de agosto de 2019, 16:08

TJ-PR nega recurso e mantém condenação contra ex-diretor da Assembleia Legislativa do Paraná

Brasil22 de agosto de 2019, 15:21

Empresa que vai devolver a BR-040 arrecadou R$ 1,3 bilhão

CASCAVEL22 de agosto de 2019, 13:35

Câmeras de viatura e helicóptero mostram perseguição pela BR 277, em Cascavel

Mais Lidas da Semana