Guarapuava e Região

12/12/2017 10:45

Setor varejista de Guarapuava se diz otimista com as vendas de final de ano

FOTO. João Muniz

Abrão Melhem não vê perigo para o comércio central perder clientes com a entrada em operação do Shopping

A forte crise econômica afetou diretamente o setor lojista de Guarapuava, com fechamento de lojas e demissões. Agora as apostas são nas vendas de final de ano, e para isso o grupo de lojistas ligados ao Sindicato Varejistas da cidade promete novidades e preços atrativos ao público consumidor da cidade e região.

O presidente do sindicato, Abrão José Melhem, disse que a crise econômica, social e moral atingiu diretamente o setor varejista, mas que agora com as pesquisas divulgadas pela federação do comércio, há uma previsão de aquecimento da economia por conta das festas de natalinas e o mercado econômico em geral volta a ter atividades mais expressiva. “Temos os dias mães e as festas de final de ano, onde o comércio produz mais e vende mais, com abertura de vagas de empregos temporários”, comentou Melhem, salientando que as taxas de desempregos e a inadimplência ainda continuam com índices altos. “Temos que ressaltar que mesmo a crise atingindo a nível nacional, a cidade de Guarapuava vive um momento privilegiado com as obras públicas de transformações e os novos cursos universitários. Percebemos o empresariado aplicando e investindo em novos empreendimentos e isso nos dá a confiança que o comércio varejista necessita”, reitera.

Shopping Cidade dos Lagos

Questionado se entrada em funcionamento do Shopping Cidade dos Lagos poderá levar ao esvaziamento do público consumidor do centro, Abrão Melhem disse não ver perigo nisso. “Eu vejo a concorrência como salutar, com abertura do shopping virá novas marcas e mais segmentos comerciais. As empresas mais tradicionais já possuem um público consumidor fiel da cidade e região”, frisou ele. Ele lembra que o sindicato vem promovendo cursos de qualificação dos trabalhadores e empresários, em parceria com o Senac, sugerindo que se qualificar é melhor forma de não perder clientes nos dias atuais.

Estacionamentos

A reportagem também questionou o presidente do Sindicato Varejista sobre a falta de vagas e estacionamentos na região central de Guarapuava, onde o mesmo criticou o modelo aplicado nos serviços de “Star”, onde é pouco fiscalizado pelos agentes e isso faz com que as pessoas deixem seus carros o dia todo num único local, com isso não se faz a rotatividade que seria o objetivo do programa.

“O problema na falta de vagas para estacionar existe no centro e alguns bairros como no Batel. Infelizmente o Star não cumpre os preceitos em que foi criado. Esperamos que o atual secretário de trânsito construa métodos que venham atenuar isso”, observa Melhem, cobrando do Poder Executivo a abertura de diálogo com a sociedade organizada, para juntos construir um projeto voltado para setor de estacionamentos no centro e bairros da cidade. “Já está na agenda em solicitar ao secretário de trânsito e a prefeitura uma audiência pública para que possamos juntos debater o assunto e buscar formas de amenizar isso”, argumentou.

Extra Guarapuava


Fale com a gente

Londrina.. Rua paranagua. 876 centro de londrina PR
Fone 043 98435 0286 / 043 98416 9659

Rua Duque de Caxias, 145
São Francisco Curitiba- PR
Fone: 041 3152 0071

Coluna Social

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo