conecte-se conosco

Curitiba

Em Curitiba, 36 bairros não tiveram homicídios dolosos no primeiro semestre deste ano

Publicado

O primeiro semestre registrou uma redução de 20% no índice de homicídios dolosos em todo o Paraná, se comparado com o mesmo período de 2018, segundo relatório divulgado nesta quarta-feira (7) pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp-PR). Assim como o Paraná, que Curitiba acompanhou a tendência de queda do Estado e registrou 20,5% menos casos. De janeiro a junho de 2019 foram 120 homicídios, contra 151 no mesmo período do ano anterior. O mais interessante é que 36 dos 75 bairros da capital não registraram nenhum homicídio nos primeiros seis meses deste ano.

Os bairros que zeraram o índice estão distribuídos por toda a cidade. Entre eles estão Abranches, Ahú, Batel, São João, Boa Vista, Capão da Imbuia, Guabirotuba, Jardim Botânico, Mercês, Santa Felicidade, Tingui (veja na lista completa). O Centro da Capital tambémnão registrou nenhuma ocorrência de homicídio doloso, bem diferente do ano anterior, quando houve oito episódios. O bairro campeão de homicídios foi a Cidade Industrial, com 11 mortes, mas mesmo assim, o número foi bem menor que o registrado no ano passado, quando chegou a 29. O segundo lugar no ranking de mortes é dividido entre Sítio Cercado e o Tatuquara, com nove mortes cada um.

Leia mais:  Ônibus bloqueiam ruas, e garagens de empresas de transporte coletivo de Curitiba são fechadas; há paralisação em outras cidades

Segundo o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, a queda nos índices de criminalidade é resultado de um conjunto de esforços. “Estamos trabalhando para combater o crime em todas as suas modalidades. O trabalho de inteligência, integração e planejamento de ações é constante para fornecer maior segurança para todos os paranaenses. E isso se reflete nas estatísticas de homicídio, furto e roubo”, afirma. Marinho atribuiu a diminuição dos números à integração entre as forças policiais, ao patrulhamento preventivo e ostensivo, e às investigações mais ágeis da polícia judiciária, que prendem criminosos e acabam por inibir novos crimes.

Comentários Facebook

Curitiba

BMS transforma Curitiba na ‘capital do motociclismo’ neste fim de semana

Publicado

Finalmente está chegando a hora! Evento que mais quebrou paradigmas no mercado nacional duas rodas, o BMS Motorcycle chega a Curitiba a partir desta sexta-feira (16) e agita a cidade até o próximo domingo (18). A atração, que terá como palco a Usina 5, se destaca por por unir em uma só produção as mais variadas vertentes do segmento, além de promover projetos como o Muro da Morte (‘Wall of Death’) e a Corrida Maluca, com 16 pilotos fantasiados competindo em minimotos.

Antes promovido bienalmente, o BMS tem feito um sucesso tão grande que a partir de agora, a quinta edição, o evento passará a ser realizado anualmente. Neste ano, os nomes mais importantes do mercado estarão presentes no espaço de 60 mil m², dentro de um complexo industrial revitalizado para eventos multiculturais. São marcas como BMW, Ducatti, Harley-Davidson, Honda, Royal Enfield, Triumph, Pirelli e Metzeler, com algumas delas contando com um amplo trajeto de Test Ride dentro do evento, para que a experiência do visitante junto das marcas seja ainda mais completa.

Leia mais:  Grupo especializado dos bombeiros salvou 14 vidas em Curitiba em 2019

Outro destaque do evento é o espaço Freedom Riders, projeto tradicional destinado ao universo custom, com mais de 1.000 m² e a presença de grandes nomes do Brasil e da América do Sul, como Benditta Machina, Dream Machines, Wolf Motorcycles e outros tantos.

O Muro da Morte, no qual pilotos andam em alta velocidade, realizando manobras em um ângulo de 90º, também está confirmado, bem como o ‘Glodo da Morte’. Além disso, haverá ainda campeonatos com pistas dentro do evento, como o “Campeonato de Flat Track”, o “Campeonato BMS de Velocross” e a “Corrida Maluca. São esperados para as competições mais de 300 pilotos de diferentes estados, tanto nas modalidades masculinas e femininas.

Os ingressos e passaportes para os três dias do BMS Motorcycle 2019 já estão disponíveis pela Eventim (www.eventim.com.br/bmsmotorcycle), com valores a partir de R$ 30 (meia-entrada por dia). Passaporte para os três dias R$ 60. Verifique a possibilidade de pagar meia-entrada por meio do ingresso solidário, que sai por R$33, sendo R$3 doado para uma instituição de caridade que será divulgada em breve.

Leia mais:  Vítimas de explosão em apartamento de Curitiba passam por cirurgia

Acompanhe mais informações pelo site www.bmsmotorcycle.com.br ou pelas redes sociais oficiais, pelo Facebook @bmsmotorcycle e pelo Instagram @bms_motorcycle.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana