CASCAVEL E REGIÃO

23/12/2017 01:09

Em Cascavel: Câmara devolve mais de R$ 3 milhões ao Município

O Poder Legislativo de Cascavel devolveu o montante de R$ 3.537.997,47  ao Executivo. Com isso nos últimos três anos, a Mesa Diretora da Casa contabiliza uma devolução superior a R$ 9 milhões e 300 mil reais aos cofres públicos. 

“O ano de 2017 foi difícil para a economia, o que exigiu que fossemos ainda mais rígidos com os gastos, por isso é  a maior devolução dos últimos anos. É claro que precisamos manter o bom a andamento dos trabalhos, mas, com medidas simples e eficazes foi possível chegar a este resultado”, disse o presidente da Câmara Gugu Bueno. 
A  entrega do cheque simbólico com o valor economizado foi feita ao prefeito Leonaldo Paranhos na companhia dos vereadores Alécio Espínola,Carlinhos dos Santos, Serginho Ribeiro, Olavo Santos, Rômulo Quintino,Celso Dal Molin, Josué de Souza,  Parra, Jaime Vasatta,  Sidnei Mazzuti e Policial Madril.

O dinheiro entra na rubrica de recursos livres e já tem destinação. Segundo o prefeito Leonaldo Paranhos o empenho do Legislativo na gestão do dinheiro público vai possibilitar que 1 milhão de reais seja destinado a Secretaria de Agricultura para implantação do Programa "Conservando mais"; 1 milhão e 500 mil para a Secretaria de Saúde; 450 mil para a Secretaria de Esporte e Lazer para a construção de academias,uma pista de skate e uma quadra de futebol sintética; 300 mil reais para a Secretaria de Obras Públicas para pavimentação asfáltica nos distritos de Juvinópolis e Sede Alvorada; 150 mil para a Secretaria de Ação Comunitária para reforma de Salões comunitários e 150 mil para compra de 10 carrinhos elétricos para recicladores através da Secretaria de Meio Ambiente.

Segundo Paranhos “este é  um exemplo de boa gestão do dinheiro público, principalmente  para muitas câmaras de vereadores que neste fim de ano estão pedindo suplementação em seus orçamentos."

Para  Gugu Bueno o resultado só foi possível graças a um entendimento da Mesa Diretora da Casa de que as medidas se austeridade eram necessárias. 

“Corre-se o risco de não ser bem compreendido por alguns, mas não tenho medo. Faço questão de monitorar pessoalmente os gastos da Câmara e se perceber que é possível cortar ainda mais os custos de manutenção da Casa, não pensarei duas vezes”, frisou.
 

Fonte: Assessoria 

 
Deixe seu comentário

 

 
 


Fale com a gente

Londrina.. Rua paranagua. 876 centro de londrina PR
Fone 043 98435 0286 / 043 98416 9659

Rua Duque de Caxias, 145
São Francisco Curitiba- PR
Fone: 041 3152 0071

Coluna Social

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo