conecte-se conosco

Política

Morre o prefeito de Missal, Hilário Jacó Willers, de infarto

Publicado

Redação Bem Paraná com Blog Política em Debate

O Prefeito de Missal, Hilário Jacó Willers, conhecido como Maneco, morreu na noite deste sábado, 20 de julho de 2019, no Hospital Ministro Costa Cavalcanti. Ele teve um infarto.

O velório será no Centro Paroquial de Missal a partir das 4h da madrugada de domingo, 21 de julho. Haverá celebração de corpo presente no Centro Paroquial a partir das 17h, seguido de sepultamento no Cemitério Municipal.

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo pede mais tempo para negociação com servidores; greve tem adesão parcial

Norte Pioneiro

Justiça determina bloqueio de R$ 164 mil do deputado Plauto Miró por supostas irregularidades em gastos com alimentação

Publicado

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 164 mil em bens do deputado estadual Plauto Miró (DEM) por supostas irregularidades em gastos com alimentação que foram ressarcidos pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

De acordo com a decisão, o parlamentar pediu ressarcimento de gastos com alimentação em restaurantes de Curitiba, mas uma resolução da Alep prevê que apenas os gastos em viagens sejam reembolsados, segundo o juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba.

A determinação é de sexta-feira (26) e se refere a gastos entre 2014 e 2019.

Segundo a decisão, o valor também ultrapassa o limite de R$ 31 mil de verbas de ressarcimento durante o mandato.

A ação que questiona as contas do deputado é da ONG Vigilantes da Gestão Pública, que acompanha gastos dos deputados.

De acordo com a petição da ONG, o Plauto Miró usou a verba “em bares e locais de recreação e lazer”.

Na lista de ressarcimentos, há gastos em restaurantes, lanchonetes, padarias, supermercados, o que, para o Vigilantes da Gestão Pública, que “retratam o uso indevido da verba”.

Leia mais:  Secretaria de Educação do Paraná e sindicato dos professores fecham acordo para reposição de aulas após greve

O deputado Plauto Miró vai se pronunciar no processo assim que for notificado.

G1 tenta contato com a Assembleia Legislativa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana