conecte-se conosco

Região Oeste

Operação mira quadrilha de traficantes que atuava em São Miguel do Iguaçu

Publicado

Por G1 PR e RPC Foz do Iguaçu

Agentes da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) deflagraram nesta quarta-feira (12) uma operação para desarticular uma quadrilha de traficantes de drogas que vinha agindo em São Miguel do Iguaçu, no oeste do Paraná.

Até o fim da manhã, haviam sido cumpridos 13 mandados de prisão preventiva – sem tempo determinado – e 12 mandados de busca e apreensão. Dois suspeitos eram considerados foragidos.

A ação contou com a ajuda de um helicóptero.

Durante os três meses de investigações, outras sete pessoas foram presas em flagrante.

O grupo investigado trocava bens roubados e furtados de lojas e casas por drogas em Foz do Iguaçu, na fronteira com o Paraguai, e as revendia para usuários em São Miguel do Iguaçu.

Nos locais onde foram cumpridos os mandados de busca, os agentes apreenderam porções de cocaína e de maconha prontas para a venda, mais de R$ 2 mil em dinheiro e balanças, além de equipamentos eletrônicos e ferramentas supostamente furtados.

Segundo a polícia, os envolvidos devem responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico.

Leia mais:  Contrabandistas e traficantes usam desvios para fugir de fiscalização da Operação Muralha, na região de Foz do Iguaçu

Comentários Facebook

Região Oeste

O vereador Celestino Denardin (PSD), de Braganey, no oeste do Paraná, foi multado em R$ 30 mil pelo Ministério Público Estadual (MP-PR) por acessar sites com conteúdo pornográfico durante o expediente. O dinheiro será destinado aos cofres do Município. A denúncia foi apresentada ao MP-PR pelo presidente da Câmara, Adriano da Silva. Um inquérito civil foi aberto para apurar os supostos acessos dos computadores da Câmara de Vereadores e a má conduta comprovada. Segundo o MP, Professor Celestino, como é conhecido, confessou a prática e assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a não acessar mais os sites pelos computadores do legislativo. Em nota, o presidente da Câmara declarou que, de acordo com o Regimento Interno, a conduta do vereador pode levar a abertura de uma investigação por quebra de decoro parlamentar. “A Câmara de Vereadores de Braganey tomará todas as providências pertinentes, não sendo conivente de forma alguma com as condutas imorais praticadas por qualquer um dos vereadores que compõem o corpo legislativo deste Município”, destacou. Até a última atualização desta reportagem, o G1 tentava contato com o vereador Celestino Denardin.

Publicado

O vereador Celestino Denardin (PSD), de Braganey, no oeste do Paraná, foi multado em R$ 30 mil pelo Ministério Público Estadual (MP-PR) por acessar sites com conteúdo pornográfico durante o expediente. O dinheiro será destinado aos cofres do Município.

A denúncia foi apresentada ao MP-PR pelo presidente da Câmara, Adriano da Silva.

Um inquérito civil foi aberto para apurar os supostos acessos dos computadores da Câmara de Vereadores e a má conduta comprovada.

Segundo o MP, Professor Celestino, como é conhecido, confessou a prática e assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a não acessar mais os sites pelos computadores do legislativo.

Em nota, o presidente da Câmara declarou que, de acordo com o Regimento Interno, a conduta do vereador pode levar a abertura de uma investigação por quebra de decoro parlamentar.

“A Câmara de Vereadores de Braganey tomará todas as providências pertinentes, não sendo conivente de forma alguma com as condutas imorais praticadas por qualquer um dos vereadores que compõem o corpo legislativo deste Município”, destacou.

Leia mais:  Câmara de Cascavel deve revogar mais de 500 leis das décadas de 50 e 60

Até a última atualização desta reportagem, o G1 tentava contato com o vereador Celestino Denardin.

Vereador de Braganey terá que pagar multa de R$ 30 mil assistir a filmes pornôs na Câmara
Meio Dia Paraná – Cascavel

 

 

00:00/00:49

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Brasil23 de agosto de 2019, 20:25

Bolsonaro autoriza operação das Forças Armadas na Amazônia para combater incêndios

Região Oeste22 de agosto de 2019, 16:17

O vereador Celestino Denardin (PSD), de Braganey, no oeste do Paraná, foi multado em R$ 30 mil pelo Ministério Público Estadual (MP-PR) por acessar sites com conteúdo pornográfico durante o expediente. O dinheiro será destinado aos cofres do Município. A denúncia foi apresentada ao MP-PR pelo presidente da Câmara, Adriano da Silva. Um inquérito civil foi aberto para apurar os supostos acessos dos computadores da Câmara de Vereadores e a má conduta comprovada. Segundo o MP, Professor Celestino, como é conhecido, confessou a prática e assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a não acessar mais os sites pelos computadores do legislativo. Em nota, o presidente da Câmara declarou que, de acordo com o Regimento Interno, a conduta do vereador pode levar a abertura de uma investigação por quebra de decoro parlamentar. “A Câmara de Vereadores de Braganey tomará todas as providências pertinentes, não sendo conivente de forma alguma com as condutas imorais praticadas por qualquer um dos vereadores que compõem o corpo legislativo deste Município”, destacou. Até a última atualização desta reportagem, o G1 tentava contato com o vereador Celestino Denardin.

CASCAVEL22 de agosto de 2019, 16:11

Empresário acha dinheiro na rua e descobre dono pelos dados do cartão de crédito

Curitiba22 de agosto de 2019, 16:08

TJ-PR nega recurso e mantém condenação contra ex-diretor da Assembleia Legislativa do Paraná

Brasil22 de agosto de 2019, 15:21

Empresa que vai devolver a BR-040 arrecadou R$ 1,3 bilhão

Mais Lidas da Semana