CURITIBA E REGIÃO

06/03/2018 19:38

Copel executa obras de ampliação de subestações estratégicas

A Copel está investindo R$ 27 milhões na ampliação de duas subestações estratégicas para o Sistema Interligado Nacional (SIN) – a Subestação Bateias, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, e a Subestação Sarandi, no Noroeste do Estado. As obras devem ser concluídas em setembro e outubro deste ano, respectivamente.

“Estamos realizando uma série de investimentos para garantir fornecimento de energia elétrica de qualidade para os paranaenses e também para colaborar com o resto do País, que é abastecido por todas as geradoras e transmissoras por meio do SIN. Assim colaboramos com a qualidade de vida e com o crescimento econômico de todo o Brasil”, destacou o presidente da Copel, Antonio Guetter.

Na subestação Bateias, o objetivo do investimento é aumentar a confiabilidade do sistema elétrico, já que ela é parte do ramal mais importante da região de Curitiba. Uma perda da capacidade de transmissão nessa instalação acarretaria em graves restrições operacionais ao sistema podendo, em casos extremos, provocar cortes de grandes proporções no fornecimento de energia.

Para prevenir esse tipo de situação, Bateias está recebendo um novo banco de reatores de barra em 525 kV (quilovolts) com quatro equipamentos de potência reativa de 66,6 Mvar (Megavolt ampère reativo) e conexões elétricas.

Os trabalhos foram iniciados em agosto de 2017 e o investimento nessa ampliação é de aproximadamente R$ 19 milhões. Atualmente, estão em fase de conclusão as atividades de terraplenagem da área para execução das fundações. Os equipamentos já estão todos em processo de fabricação.

Em Sarandi, no Noroeste do Paraná, a subestação que opera em 230 kV vai receber um novo transformador trifásico com potência de 150 MVA (Megavolt ampère). A finalidade da obra também é aumentar a segurança e a capacidade de atendimento à demanda da região.

Atualmente, a subestação possui um transformador de 230/138 kV que atende ao sistema elétrico em condições normais, contudo, no futuro, em determinadas condições – como algum desligamento de uma linha próxima ou de transformador em outra subestação da região –, o equipamento de Sarandi poderia entrar em sobrecarga.

Para evitar esse tipo de situação, foram feitos estudos que indicaram como solução a instalação do novo transformador que aumentará a confiabilidade do fornecimento de energia, beneficiando cerca de 500 mil pessoas entre consumidores residenciais, comércio e indústria nas regiões de Maringá e Apucarana. A obra, orçada em R$ 8 milhões, iniciou em junho de 2017 e o prazo para conclusão é outubro. Os novos equipamentos já foram comprados e inspecionados e estão em fase de montagem na subestação.


Fale com a gente

Londrina.. Rua paranagua. 876 centro de londrina PR
Fone 043 98435 0286 / 043 98416 9659

Rua Duque de Caxias, 145
São Francisco Curitiba- PR
Fone: 041 3152 0071

Coluna Social

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo