Notícias

Segunda-Feira, 03 de Dezembro de 2018 12:37

Em adeus à Série A, Paraná Clube empata com o Inter e crava recordes negativos

O Paraná Clube se despediu do Brasileirão, da Série A e da temporada 2018 com uma pequena festa: empatou com o Internacional em 1 a 1, na tarde deste domingo (2), em plena Vila Capanema. A partida era válida pela 38ª e última rodada da competição. O gol do Paraná saiu aos 47 minutos do segundo tempo, com Jhonny Lucas, o que deu alguma alegria à torcida.

Para efeitos de tabela, o jogo deste domingo foi inútil. O Paraná estava rebaixado há 6 rodadas e há 3 rodadas havia garantido a última posição. Terminou o Brasileirão com 23 pontos, quatorze a menos que o penúltimo colocado, o Vitória (37 pontos). O Inter, por sua vez, também não tinha como sair da 3ª posição. Não conseguiria alcançar o 2º colocado, o Flamengo, nem ser ultrapassado pelo 4º colocado, o Grêmio.

 

MARCAS

O Paraná terminou o Brasileirão como o pior ataque da história dos pontos corridos com 20 times (desde 2006). Marcou apenas 18 gols – uma média de 0,44 gols por jogo. Dá a mesma coisa que atacante Gabigol, sozinho. O jogador do Santos fez 18 gols no Brasileirão. Até este ano, o pior ataque na história era o do Náutico em 2013, com 22 gols marcados. Para não amargar esse recorde, o time paranaense teria que marcar seis gols em cima do Inter, uma das melhores defesas da competição.

Além disso, o time paranaense igualou o recorde negativo de vitórias: apenas quatro vezes em 38 jogos, como o América-RN de 2007.

TÉCNICO

A partida deste domingo foi a 9ª do técnico Dado Cavalcanti no comando do Paraná Clube. Nos outros jogos, ele obteve 1 vitória, 2 empate e 5 derrotas.

ESCALAÇÃO

Além de jogadores que estão machucados, o Paraná não podia contar com os volantes Leandro Vilela (suspenso por ter levado três cartões amarelos) e Alex Santana (pertence ao Internacional e ficou de fora por questões contratuais). Sem eles, Dado escalou cinco jovens do meio para a frente. À exceção de Juninho, todos foram formados na base e profissionalizados há pouco tempo. O time se defendia com duas linhas de quatro – Alesson e Andrey ficavam mais à frente. “Nas últimas rodadas, os jovens se destacaram em uma competição já sem tanta responsabilidade. Essa perspectiva de futuro eles vão levar para o resto da carreira”, falou o técnico.

PRIMEIRO TEMPO

Diante do Inter, escalado com um time quase todo reserva, o Paraná jogou recuado, à espera de chances para sair em velocidade. A defesa se portou bem. Mas os jovens estavam afoitos demais e cometiam erros quando tentavam avançar ou quando chegavam perto da área. Aos 22 minutos, o lateral Igor sentiu uma lesão e Dado escalou o atacante Felipe Augusto. Com isso, Juninho foi recuado para a lateral. Mas o panorama não mudou.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, logo aos 11 minutos, o time trocou outro jogador: saiu o zagueiro Charles para a entrada de Rayan. Pouco depois, Nico Lopez entrou no Inter, em lugar de Wellington Silva. Isso bastou para que o Inter abrisse o placar, aos 21 minutos. Nico fez a jogada e Jonatan Alvez se antecipou a Rayan para marcar, numa das únicas chances de gol dos gaúchos. O Paraná ainda perdeu outro jogador com problemas físicos, o volante Jhony, que acabou substituído por Bruno. E o meia Alesson sentiu câimbras. Sem força ofensiva, o time parecia amargar a derrota em casa, mas Jhonny Lucas empatou aos 47 minutos.

ESTATÍSTICAS

No jogo, o Paraná obteve 16 finalizações (4 certas), 43% de posse de bola, 75% de acerto nos passes e 5 escanteios. O Inter somou 4 finalizações (1 certa), 57% de posse de bola, 78% de acerto nos passes e 6 escanteios. Os números são do Whoscored.

PARANÁ 1 x 1 INTERNACIONAL
Paraná: Richard; Wesley Dias, Jesiel, Charles (Rayan) e Igor (Felipe Augusto); Jhony (Bruno) e Jhonny Lucas; Keslley e Juninho; Alesson e Andrey. Técnico: Dado Cavalcanti
Internacional: Marcelo Lomba; Gabriel Dias, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Edenilson, Juan (Sarrafiore) e Camilo; Rossi (Patrick), Jonatan Alvez e Wellington Silva (Nico Lope). Técnico: Odair Hellmann
Gol: Jonatan Alvez (21-1º), Jhonny Lucas (47-2º)
Cartões amarelos: Edenilson, Rossi, Alesson
Expulsão: Andrey (48-2º)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Público: 8.228 (pagante)
Estádio: Vila Capanema, em Curitiba, domingo

 

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

10 – Alesson rola para Jhonny Lucas, que domina e, de fora da área, manda por cima do gol

12 – Rossi cruza para Wellington Silva. Jesiel dá um carrinho na hora H e evita o gol

25 – Rossi é lançado pela direita e bate cruzado. A bola assusta Richard, mas não vai no alvo

28 – Camilo domina e bate de fora da área. A bola sai à esquerda

32 – Jhony rouba bola no campo de ataque e toca para Andrey, que domina e bate por cima do gol

35 – Alesson bate de fora da área. A bola desvia em Cuesta e Marcelo Lomba pega

42 – Rossi cruza. Camilo bate travado por Jesiel. Jonatan Alvez finaliza na sobra. A bola resvala na zaga e sai rente à trave

44 – Keslley arrisca de longe e bate torto, para fora

46 – Wellington Silva cruza. Camilo cabeceia. Charles salva de cabeça, quase em cima da risca

SEGUNDO TEMPO

1 – Andrey cruza. Alesson tenta de cabeça. Marcelo Lomba cai e pega

3 – Jhony bate de longe e manda à esquerda do gol

3 –Jonatan Alvez dribla Richard e toca para Rossi, com o gol vazio. Charles corta e salva o gol certo

4 – Keslley recebe lançamento, dribla três jogadores e bate à direita do gol

15 – Camilo bate falta a 30 metros de distância e manda por cima do gol

21 – Gol do Internacional. Nico Lopez passa por Jesiel e cruza. Jonatan Alvez se antecipa a Rayan e toca para dentro, na pequena área

26 – Jhonny Lucas cobra falta frontal e manda por cima do gol

28 – Jhony avança a dribles e bate no canto. Marcelo Lomba cai e pega

29 – Juninho toca do calcanhar para Felipe Augusto que fica cara a cara com Marcelo Lomba e finaliza. O goleiro faz grande defesa. Após a cobrança de escanteio, Jesiel cabeceia por cima

31 – Jonatan Alvez recebe de Nico Lopez e bate de curva. A bola sai rente ao travessão

42 – Alesson lança a bola para a área; Felipe Augusto bate de primeira e manda por cima

47 – Gol do Paraná Clube. Andrey lança rasteiro. Jhonny Lucas entra na área na corrida e toca na saída de Marcelo Lomba

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}