conecte-se conosco

Cidades

Justiça condena vereadores de Piraquara por desviar parte de salários de funcionários da Câmara

Publicado

G1 PR

Três vereadores de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, foram condenados pela Justiça, nesta terça-feira (9), por desviar parte dos salários de funcionários da Câmara.

Os parlamentares Leonel de Barros Castro (PSC), Weliton Santos Figueiredo (PDT) e Valmir Soares Maciel (PSB), foram condenados à prisão e pagamento de multa.

A condenação também prevê a perda dos mandatos eletivos dos réus e quaisquer cargos ou funções públicas que eventualmente ocupem.

Veja, abaixo, por quais crimes e quais as penas impostas a cada réu:

  • Leonel de Barros Castro: 10 anos e quatro meses de prisão, além de multa, pelos crimes de concussão e lavagem ou ocultação de bens.
  • Valmir Soares Maciel: 12 anos de prisão e multa, pelo crime de concussão;
  • Weliton Santos Figueiredo: 21 anos e 24 dias de prisão, além de multa, pelo crime de concussão.

A defesa de Valmir Soares e Weliton Santos informou que só vai se manifestar após análise da sentença.

G1 tenta contato com a defesa de Leonel de Barros.

Leia mais:  Produção de arroz orgânico é diferencial de assentamento em Querência do Norte

Conforme a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR), o esquema ilícito atuou pelo menos, entre o ano de 2005 até junho de 2012, quando o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), deflagrou a Operação ‘Toca do Peixe’.

Segundo as investigações do Gaeco, os então vereadores se apropriavam de parte do salário de servidores da Câmara Municipal de Piraquara.

Na denúncia, o MP afirmou que o grupo exigia vantagens indevidas, consistentes em se apoderar de parte do salário mensal, ou de qualquer outro tipo de remuneração (13° salário, férias, entre outros), dos servidores, “sobretudo daqueles ocupantes de cargos de direção vinculados à Presidência da Câmara Municipal e daqueles lotados em seus gabinetes”.

Em junho de 2012, o Gaeco cumpriu 37 mandados de busca e apreensão na Câmara de Piraquara e em residências de então parlamentares e servidores. Conforme o MP, nove dos 10 parlamentares da cidade eram investigados.

Comentários Facebook

Cidades

Profissionais da saúde promovem encontro sobre parto humanizado, em Umuarama

Publicado

O Bemdito

Um grupo de profissionais da saúde realiza neste sábado (20) um encontro que debaterá práticas de Intervenções no Parto, em Umuarama. O evento será dedicado a gestantes, familiares e qualquer interessado no tema do parto humanizado. Na ocasião, a médica Josiane Canalli estará presente para conversar com os participantes, assim como a enfermeira obstétrica Deyse, a psicologia Cíntia e a doula Jéssica. O encontro acontece no Colégio Estadual Dom Pedro II, a partir das 15h.

De acordo com a médica ginecologista Josiane Canalli, o objetivo do evento é disseminar informações sobre a humanização dos partos e promover um melhor atendimento nos centros de saúde. “É importante debater esse assunto em qualquer lugar, pois precisamos desmistificar alguns mitos e fazer com que as mulheres tenham o conhecimento sobre o que é um parto humanizado. O parto humanizado é qualquer tipo de parto que une a vontade da gestante, a tecnologia e a ciência. Ele coloca a mulher e o bebê no protagonismo, tanto no pré-parto, no parto e no pós-parto. É necessário que elas saibam que merecem respeito em qualquer ocasião, seja em cesáreas ou partos normais”, diz Josiane.

Leia mais:  Mulher coloca fogo em lixo e chamas se alastram deixando casa destruída em Goioerê

Conforme Josiane, a intenção do grupo é realizar esses encontros pelo menos uma vez por mês, a partir deste primeiro que será realizado neste sábado. O evento terá um espaço para bate-papo e será propício para o público compartilhar experiências e dúvidas. A ação é gratuita e qualquer pessoa interessada por participar, sem haver a necessidade de se inscrever antes.

O Colégio Estadual Dom Pedro II localiza-se na avenida Duque de Caxias, 5910.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana