Notícias

Segunda-Feira, 05 de Novembro de 2018 11:30

Atlético-PR é superado pelo Internacional por 2 a 1

O Atlético Paranaense foi derrotado pelo Internacional, por 2 a 1, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Camacho marcou para o Furacão. Mas o duelo no Beira-Rio, em Porto Alegre, ficou manchado por um pênalti marcado pela arbitragem no final da partida, que se encaminhava para o empate.

 Com a derrota, o Rubro-Negro segue com 43 pontos, na nona colocação. O Internacional está com 61 pontos, no segundo lugar. 

Pelo torneio nacional, o Furacão volta a campo no dia 10 de novembro contra o Cruzeiro, às 19h, no Joaquim Américo. Antes, a equipe tem o primeiro jogo da semifinal da Conmebol Sul-Americana. O Rubro-Negro enfrenta o Fluminense, na quarta-feira (7), às 21h45, no Caldeirão.  

O jogo

O primeiro tempo no Beira-Rio foi de muito estudo e poucas chances de gol. O Internacional tocava a bola, mas a defesa do Furacão protegia bem o gol defendido por Felipe Alves.

 A primeira finalização foi do Rubro-Negro, aos 22 minutos. Em jogada individual, Rony arriscou de fora da área, mas Marcelo Lomba fez a defesa. Dois minutos depois, o Inter respondeu com D’Alessandro, que bateu à direita do gol atleticano.

 O Furacão quase abriu o placar aos 34 minutos. O atacante Bergson cobrou falta da intermediária e a bola passou com perigo à esquerda do gol adversário.

 O segundo tempo começou com as equipes buscando o gol. O Internacional chegou com perigo aos três minutos. Nico Lopez arriscou com perigo, mas Felipe Alves jogou para escanteio.

 O lance mais perigoso foi do Atlético Paranaense. Aos sete minutos, Márcio Azevedo cobrou falta na área, e Victor Cuesta quase marcou contra. A bola bateu na trave e saiu.

 Aos 19 minutos, saiu o gol rubro-negro. Camacho roubou a bola no meio de campo, conduziu e bateu forte. A bola desviou em Rodrigo Moledo e entrou: 1 a 0.

 O Furacão voltou a levar perigo aos 25 minutos. Raphael Veiga bateu de fora da área e a bola passou perto do gol.

 O Internacional conseguiu o empate aos 36 minutos. Wellington Silva cruzou e Rodrigo Moledo completou para o gol, deixando tudo igual.

 Já nos acréscimos, o árbitro marcou um pênalti para o time da casa. Rossi caiu na área, mesmo sem ser tocado por Márcio Azevedo, que corria junto. D’Alessandro bateu e marcou o segundo gol.

O Furacão ainda tentou o empate com Rony, aos 50 minutos, mas o goleiro adversário salvou. Depois disso, a arbitragem encerrou a partida, com um escanteio a favor do Furacão, antes do tempo apontado por ele.

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}