Notícias

Quinta-Feira, 09 de Maio de 2019 15:27

Governo e deputados atuam juntos para definir projetos prioritários

O Governo do Paraná deverá apresentar nas próximas semanas um banco de projetos para um pacote de obras. Para levantar quais projetos são mais urgentes, foi realizada nesta quarta-feira (8) uma reunião entre o chefe da Casa Civil, Guto Silva; os secretários da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, com deputados estaduais. No encontro foi discutida a ideia de trabalhar de forma integrada.

Os parlamentares representarão suas regiões e, em grupos, apresentarão as principais demandas da população. Segundo o secretário Valdemar Jorge o trabalho envolve todas as secretarias e precisava envolver a base parlamentar. “O objetivo desta reunião foi conversar com os deputados, ouvir quais são as demandas regionais e construir um banco de projetos para o Estado”, explicou.

A proposta do governo é trabalhar em conjunto e, a partir do levantamento, fazer as licitações e captar os recursos para a execução das obras apontadas pelos representantes das regiões. Segundo o líder do governo na Assembleia Legislativa, Hussein Bakri, esse trabalho integrado entre os deputados e o governo é fundamental. “Todos saíram satisfeitos. O governo está demonstrando respeito ao parlamento chamando para discutir, para avaliar. Serão obras que vão impactar direto na vida do cidadão”, disse o líder

Financeiro

O Paraná está entre os estados brasileiros que têm as melhores condições para receber recursos federais. O secretário Sandro Alex disse que essa situação foi constatada em reunião com o ministro da economia Paulo Guedes, em Brasília. Os projetos são necessários para o Estado obter os recursos para os investimentos. “Estamos buscando recursos do Tesouro do Estado, do Governo Federal e de financiamentos para poder executar obras importantes para o Paraná”, disse o chefe da Casa Civil, Guto Silva.

Colaboração AEN

Fonte: Massa News

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}