conecte-se conosco

Cidades

Amigos dormem em trilho e acabam atropelados por locomotiva em Mafra

Publicado

Uma vítima morreu no local e outra teve ferimentos no braço e na cabeça; caso aconteceu no início da manhã do último  domingo (26)

Um homem morreu e o outro ficou ferido ao serem atropelados por uma locomotiva em Mafra, no Norte de Santa Catarina. De acordo com o Corpo de Bombeiros, testemunhas afirmaram que os homens estavam caçando e acabaram dormindo nos trilhos de uma ferrovia, acordando ao serem atropelados por volta das 5h55 deste domingo (26).

Ainda conforme os bombeiros, a guarnição se deslocou pela BR-280 no sentido areial Tingui. No caminho o homem que sobreviveu era conduzido dentro de um veículo por populares e acabou sendo encontrado pela guarnição, o homem percorreu cerca de 4 km para pedir ajuda.

A vítima estava consciente e apresentava lesões no braço direito e no crânio. Ele foi conduzido ao Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra.

Após o atendimento, a guarnição seguiu até o local indicado para atender o outro homem. Os bombeiros se deslocaram cerca de 4 km pelos trilhos, até o km 188 da ferrovia onde encontraram o corpo da vítima já sem vida. O homem apresentava múltiplas lesões. Ele foi identificado como R.V, de 30 anos.

Leia mais:  Projeto de combate a incêndio e evacuação em CMEIs pode se tornar lei estadual

Estiveram no local a PM (Polícia Militar), Pericia Criminal e um Auto linha da Empresa Rumo, o qual auxiliou no transporte até a equipe do IGP (Instituto Geral de Perícias) que realizou o translado do corpo para as providências.

 

Comentários Facebook

Cidades

Prefeito evangélico é alvo de macumba em Mato Grosso

Publicado

O prefeito Jeferson Ferreira Gomes (DEM), de Comodoro, extremo oeste de MT, que é evangélico, foi surpreendido por um “despacho espiritural” no cemitério da cidade. A informação é do site Olhar Direto.

Segundo a publicação, o despacho foi descoberto na primeira quinzena neste mês.

No local havia um papel com nome do prefeito em cruz, garrafa de cachaça e um sapo morto. Tudo junto e misturado. O “trabalho” foi descoberto por uma moradora que visitava o túmulo de parente.

O despacho estava na porta, com terra de cemitério sobre o nome.

Não se sabe por quais motivos, alguém deseja a morte do prefeito, que não comentou o assunto.

Mistério!

Comentários Facebook
Leia mais:  Hotéis lançam campanha "Vem pra Foz que o Pedágio é por nossa conta”
Continue lendo

Mais Lidas da Semana