conecte-se conosco

Curitiba

Desfile marca comemorações do Dia da Independência no Centro Cívico

Publicado

O tradicional desfile de 7 de Setembro ocupou hoje a Avenida Cândido de Abreu, no Centro Cívico, em comemoração ao Dia da Independência, com a participação de  reúne efetivos das Forças Armadas, Polícia Militar do Paraná, Polícia Civil, Prefeitura de Curitiba, escolas, associações e instituições. Milhares de pessoas acompanharam os cortejos, com destaque para os blindados do Exército, além de representantes da Marinha e da Aeronáutica.

O governador Ratinho Júnior (PSD) e o prefeito da Capital, Rafael Greca (DEM), prestigiaram as comemorações. Houve ainda a participação de familiares de pessoas desaparecidas.

Aproximadamente 20 mil pessoas acompanharam em Curitiba, o desfile cívico-militar que comemora os 197 anos da Proclamação da Independência, segundo estimativas da Polícia Militar do Paraná. O governador Ratinho Junior assistiu a solenidade de 7 de Setembro na Avenida Cândido de Abreu, acompanhado de sua família, do comandante da 5ª Divisão do Exército, general de divisão José Russo Assumpção Delgado, do vice-governador Darci Piana e de diversas autoridades.

Entre estudantes de escolas municipais e estaduais, setores da sociedade civil e representantes das Forças Armadas e de segurança, cerca de 3 mil de pessoas marcharam no desfile, que também contou com a apresentação de carros históricos, veículos militares e aeronaves das Polícias Civil e Militar.

Leia mais:  Corpo em estado de decomposição é encontrado por acaso no Centro de Curitiba

O governador Ratinho Junior afirmou que a solenidade resgata o espírito cívico e amor pela Pátria. “A data valoriza a história da Independência do Brasil, um País que tem um território gigantesco onde se conseguiu manter uma unidade cultural”, afirmou. “Depois de 197 anos, ainda existe a vontade da população de resgatar o verde-amarelo, de fortalecer cada vez mais a nossa bandeira e o patriotismo. É uma festa muito bonita, em que se veem os pais com as crianças e as tropas muito organizadas”, disse.

O prefeito Rafael Greca, destacou a importância histórica da data, que representa a união nacional. “Celebramos a alegria de sermos brasileiros, de termos uma Pátria Livre e a vontade da nossa gente de fazer o melhor e viver pelo Brasil”, afirmou.

Revista – O desfile foi organizado pelo Governo do Estado e pela 5ª Divisão de Exército. As atividades começaram às 9 horas com a revista das tropas militares. Em seguida, iniciou o desfile cívico, aberto pela Liga da Defesa Nacional e com a participação de seis escolas municipais, 13 estaduais e 14 entidades civis.

Leia mais:  Obras alteram embarque e desembarque em estações-tubo do Terminal Guadalupe, a partir desta quarta-feira (19)

Na sequência, houve a apresentação militar, com desfile do Exército, Marinha e Aeronáutica, além das unidades da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Bombeiros, Polícia Civil e Guarda Municipal estiveram envolvidos no desfile militar. Alunos do Colégio da Polícia Militar do Paraná e da Academia Policial Militar do Guatupê também participaram.

Pátria – Em Curitiba, as celebrações da Semana da Pátria começaram em 30 de agosto, em cerimônia no Palácio Iguaçu em que foi acesa a pira com o Fogo Simbólico da Pátria. A chama ficou acesa durante toda a semana em frente à sede do governo, e foi apagada ao final do desfile militar pelo vice-governador Darci Piana.

O Fogo Simbólico, idealizado por um grupo de patriotas em 1938, representa o sentimento cívico do povo brasileiro e reafirma o compromisso da juventude em manter viva a chama do amor à pátria. A ideia foi acolhida pela Liga da Defesa Nacional e, desde então, a cerimônia do Fogo Simbólico abre as comemorações da Independência na Semana da Pátria.

Comentários Facebook

Curitiba

Em sete meses, polícia elucida 57% dos homicídios registrados em Curitiba

Publicado

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) elucidou 57% dos homicídios registrados na Capital nos primeiros sete meses desse ano. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, o aumento na eficiência policial para identificar os autores de assassinatos se deve, principalmente, ao emprego do serviço de inteligência para levantamento de dados relacionados a organizações criminosas, já que a maioria dos crimes são relacionados ao tráfico ou uso de drogas. O índice de solução de crimes em todo o ano de 2018 foi de 37%.

Dos 143 assassinatos ocorridos entre janeiro e julho desse ano em Curitiba, 82 já foram esclarecidos, ou seja, possuem autoria conhecida pela PCPR. A maioria (97,5%) dos suspeitos são homens – apenas dois autores identificados são mulheres. Entre as vítimas estão 10 mulheres e 133 homens.

De janeiro a julho de 2019, a Polícia Civil do Paraná também esclareceu 52 homicídios ocorridos em Curitiba entre 2010 e 2018. Desses, 34,6% (18) foram cometidos no ano passado. A secretaria estadual destaca que a eficiência na elucidação de assassinatos garante resposta à sociedade quanto às investigações.

Leia mais:  Greca assina decreto que limita o uso de produtos inflamáveis na impermeabilização de móveis

Onze anos depois, a secretaria de Estado de Segurança Pública anunciou nesta quinta (19) a identificação do assassino da menina Raquel Genofre. O corpo da menina, então com nove anos, foi encontrado dentro de uma mala, na Rodoferroviária de Curitiba em 5 de novembro de 2008 e teve grande repercussão nacional. O suspeito é Carlos Eduardo dos Santos, hoje com 54 anos. Ele está preso na Penitenciária II de Sorocaba, em São Paulo,  desde 2016 e tem uma ficha policial extensa. Foi condenado a 22 anos de prisão por estelionato, estupro, roubo e falsificação de documento. Os crimes ocorreram em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A elucidação do crime foi possível graças a comparação do DNA encontrado no corpo de Raquel com o do assassino no Banco Nacional de Perfil Genético, mantido pelo Ministério da Justiça. A integração da base de dados entre Paraná, São Paulo e Brasília permitiu a identificação. A identificação ocorreu depois de um match genético de 23 características entre 23 possíveis, garantindo 100% de certeza de que o homem é o autor do crime.

Leia mais:  Curitiba vai ganhar um novo Mercado Municipal. Saiba mais sobre essa novidade

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana