conecte-se conosco

Polícial

Polícia Ambiental apreende madeira nativa em serraria clandestina

Publicado

MassaNews

A apreensão aconteceu na tarde de quarta-feira (12) em uma serraria na cidade de Capitão Leônidas Marques. A Polícia Militar Ambiental recebeu uma denúncia de que a pequena empresa funcionava sem autorização.

Durante vistoria técnica, a equipe encontrou cerca de 15 m³ madeira nativa sem documento de origem florestal (DOF). As toras foram extraídas de espécies como canela (Cinnamomum Verum), angico (Anadenanthera Macrocarpa), e guajuvira (Patagonula Americana).

O dono da serraria foi encaminhado para a delegacia onde assinou um Termo Circunstanciado de Infração Penal e recebeu uma multa no valor de R$ 4,5 mil. A empresa também foi embargada até que a documentação seja regularizada.

Santa Helena

E na cidade de Santa Helena a Ambiental também apreendeu 0,480 m³ de madeira nativa da espécie angico vermelho (Anadenanthera macrocarpa), sem Documento de Origem Florestal (DOF). O proprietário foi encaminhado ao 4º Pelotão de Polícia Ambiental, assinou o Termo Circunstanciado de Infração Penal e recebeu uma multa de R$ 300.

Colaboração Cristiane Guimarães / Rede Massa

Comentários Facebook
Leia mais:  Após perseguição, condutor capota e PRE apreende veículo com carga de cigarros

Polícial

Adolescentes de Umuarama são levadas por homens para ter relações sexuais em Goioerê

Publicado

O Bemdito

Duas adolescentes de Umuarama foram levadas, na noite desse domingo (16) para Goioerê por um grupo de três homens. Todos foram para um hotel onde uma das meninas teve relações sexuais com um dos homens. O caso foi parar na delegacia de Polícia Civil (PC).

De acordo com a PC de Goioerê a dupla estava em uma casa noturna de Umuarama, embora a entrada seja restrita a maiores de 18 anos. A reportagem procurou a Polícia Civil de Umuarama para esclarecer qual o procedimento adotado neste caso em que estabelecimentos destinados ao público adulto permitem entrada de menores, porém ninguém pôde atender OBemdito.

De acordo com os investigadores de Goioerê, após sair do show na Capital da Amizade, as adolescentes foram parar em um quarto de hotel na cidade. Lá, segundo relatou a psicóloga do Conselho Tutelar, uma delas fez sexo com um dos homens, mas disse que não foi obrigada a praticar o ato.

Os três homens, que segundo a Polícia Civil são moradores de Umuarama, foram ouvidos e liberados em seguida. As jovens foram ‘devolvidas’ ao pai e ao avô, respectivamente.

Leia mais:  Após perseguição, condutor capota e PRE apreende veículo com carga de cigarros

A hipótese de estupro, segundo a Civil, está descartada já que a própria garota afirmou que não foi forçada. Os policiais civis ainda aguardam o laudo da perícia para dar andamento da investigação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana