Notícias

Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018 09:42

Paraná conta com vento a favor e empata com o Palmeiras em Londrina

Autor do gol do Paraná contra o Palmeiras, Keslley disse que havia sonhado com gol

O Paraná Clube tinha tudo para sair derrotado pelo Palmeiras neste domingo (18). Estava em último lugar na tabela, cheio de desfalques, contra um adversário que lidera o Brasileirão com folga, é favorito ao título e ainda estava com a maioria da torcida a seu favor. Mas não deu a lógica: com o vento a seu favor no 1º tempo, o time paranaense conseguiu segurar um empate em 1 a 1, em Londrina, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A partida foi disputada em Londrina porque o Paraná resolveu mandar o jogo lá, de olho em uma arrecadação maior – a cidade no Norte paranaense tem grande número de torcedores do time paulista.

Para efeitos de tabela, a partida de domingo não mudou nada. O Paraná já está rebaixado há 3 rodadas e havia “garantido” a lanterna do Brasileirão na última rodada. Agora, está com 22 pontos. O Palmeiras está com 71, ainda com folga na liderança.

O time paulista buscava um recorde de jogos seguidos sem perder na era do Brasileirão por pontos corridos. O time entrou em campo com 19 partidas invictas, mesmo número obtido pelo Corinthians em 2017. Com o resultado deste domingo, passou a ser o dono único do recorde, com 20 jogos seguidos sem perder.

TÉCNICO

A partida deste domingo foi a 6ª do técnico Dado Cavalcanti no comando do Paraná Clube. Nos outros jogos, ele obteve 1 vitória, 1 empate e 3 derrotas.

TABELA

O próximo jogo do Paraná Clube é contra o Ceará, em Fortaleza, às 21 horas de quinta-feira (21). Já o Palmeiras pega o América-MG na quarta-feira (20), ás 21h45.

ESCALAÇÃO

O Paraná estava com vários desfalques, entre eles três de seus principais jogadores: o goleiro Richard (titular no Brasileirão) e os dois artilheiros do time, o volante Alex Santana e o meia-atacante Silvinho – 3 gols cada. Todos estavam suspensos. Outra ausência era o meia-atacante Andrey, autor do goleada vitória sobre o América-MG. Os respectivos substitutos eram Thiago Rodrigues, Jhony, Alesson e Keslley. O time foi no 4-2-3-1. “Minha expectativa é que em alguns momentos a gente consiga igualar o jogo”, disse o treinador Dado Cavalcanti, pouco antes da partida.

PRIMEIRO TEMPO

A partir dos 10 minutos, o Paraná ganhou um aliado inesperado: o vento, que soprava a seu favor e contra o Palmeiras. Os lançamentos e as bolas longas do time paulista subiam e não iam longe; faziam parábolas no ar em vez de seguir o curso natural. Com o vento (e depois a chuva) a favor, bastou o time paranaense conseguiu chegar uma vez ao ataque para abrir o placar, com Keslley, aos 35 minutos. O Palmeiras até criou mais chances – 10 finalizações, contra 4 do rival –, mas não conseguiu superar a marcação adversária nem o vento.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, contudo, o Paraná mudou de campo e passou a jogar contra o vento. O time até criou uma chance de gol, com Keslley, mas teve que se retrair. E não resistiu muito tempo. Aos 9 minutos, o Palmeiras empatou, em um pênalti cometido por Jhony e cobrado por Gustavo Scarpa. O vento atrapalhava o Paraná especialmente na hora de afastar a bola da área, diante das investidas do Palmeiras.

Aos 23 minutos, Dado fez a primeira troca no Para

ESTATÍSTICAS

O Paraná clube somou 9 finalizações (3 certas), teve 35% de posse de bola, 64% de eficiência nos passes e 4 escanteios. O Palmeiras obteve 22 finalizações (9 certas), 65% de posse de bola, 80% de eficiência nos passes e 11 escanteios. Os números são do site Whoscored.

 

PARANÁ 1 x 1 PALMEIRAS

Paraná Clube: Thiago Rodrigues; Wesley Dias, Jesiel, Rene Santos e Igor; Jhony e Leandro Vilela; Keslley, Alesson (Jean Lucas) e Juninho (Torito Gonzalez); Rafael Grampola (Felipe Augusto). Técnico: Dado Cavalcanti
Palmeiras: Wéverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo; Gustavo Scarpa, Moisés, Lucas Lima (William) e Dudu; Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gols: Keslley (35-1º), Gustavo Scarpa (9-2º)
Cartões amarelos: Keslley, Wesley Dias, Igor, Rene Santos, Gustavo Scarpa
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Local: Estádio do Café, em Londrina, domingo

 

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

3 – Dudu arrisca de longe e manda à direita do gol

5 – Após escanteio, Deyverson cabeceia. A zaga afasta mal e Móisés cabeceia, mas sem força. Thiago Rodrigues pega

6 – Grampola arrisca de longe e manda por cima

16 – Dudu recebe de Diogo Barbosa, gira e bate a gol. Thiago Rodrigues pega

20 – Diogo Barbosa cruza da linha de fundo. Scarpa finaliza de primeira e Thiago Rodrigues faz boa defesa no canto direito

22 – Gustavo Scarpa bate colocado, de fora da área. Thiago Rodrigues pega

35 – Gol do Paraná. Juninho avança pela esquerda e cruza. Keslley surge na área e toca para dentro. Weverton toca na bola, mas não evita o gol

40 – Após cruzamento à área, Moisés cabeceia a gol e Igor salva

42 – Wesley Dias arremata de fora da área. Weverton defende no canto esquerdo

46 – Gustavo Scarpa cobra falta para a área. Grampola cabeceia para trás e quase marca contra; a bola raspa a trave e sai

SEGUNDO TEMPO

2 – Keslley arranca, passa por Edu Dracena e finaliza na saída de Weverton. Antonio Carlos salva o gol

7 – Após contra-ataque, Gustavo Scarpa serve William, que domina e chuta. A bola bate no braço de Jhony, que havia saltado à frente. O árbitro marca pênalti

9 – Gol do Palmeiras. Gustavo Scarpa cobra o pênalti no meio do gol

13 – Moisés recebe de Dudu e serve Deyverson, que finaliza. Rene Santos trava e evita o gol, colocando para escanteio. Após a cobrança, Moisés manda para fora

16 – A zaga do Palmeiras falha. Grampola fica de frente para o gol e chuta em cima de Digo Barbosa

19 – Dudu recebe na área e bate com efeito, no ângulo. Thiago Rodrigues espalma

21 – Dudu arrisca de longe. A bola passa perto do canto esquerdo e sai

35 – Dudu cruza. William aparece na pequena área e tenta o carrinho, mas toca para fora

37 – Jhony tenta o chute. A bola amortece na defesa e Weverton pega fácil

42 – Após troca de passes, Borja recebe de William e bate rasteiro. Thiago Rodrigues faz grande defesa

45 – Felipe Augusto arrisca de longe e manda por cima do gol

ná: Jean Lucas no lugar de Alesson. Dez minutos depois, Felipe Augusto substituiu Grampola. As mudanças não alteraram a forma de jogar; o time manteve-se recuado, à espera de chances para aplicar contra-ataques. Aos 41, Torito Gonzalez entrou no lugar de Juninho. E se segurou até o fim. 

 

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}